domingo, julho 26, 2009

Reflexão Semanal com o Hierofante III

A semana com o Hierofante foi para mim muito importante, creio que nunca antes ele me tinha falado tanto, apesar do Hierofante ser sempre muito especial, senão vejam. Foi com o primeiro Hierofante do ano que saí da leitura do dia-a-dia por cada carta para passar a uma leitura mais direccionada ao ensinamento geral. Verifiquem isso aqui.

Já a segunda semana do ano em que fomos acompanhados por tão ilustre presença energética, foi a IdoMind que decidiu aceder ao meu pedido e fez a sua própria interpretação das cartas da semana, podem ver aqui nos comentários dessa reflexão. Por isso, quando sai a carta 5 sei que vai ser uma semana de evoluções, nada menos.

Vamos à reflexão? Imagino que estejam como eu, inquietos por saber que ensinamento nos foi oferecido, vamos lá.

A primeira carta da semana é um nove, nove de Bastões. Esta ligação faz com que a pergunta da semana tenha a ver com a nossa auto-expressão. Como poderemos alcançá-la? Onde está o nosso Graal?

A determinação, o foco, a forma como nos lançamos aos desafios é o tema mais importante desta semana. Dia sim dia não o 9 de Bastões regressava para nos mostrar que tudo que desejamos alcançar é possível, se atingirmos a vida com força.

Numa primeira fase deveremos direccionar essa força energética para a expressão prática do nosso afecto pelas coisas que nos rodeiam. Quando as nossas emoções estão focadas e têm por base sentimentos sólidos, não haverá nada a impedir que comecemos a construir a nossa busca do Graal.

Esta etapa parte do princípio que já conhecemos e sabemos como funciona o mundo físico, que temos aquilo que necessitamos para poder crescer enquanto ser humano e espiritual. Que não tem a ver com a quantidade de materiais que temos, mas sim com a qualidade desses materiais.

Depois de compreendermos essa realidade física e emocional podemos novamente accionar a nossa determinação e seguir a busca. Confiamos que tudo nos será colocado no tempo certo e que teremos a capacidade de lidar com todos os desafios que surgirem, pois a nossa determinação é tal que nada pudera interferir. É-nos dado a compreender que um plano de acção, uma preparação prévia seria importante. Sair para Combate sem preparar as armas e as estratégias pode ser contraproducente.

Assim sendo, realizando esse caminho com determinação, foco, encontramos no fim do Caminho a Taça, o Graal, oferecida pelo Pajem. Todavia, talvez a nossa determinação não seja assim tão sólida e precisemos ainda de encontrar a Rainha de Espadas para nos libertarmos de algo que ainda prende as nossas emoções.

O que será que ainda nos impede de ver a Taça nas mãos do Rei? Seria importante compreender o percurso realizado e analisar a nossa intuição, pois todo o percurso é orientado por ela. Estaremos presos a uma intuição baseada em emoções desequilibradas ou estaremos a ser guiados por uma percepção equilibrada por emoções puras?
Esta semana a energia é a Morte, vamos aproveitá-la para transformar e até mesmo eliminar essas amarras que nos impedem de encontrar o Graal?

Foi sem dúvida uma semana peculiar. E para vós?

Na segunda hora de Vénus do dia de Sol e S. Ana, S. Sinfório, S. Olímpio, S. Teodulo, S. Rafael
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...