sexta-feira, novembro 20, 2009

I have a dream

Hoje sonhei com um mundo melhor, onde a camaradagem era possível, onde o respeito mútuo existia, onde a palavra servia para elogiar ou ajudar e nunca para controlar ou desrespeitar.

Hoje sonhei com um mundo onde, aliás, não havia palavras, todas as emoções eram transmitidas pelo olhar ou pelo sorriso. Sonhei que era possível ficar em silêncio e absorver o mundo.

Hoje sonhei que não ouvia mais palavras gritadas, palavras cínicas ou palavras irónicas, armas utilizadas para ferir a alma de alguém vulnerável, para atingir o centro de cada um que a deixa penetrar.

Hoje sonhei que era possível mudar o mundo!

Hoje sonhei que os outros eram diferentes e quando acordei percebi que era eu que estava diferente. «Para decidir quem queres ser, deves começar por ver quem és!» Ouvi ao acordar. Assim, acordo de um sonho e, com a mesma certeza de que no sonho era possível, trago-o para a minha realidade.
Claro, no sonho era mais fácil não me deixava levar por correntes energéticas de grupo, mas mantinha a minha individualidade! Todavia, na realidade do sonho que quero também é possível, sempre que elevar o meu olhar para transmitir o meu amor pelo outro, sempre que o meu sorriso estiver estampado na minha cara como na minha alma, a minha corrente será tão forte que não entrarei noutras!

Ontem foi duro estar no mundo dos adultos, mas Hoje sei que eu sou uma criança e que mesmo assim sendo todos me respeitarão, não preciso ser adulta para ser ouvida!

Ontem fui assim, mas hoje sou diferente!!! Obrigada a todos pela oportunidade dada! Amo-vos assim mesmo pelo que são!
Na primeira hora de Lua do dia de Vénus, S. Felix de Valois, S. Edmundo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...