quinta-feira, abril 02, 2009

Ritual para o Amor e a Criatividade

Hoje era suposto haver um desafio fotográfico, mas como amanhã há a possibilidade de se realizar um ritual maravilhoso por a lua estar em crescente e o Sol em Carneiro, optei por colocar este ritual a partilhar hoje, assim dando tempo para se prepararem para o fazer, se quiserem.

Este ritual também foi retirado do livro de José Medeiros Rituais Antigos para um Mundo Novo - Manual de Magia e tem como objectivo pedir para atrair o amor. Podendo ser utilizado para introduzir aspectos belos na nossa vida, para potencializar a criatividade artística ou para tudo o que implique nascimento e beleza.

Precisaremos de alguns materiais mais difíceis de arranjar, como sete flores (uma branca, amarela, azul ou violeta, verde, creme ou acastanhada e laranja), três velas (rosa, vermelha e verde), um fio ou linha verde, incenso e aparas de madeira. Com as flores, a linha e as aparas é suposto criarmos uma corrente, fazendo um anel ou uma coroa, este é um ritual onde os nossos dons artísticos serão necessários.

Sobre o altar, fazendo um triângulo com as três velas, colocar os materiais no seu interior.
Acender as três velas e o incenso. Fechar os olhos e visualizar um campo verde salpicado de flores.
Iniciar com uma suadação para o Oriente. Dizer:

- Poderes da Deusa da Primavera, forças da vida que ressurgis depois da morte do Inverno, respondei à minha chamada e fazei com que o Amor venha até mim, fazendo florescer o meu coração tal como a Deusa faz florescer o sei verde manto em múltiplas cores.

Pegar na flor branca. Dizer:

- Uma flor branca pela Lua. Viajantes dos Céus no teu carro de prata, faz com que o amor e a sensibilidade forjem a minha coroa.

Pegar na segunda flor, vermelha, atando-a ao caule da primeira. Dizer:

- Uma flor por Marte. Dama celeste do manto verde, junta à minha coroa a paixão e o desejo.

Pegar na terceira flor, amarela, atando-a ao caule da segunda. Dizer:

- Uma flor por Mercúrio. Senhora das profundidades da mente, junta à minha coroa a comunicação e o diálogo.

Pegar na quarta flor, azul ou violeta, atando-a ao caule da terceira. Dizer:

- Uma flor por Júpiter. Supremo Juiz que brilhas na noite, dá ao meu desejo de amor a justiça e o equilíbrio.

Pegar na quinta flor, verde, atando-a ao caule da quarta. Dizer:

- Uma flor por Vénus. Poderosa Deusa do Amor, junta à minha coroa a beleza e o prazer.

Pegar na sexta flor, castanha, atando-a ao caule da quinta. Dizer:

- Uma flor por Saturno. Senhora do Oculto, concede à minha coroa de amor a sabedoria para ser e fazer os outros felizes.

Pegar na sétima flor, laranja, atando-a ao caule da sexta. Dizer:

- Uma flor pelo Sol. Senhora dos Céus que acolhes o rosto do Astro-Rei em cada novo dia, concede à minha coroa de amor o brilho, o calor e a força para que perdure.

Amarrar o caule da sétima flor à primeira, formando um anel ou uma coroa.
Erguer a coroa imaginando ver a Lua no seu interior.

- Poderosa Dama resplandecente que diriges os corações humanos. Faz com que o Amor que está destinado chegue até mim através deste anel e me ajude a encerrar o círculo para que o aor permaneça na minha vida com toda a sua beleza e me traga a felicidade.
Que assim seja.
A coroa será guardada até secar e, em seguida, lançada ao mar ou a um curso de água.
As três velas e o incenso deverão arder até a fim.
Este ritual é muito bonito e acreditem que se direccionarem bem a vossa energia e Vontade conseguirão desbloquear zonas dentro de vós que brilharão de tal forma que todos conseguirão ver.
Espero que aproveitem esta sexta-feira para o fazer!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...