sexta-feira, agosto 08, 2008

Dia do Amor

Esta semana tem sido muito intensa, sinto que a minha alma cresceu ou simplesmente que a minha consciência ampliou e consigo agora contemplar assuntos e situações que até aqui não conseguia.
Os momentos românticos e de intenso amor que tenho vivido também ajudam, pois nada melhor do que a Energia do Verdadeiro Amor para nos conseguir fazer chegar ao estado pretendido. Sinto que de facto o meu chakra do coração se abriu e está a funcionar plenamente, permitindo-me sentir compaixão e estar em sintonia com tudo e todos. Sinto-me muito feliz e com uma capacidade enorme de dar Amor a quem dele precisar.
Porém, estou-me a esquecer de algo fundamental. Outra razão para que as coisas estejam assim tão bem tem a ver com uma experiência que começou há muito tempo atrás numa meditação que utilizo para limpar a aura e os chakras diariamente. Nesta meditação tem-me vindo a ser dado perceber muito sobre o meu funcionamento a níveis mais subtis, é uma meditação simples que sendo feita diariamente ajuda em muito a compreendermos os nossos chakras, pois por muito que se leiam livros a informação só passa a conhecimento quando vivido, pelo menos assim me é dado a viver. Num desses dias, no meu chakra do coração aparece-me o Arcanjo Rafael e ficamos muito tempo a conversar sobre as minhas dores e os meus dilemas. Na altura em que aconteceu tudo me pareceu normal, mas quando fui escrever a meditação no meu livro, é sempre aconselhável fazê-lo pois às vezes recebemos coisas que não percebemos mas com o passar do tempo fazem mais sentido, percebo que me devo ter enganado pois o Arcanjo a quem eu associo este plexo é o Anael. Julguei ter-me equivocado mas a experiência foi-se repetindo e Rafael confirmou que era mesmo ele. Aceitei as coisas como eram e vivi então a máxima em que acredito, todos os livros e nos cursos se diz que do plexo cardíaco Anael é o regente, mas eu vivi algo diferente.

A minha partilha vem no sentido de mostrar como é possível através de uma meditação diária descobrir os Anjos e Arcanjos. Todos os dias, quando faço a minha meditação de alinhamento vou para o meu Jardim de Primavera, um lugar que imagino como sendo o meu local de paz, é um prado verde, com um rio, onde muitas vezes mergulho e nado até a mente acalmar. Junto à margem há uma árvore, este é o local onde me sento e falo com os Anjos, por vezes chamo Rafael, por vezes Miguel, por vezes Jesus, tudo depende do estado de espírito em que me encontro e do conselho que preciso. Aprendi que lhes posso confiar todos os meus segredos sem medo que algum dia estes venham a ser divulgados, a eles posso contar todas as minhas descobertas no campo da magia e, por vezes, eles ajudam-me a encontrar as respostas de algo que me faltava. Tem sido uma partilha muito boa e uma descoberta valiosa, descobri que até as grandes amizades se podem encontrar dentro e não fora, talvez esteja aqui a minha solução.
Se acharem que vos poderá ajudar, criem o vosso espaço de paz e dediquem diariamente um tempo para lá ir conversar com a Entidade que quiserem, pode simplesmente ser alguém que gostam e já cá não está, ou uma pessoa famosa que gostavam de conhecer, seja quem for deverá ser alguém por quem nutrem sentimentos gradáveis, para que a vossa relação cresça saudavelmente.

Num dia de Vénus e de Anael, de São Ciríaco e de São Severo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...