quinta-feira, junho 26, 2008

Equilibrar o elemento Ar

Eis as aprendizagens realizadas sobre o elemento ar.

Ele é a parte mais aérea que existe em nós, os nossos pensamentos e a forma como os comunicamos para o exterior ou como os conseguimos aplicar no mundo.
É regido pelo Arcanjo Rafael que é o Anjo protector da Humanidade e que estará sempre ao nosso dispor para nos ajudar naquilo que precisarmos dele. O Rei elemental é Silfos e os habitantes desse reino são os Sílfides. As fadas regentes do elemento ar são a Rainha Holda, a Dama Melior e a Princesa Aril.
Algumas das manifestações de falta do elemento Ar podem ser a incapacidade de atenção ou concentração, maus resultados escolares, repetidos problemas de saúde, perda ou falta de capacidade de comunicação e incapacidade de iniciar projectos.
Encontrei algumas formas de colmatar essa deficiência, a minha preferida é mesmo um exercício de ligação, escolhemos um lugar ventoso (por sorte, ou não, a minha zona é extremamente ventosa), fechamos os olhos e sentimos o Ar a passar no nosso corpo, inalamos e sentimos o que provoca dentro de nós. Registamos todas as sensações e quando nos sentirmos plenos dessa energia poderemos chamar, ou não, pelos Sílfides ou as Fadas. Nessa altura poderemos estabelecer comunicação e perguntar tudo o que nos interessar, principalmente sobre o reino deles.
Outras formas incluem exercícios mais físicos, por exemplo aprender a controlar a respiração, estudar ou ler livros, escrever cartas, poemas, rituais, conversar com os amigos, fazer viagens ou simplesmente introduzir mudanças na nossa alimentação. Alimentos regidos pelo Ar e que nos podem ajudar a equilibrar são os batidos, os soufflés, carne de caça, mel, café, azeitonas, óleos e flores comestíveis.

Deixo-vos com a Invocação às Silfides de Haziel:

Eu vos saúdo, Sílfides vos que haveis dado um corpo tangível ao Ar e ao Vento e que percorreis constantemente toda a Terra, portadoras de mensagens de pureza e de sabedoria. É sobre os vossos ombros que deponho as minhas ideias, os meus projectos, os meus sonhos de felicidade. Peço-vos para os difundir sobre toda a terra e oferecer a todos os que desejarem beneficiar deles. E, ao mesmo tempo, trazei-me, Sílfides minhas Irmãs bem-amadas, os pensamentos de ordem prática que as vossas Fadas e os vossos Anjos criaram a fim de que o meu pensamento possa tornar-se cada vez mais em Harmonia com a Natureza Viva. Recebei os meus melhores pensamentos, Irmãs do saber e da Sabedoria, lanço-os ao vento para vós!

Num dia de Júpiter, de Saquiel e de São Virgílio de Trento (O Santo morto pelos pagãos)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...