quinta-feira, julho 23, 2009

Sírio

"Her majesty Isis shines into the temple on New Year's Day, and she mingles her light with that of her father on the horizon."

O Ritual do Sírio é um momento importante, um momento que me leva ao meu passado escondido. Hoje fui recordada de um evento que passo a transcrever.

É o amanhecer e uma mulher com vestes brancas e uma pulseira no braço direito encontra-se num patamar de um templo, um terraço. Observa o horizonte e rejubila pela chegada da Estrela Cão, Sothis torna-se novamente visível, ela sorri e confia. O seu coração está sereno e, por isso, entrega-se ao seu Caminho.

Por trás de si, surge um grupo de iniciados masculinos. Vêm agitados e as suas caras revelam uma intenção. Mas a serenidade não abandona o seu coração. Ela encerra os olhos e pede à Deusa Coragem para enfrentar o seu fim.

Confiante de que tudo acontecerá como é suposto, não oferece resistência. E ali, em frente ao véu que se levanta, com um tom dourado a iluminar o seu cabelo negro como a noite, a sua viagem termina.

Entre os antigos companheiros de viagem a sua essência eleva-se e o seu corpo físico é mutilado e esvaído por bordões e foices. A Sacerdotisa do Templo cumpre a sua função e termina aquela encarnação.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...