domingo, agosto 16, 2009

Reflexão Semanal com o Imperador III

O Imperador chegou numa altura curiosa. Depois do Peregrino se ter confrontado com as suas limitações, auto-impostas, o Imperador oferece-lhe a capacidade de enfrentar as suas bases, de ir às raízes e analisar tudo o que lá se encontra. Será ele dominado, dominador ou terá as suas energias controladas?

O tema que nos orientou esta semana foi a organização, planear as nossas acções e buscar alternativas.
Depois de ter dominado a Taça, o Peregrino compreendeu que dentro dele ainda há muitas taças, que há uma dispersão da sua energia amorosa. E questiona-se. Que tipo de escolhas fiz até agora? Terão elas sido em função dos meus verdadeiros sentimentos de Amor e Liberdade ou serão elas baseadas em simpatias, confortos e status?

Põe-se a caminho e compreende que com perseverança conseguirá alcançar a capacidade desejada, conseguirá organizar o Plano Físico de forma a conseguir direccionar a sua energia de Amor. Mas para isso, deverá, dar atenção ao seu lado feminino, às suas emoções e à sua capacidade de ambivalência.

Ao fazê-lo o Peregrino fica em êxtase, ele consegue compreender que tem uma capacidade infinita de amar, que quando liberta esse Amor, ele consegue fazer trocas energéticas da melhor qualidade que há. Tudo flui, tudo é mágico.

Mas nesta ambiguidade do Plano Físico e do Plano Emocional, o peregrino vai ficando instável. Sabe que é capaz de dar incondicionalmente, mas tudo lhe indica que terá de fazer escolhas, que a cada momento ele terá de saber o que escolher. Porém, só sabe escolher de uma forma e entra em pânico.

O Peregrino ainda não é capaz de dar ouvidos à sua Percepção, ele não confia e fecha as portas à comunicação com o Divino. O Peregrino sabe que tem esse poder dentro de si, que o Universo lhe fala e dá sinais, mas na altura de manifestar o Passo de Fé, ele falha.

Cabisbaixo, seguindo uma música tocada por alguém, ele segue o Seu Caminho e vai ao encontro do Rei de Espadas. Será que este Rei lhe oferecerá o Poder de Acreditar na Comunicação, será que com ele o Peregrino aprenderá a planear a sua Viagem seguindo as orientações Divinas? Será que o Peregrino encontrou a Fé em si Próprio?
Foi uma semana intensa, cheia de momentos mágicos e inebriantes, mas ao que parece, no fim a lição ficou por aprender! Será que o Sol nos irá iluminar o Caminho e permitir que se encontre a Verdade Escondida? Encontrará o peregrino a Fé?
Na primeira hora de Marte do dia de Sol, S. Joaquim, S. Roque, S. Estêvão da Hungria
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...