segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Como operar mudanças

Quem me acompanha e conhece sabe aqui se fala muito de mudanças, que volta e meia volta, eu sugiro mudanças ou as cartas do dia nos levam para esse caminho. Mudar a forma de viver, a forma de pensar e de agir, mudar o rumo da vida, nem sempre é fácil e cada um deverá encontrar a forma mais eficaz de ir ao encontro de um vida plena, onde o seu Ser está livre para fazer em consciência as suas escolhas.
Sendo eu uma pessoa mutável, com uma abundância de água e tendo como signo solar um Carneiro, para mim as mudanças são algo essencial. Elas apenas ocorrem e quando não vêm ao meu encontro, eu faço por ir ao encontro delas.
Existem algumas técnicas que podemos utilizar e é isso que hoje venho partilhar convosco.
Para mudar uma fraca qualidade em nós (gostaram do eufemismo?) podemos utilizar uma regra da Cabala. Quando olhar para si e não gostar do que vê, sinta nojo, repulsa por essa sua característica e facilmente o seu ser interior vai operar no sentido de mudar. Visualize-se mudada, veja a sua pessoa a agir de outra forma. Podemos também utilizar os outros como espelho de nós, isto é, quando alguém lhe provoca este tipo de sentimento é porque essa característica está também em si, é tempo de operar as mudanças para não sermos como essa pessoa.
Quando pretende mudar o curso da sua vida terrestre, nem sempre é fácil saber por onde começar. A mudança começa sempre por uma atitude, faça uma lista das coisas que deseja mudar e depois de a elaborar analise o que é mais fácil, mais concretizável nesse momento. Empenhe-se nessa mudança, envie todos os dias para o seu inconsciente o desejo de mudar. Um passo de cada vez, muitas vezes falhamos nas nossas tentativas de mudar porque dispersamos as nossas energias de ataque. Começamos a agir em todas as frentes e quando damos por nós estamos sem forças para levar as mudanças a bom porto.
Por último, tenho uma sugestão que é aquela que mais utilizo. Quando desejamos mesmo mudar o rumo da vida, mas esse rumo tem mais a ver com a nossa forma de estar perante a vida, do que mudanças físicas reais, adoptemos um nome mágico. Esse nome deve conter as qualidades que desejamos encarnar, a forma de vida que desejamos levar. Por exemplo se desejamos abrir-nos mais para o Amor e para os outros poderemos adoptar o nome de uma deusa ou deus que encarne essas qualidades, ou pode ser simplesmente a palavra Amor, Roma (amor ao contrário), Liberdade, Paixão, Freedom, enfim, os exemplos são imensos, cada um saberá por onde começar.
O meu primeiro nome mágico foi Liberdade, vivi-o durante três anos, foi-me dado numa meditação, o meu primeiro baptismo. O meu segundo nome mágico, escolhido por mim, foi vivido durante mais três anos (Marisis) e agora chegou o momento de encontrar outro nome mágico. Para mim, neste momento tem de ser um nome que não tenha qualquer significado, um nome que seja neutro, um nome para o qual eu possa construir uma história.
Mas porquê um nome? É simples, um nome tem uma vibração, tem uma energia, as palavras têm uma energia e quando são aplicadas no nosso subconsciente colocam-nos em sintonia com essa vibração. Sempre que eu precisava de aplicar alguma mudança, dizia o meu nome mágico três vezes, e o meu corpo astral e físico enchiam-se de energia para agir.
Mas atenção o nome mágico só deve ser utilizado por nós, ninguém o deverá conhecer.
Para concluir e porque as mudanças não podem ocorrer apenas no campo astral, uma mudança interior exige uma mudança exterior. Quando sente que mudou as suas formas internas, deve mudar algo na sua vida, por exemplo, o corte de cabelo, a maquilhagem, a roupa, ou simplesmente a sua casa. Esta sugestão tem uma razão simples de ser, muitas vezes mudamos a nossa forma de ser mas os outros, como estão à espera de um determinado padrão de comportamento, condicionam as nossas acções, assim quando a nossa mudança se torna visível no exterior, é mais fácil para os outros compreenderem que mudámos efectivamente. Além do mais, é muitas vezes útil para nos convencer a nós próprios das mudanças que fizemos.

Espero que com estas dicas que vos ofereci possam escolher mudar alguns aspectos que precisem ou que simplesmente desejam. Façam as adaptações necessárias ao que acabaram de ler, utilizem, não utilizem, façam como vos aprouver, mas uma coisa pelo menos façam, vivam a vossa Vida de forma plena em busca constante de sermos cada vez melhor e mais felizes!
(A foto da pia baptismal é da minha autoria)

Num dia de São Policarpo, São Pedro Damião e de Gabriel, Regente da Energia da Lua
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...