segunda-feira, setembro 28, 2009

A Morte está aí

Pois é meus queridos amigos, esta semana somos influenciados pela carta 13, a energia da transformação, a Senhora Morte.
Será uma excelente semana para nos livrarmos daquilo que nos faz caminhar neste terreno lamacento, prisioneiros de desejos por objectos inúteis e por situações desesperadas. Vamos ser ousados e largar tudo!

Bem sei que não é fácil, mas talvez a lição resida no facto de que quando largamos o que não precisamos conseguimos o que necessitamos. Sei lá! Esta semana para mim, parece que não vai ser muito fácil, mas vou mergulhar inteiramente na energia da Morte.

Para me inspirar escolho uma música da banda sonora do filme de Quentin Tarantino Death Proof, heheheheheh, woman power till the end!!!!
Fiquemos para reflectir com a citação da carta do baralho de Artur The Washer at Ford:

Temes-me com razão, pois eu espero-te nos confins da tua vida e sei tudo sobre ti. Posso cortar-te o fio da vida, porém posso também apenas mudar-te. Quem quer que precise do poder da renovação deverá primeiro beijar-me, se se atrever!

Na primeira hora de Saturno do dia de Lua, S. Venceslau, S. Bernardino

domingo, setembro 27, 2009

Reflexão com Os Amantes III

Mais uma semana muito interessante na Viagem do Peregrino. Desta vez ele foi ao encontro dos Amantes e que terá aprendido? Vamos ver!

Depois de passar a prova com o Diabo, seguiu viagem feliz e contente tocando a sua música. Todavia, sentiu-se encurralado. Chegou a um precipício pois não conseguia recordar-se dos sonhos importantes que estava a receber. Parou, sentou-se e contemplou a paisagem.

Não podia voltar atrás, as suas decisões levaram-no exactamente ali, mas também não podia avançar. Que deveria fazer? Esperou que a mente se acalmasse e que a percepção se revelasse mais fortemente.

Surgiu então à sua frente a Rainha de Discos e o Cavaleiro de Bastões. A Rainha era uma mulher linda, madura, organizada, cheia de recursos e sabedoria. O Cavaleiro era destemido, cheio de recursos e de competitividade. Ao olhá-los o Peregrino compreendeu que ambos lhe mostravam a sua necessidade – precisava organizar-se, planear de melhor forma a sua Viagem, já não bastava seguir ao sabor do vento.

A Rainha olhou-o e disse: «És uma criança imatura, precisas ainda de provar que és capaz de pegar as rédeas do teu destino. Não passes etapas da tua jornada. Em cada uma tens de saber o que queres a seguir e alcançá-lo. Seguir o coração não significa que tens de deixar a razão. Em cada momento há uma escolha, mas muitas vezes essa escolha é simples ou ouves o coração ou a razão.»

Depois disto, lançou à sua frente Terra e maravilhosamente uma ponte foi construída para a outra margem.

O Cavaleiro desmontou e, virando-se para ele, disse: «Se a esta mensagem conseguires juntar a minha, encontrarás a Salvação. O teu maior recurso é a criatividade, usa-a de forma organizada e tudo te será concedido. Eu sou o Fogo da Acção. O meu Bastão é o meu elo de ligação, com ele abro as portas fechadas, fecho as abertas e escolho sensatamente como e quando o devo fazer. Segue a tua voz interior.»

Com o bastão de poder tocou no topo da cabeça do Peregrino e no seu coração. Traçou uns riscos no chão e montou o seu cavalo. Ambos desapareceram.

O Peregrino fechou os olhos e assimilou as novidades. Sentia-se uma pessoa nova, mas não sabia porquê. Teria sido um sonho? Contudo a ponte e os riscos estavam ali à sua frente. Pegou no dedo e passou por cima dos riscos que estavam desenhados no chão. Aprendeu-os e pôs um pé na ponte, pronto para seguir.

Desta vez sabia novamente onde desejava ir. Escolheu ouvir o coração e ele disse-lhe que a sua missão era seguir pela ponte. Do outro lado estaria muitas novidades inspiradoras que o iriam fazer mudar e reencontrar-se.

Novamente confiante prosseguiu. Então desejou esta semana encontrar a Lua, a rainha dos sonhos, para que quem sabe pudesse aprender a controlar as mensagens que lhe surgem.

O Peregrino aprendeu uma lição importante. A sua etapa não pode ser ultrapassada, tudo tem de ser experienciado no tempo certo, quando assim não é as provas são mais difíceis. Não é preciso encurtar o caminho, pois afinal ele é tudo o que importa.


Na primeira hora de Lua do dia de Sol, S. Cosme e S. Damião, S. Elzear

sexta-feira, setembro 25, 2009

Dia especial da Lurdinhas

Minha querida amiga, seguidora silenciosa do Grimoire, hoje é o teu dia!!!
Estava a ler um artigo interessantíssimo na Cova do Urso e lembrei-me de te fazer um post especial, pois hoje celebramos todos o dia em que decidiste encarnar esse corpo, essa família, esses amigos e esse caminho tão preenchido! Aconselho-te vivamente a ires aqui ler o texto do António Rosa, acredito que vais gostar!

Bom, que te posso eu oferecer além da minha preciosa pessoa??? rkrkrkrkr Tarot!!! hihihihihi

A carta que te acompanhará neste novo ciclo é a Torre! Ups, não fui eu que escolhi, apenas saiu através de mim esta mensagem! Fui ao Astro.com e estive a ver os teus trânsitos, pois então descobri que Marte está na tua casa 12, desde Agosto até Outubro, e acho que isso pode ter a ver com a carta que saiu.
Diz lá o seguinte:

Certos padrões de comportamento que haviam se tornado inteiramente inconscientes, se tornarão ativos sem que você perceba. Eles poderão estar funcionando de maneira a contrariar seus interesses sem que você saiba como. Infelizmente, não é provável que as pessoas afetadas por seus comportamentos adquiridos cheguem até você para dizer-lhe isso. Mas elas estarão agindo por trás dos bastidores no sentido de bloquear seus interesses. A única forma de combater esse efeito é conscientizar-se ao máximo de si mesma e desses pequenos atos que a enfraquecem. Se por acaso se sentir emocionalmente perturbada, como, aliás, será provável durante este trânsito, evite confrontos com os outros. Ao invés disso, procure confrontar-se consigo mesma.
Pois é...a Torre impulsiona-te a compreender que aquilo que tens vindo a construir não é a forma mais correcta de o fazer, poderão acorrer situações provocadas pelo exterior que te levem a essas conclusões. Todavia, bem sabes que sou apologista de fazer o trabalho interior, em vez de ser obrigada pelas condições exteriores. Todos os padrões de comportamento que manténs devem agora ser questionados e alterados se for caso disso. O questionamento de quem és e para onde queres ir deve ser a orientação deste ano.
Estás a terminar uma fase do segundo ciclo de Saturno. Concluirás este ano o trabalho das tuas emoções na fase da Construção da tua vida. O que quer isto dizer? Ai o tico e o teco!!!

A partir dos 28 anos começamos a fase da construção do nosso Caminho. Essa fase, como todas as outras, está dividida em 4 pequenos momentos, onde dominamos os 4 elementos. A Terra nos primeiros sete anos é a formação das bases, o Fogo é a dilatação, a necessidade de expansão, a Água é a percepção e o Ar a projecção no ciclo seguinte.

Tu estás no momento final de despertar a tua percepção na construção do teu Caminho, do teu Eu Verdadeiro. Aconselho-te a usar e abusar da cor violeta, dos roxos, pois a sua vibração ajudar-te-á a alcançar mais facilmente esse objectivo, o (re)descobrir a tua percepção.

Por último, pois to much information is bad information, descobri também que o teu Plutão está em Trigono com a tua Vénus desde Fevereiro passado até ao final do ano. Transcrevo mais uma vez o que encontrei no astro.com (não me mates, mas acho importante e por isso registo):

Este trânsito acentuará os aspectos mais românticos e criativos de sua vida. É possível que agora surja um novo relacionamento amoroso ou que um antigo seja aprofundado. A relação que se estabelecer durante estetrânsito se fará notar pela intensidade dos sentimentos, dificilmente sendo classificada de eventual. Embora haja uma certa compulsividade nas energias que estarão influenciando você e seu parceiro, isso não representa um fator negativo. Ambos acharão que o relacionamento era inevitável e que constitui uma experiência de aprendizagem da melhor qualidade. Vocês aprenderão muito acerca das energias que movem cada um dos dois no próprio relacionamento, podendo chegar à conclusão de que o amor não é tão consciente quanto imaginavam, havendo maior parcela de compulsão do que normalmente se pensa.

De qualquer modo, essa constatação é o primeiro passo rumo à conscientização de cada um quanto a seus próprios sentimentos.

Os relacionamentos já existentes viverão uma fase de mudanças criativas. Seus sentimentos estarão mais fortes, permitindo a você e às pessoas perceberem melhor a forma como agem na relação.

Suas energias criadoras estarão em alta e, se tiver alguma aptidão artística, poderá imprimir maior sentimento e profundidade que nunca a tudo aquilo que criar. Todos perceberão essa intensidade em seu trabalho, a qual lhe renderá muito reconhecimento.

O amor e a arte terão algo em comum ao longo deste trânsito, isto é, sua vivência de ambas as coisas a transportará diretamente do banal ao extraordinário - e será exatamente esse o seu objetivo. O amor e a arte exercerão um grande impacto em sua vida neste momento, afetando o seu futuro de forma duradoura.

Minha querida amiga, só me resta desejar-te um dia feliz e informar que cá estarei SEMPRE para ajudar no que for preciso. Estou-te eternamente grata pela tua amizade, contigo aprendi que era possível ter amizades assim como a nossa. Obrigada por me devolveres a esperança, por me teres levado a ultrapassar os meus limites e por seres assim - Linda e Magicamente natural!
Mensagem da Torre para ti:

I spin the whorl of change. I break down what is made to last forever. Feel the oscillation of the aeons and open yourself to change ahead. I will transfigure your soul if you let me, or I will shatter your limited perceptions with a searing shock.
Beijocas e até loguinho!!
...
No dia de S. Firmino, S. Aurélia, S. Herculano

quinta-feira, setembro 24, 2009

quarta-feira, setembro 23, 2009

Vénus em Virgem

Vénus entrou em Virgem no passado dia 20 e lá permanecerá até 14 de Outubro. Encontrei um texto antigo que escrevi a propósito desta conjuntura. Aliada com este mês de Balança que melhor poderia ser?
«(...) será possível durante este mês darmos menos atenção à expressão dos nossos sentimentos e emoções e mais às lides do dia-a-dia, às questões práticas da vida. Contudo, Virgem pode ser mais do que apenas pragmático, gostando de apreciar as coisas boas da vida, os detalhes de um corpo e observar o que lhe é colocado à frente. Estas suas qualidades podem ser aproveitadas, colocando esta energia no campo da criatividade, pois a minúcia de Virgem aliada à Beleza de Vénus, poder-nos-á ajudar a desenvolver a criatividade, tão importante para qualquer caminho. Podem também aproveitar essa minúcia e colocá-la no campo sexual, aproveitando para (re)descobrir o corpo da pessoa amada/desejada.

Não obstante, os relacionamentos vão sofrer durante este período, pois vai haver um excesso de críticas, o olho analítico de Virgem vai estar como sempre apurado. O melhor a fazer é lembrar-nos que as críticas devem ser construtivas e não destrutivas, que nem sempre uma crítica é para nos deitar abaixo, mas muitas vezes para nos elevar a outro patamar, ou quando formos criticar os outros pelas suas falhas, pensar no que podemos dizer também para ajudar o outro a melhorar, se ele assim quiser, óbvio. Este período é excelente para avaliar as relações com os outros, ver o que nos mantém juntos e se é suficientemente forte para aguentar esta fase, não nos podemos esquecer que é necessário regar a plantinha do Amor para que ela cresça, senão das duas uma: ou atrofia no crescimento porque bebe energia de outra fonte, ou morre. É um óptimo período para deitar fora o que nos faz mal ou simplesmente já não faz nada e para cultivar o que realmente interessa.

O Amor e a Paixão vão fluir melhor quando não houver obstáculos na relação. Aproveitem esta fase para usar a qualidade de Virgem, pragmático e diplomata, para resolver questões que vos andam a consumir energia, libertando essa mesma energia para realizar coisas mais produtivas, não esquecendo de controlar a língua afiada.»

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Mercúrio, S. Lino, S. Tecla

terça-feira, setembro 22, 2009

Equinócio de Outono

Hoje às 22:19, hora local, chega o Outono. Este novo período, em que as forças telúricas começam a subir e as forças divinas a descer até se encontrarem e permitirem a abertura dos Planos, é propícia para mergulharmos em nós. Será a altura de nutrir o espaço interior para que tudo o que semeámos nos meses de Verão possa frutificar.

Nos tempos antigos esta altura era a da vindima, seria a altura de colher os frutos maduros e com eles fazer o vinho para alimentar o espírito. Para colher o trigo amarelado do Sol para alimentar o corpo com o seu pão. Ao comungarmos desta energia dávamos força aos contrários para nos equílibrar durante o período de escuridão que se aproxima. Hoje, até ao equinócio de Primavera, as noites serão mais longas e a luz mais escassa. Cabe a cada um saber invertar as polaridades dentro de si!

O ritual está ao dipor de cada um aqui. Fiquem com a oração de Haziel:
Lembrem-se de mim, Anjos do Ar! pois necessito do vosso Ar-Sabedoria para desenvolver os pensamentos que vão iluminar o meu cérebro.

É pela vossa Luz que poderei avançar espiritualmente, prosperar materialmente, cumprir correctamente as minhas tarefas, o meu dever, de ser humano consciente: peça única e não renovável da Criação Divina.

Concedei-me os vossos dons, as vossas graças e ajuda benfezeja e eu, com a minha acção, darei Testemunho do que fazeis por mim.

ÁMEN

Na segunda hora de Vénus do dia de Marte, S. Maurício, S. Erémita, S. Florêncio

segunda-feira, setembro 21, 2009

Semana com os Amantes

Depois do Diabo, das provações pelas quais passámos, eis que surge a energia da Escolha, os Amantes estarão connosco nesta semana em que dizemos adeus ao Verão e acolhemos o Outono. Esta semana sim poderemos escolher para agir. Que assuntos iremos largar e quais iremos pegar agora.
Nesta nova fase de Vida em que tudo muda, estaremos prontos para largar as nossas prisões definitivamente? Estaremos prontos para agir sempre pelo nosso Coração? O que desejamos afinal? Qual a fonte, a origem do nosso Amor? Para onde o dirigimos?

No baralho arturiano os Amantes chama-se The White Hart e tem a seguinte mensagem:

Segue-me. Há muito tempo fui coroado e ornamentado como o mensageiro da lista de amor. Eu sou o desejo que te atrai para o teu amado. Eu sou os vislumbres do paraíso. Os elos do meu colar são o tecido dourado do amor prestado, da fidelidade da amizade.

Para uma semana tão inspiradora, deixo-vos com uma das minhas músicas preferidas de Georg Friedrich Händel, Lascia ch'io pianga.

A todos uma semana muito inspiradora!!!

Na primeira hora de Júpiter do dia de Lua, S. Mateus, S. Efigénia, S. Mauro

domingo, setembro 20, 2009

Reflexão com o Diabo III

A semana com o Diabo, carta XV na Rota do Peregrino, foi um pouco conturbada. Alguma falta de energia e alguns bloqueios na comunicação fizeram com que esta semana nos virássemos mesmo para dentro e procurássemos as nossas razões interiores.

Vamos ver o que aconteceu com o Peregrino.
Enquanto caminhava o Peregrino encontrou o Diabo. Parou e enfrentou-o, não recuou, não teve medo. Encheu o peito de ar e acedeu às suas emoções mais fortes de amor, partilha, família e amigos. Sentiu o peito encher-se com essa força, sentiu a paz na sua alma e encarou-o novamente.

O Diabo colocou-o no meio de espadas, aprisionou-o e abandonou-o naquele cenário. O Peregrino aceitou e sentou-se a meditar. Na sua mente surgiram-lhe todas as restrições, todas as vezes em que foi intolerante com as intempéries do caminho. Todas as palavras erradas ditas aos outros, todas as mágoas causadas. Todas as vezes em que permitiu ser usado para fins menos bons. Sentiu a sua raiva vir ao de cimo como se a tivesse a viver agora. A dor encheu-lhe a alma, os remorsos e a tristeza... Novamente se lembrou de quem era e de onde estava, aquilo era apenas mais uma prova. Perdoou-se, compreendeu que fora num tempo diferente e que hoje não agiria da mesma maneira. Inspirou e expirou, regressou ao seu centro e as
espadas caíram simplesmente.

O Peregrino sabia que tinha passado a prova, que a sua Força Interior fora testada e que ele saíra vencedor, porém, porque se sentiria assim, aborrecido, sem força para mais iniciativas. Porque estaria ele a sentir que estagnara no seu caminho espiritual?

Lembrou-se novamente de todas as trocas de energia que fizera com os outros que se cruzaram no seu caminho e compreendeu que foram mais as vezes em que ajudara e trocara energia de forma positiva, do que o contrário. Decidiu analisar que pessoas, momentos, situações ele tinha servido para fazer o mal. Decidiu que era tempo de se estudar, compreender as suas acções passadas para não repetir os erros.

Deitou-se exausto do exercício mental e adormeceu profundamente. Nos seus sonhos imagens estranhas foram aparecendo e o Peregrino foi registando tudo no seu subconsciente, afinal estava tão cansado que seria impossível recordar-se de tudo. Sentiu a crueldade das imagens e bloqueou-as, não era agora altura para mais dor.

Quando acordou apenas se lembrava que havia sonhado coisas importantes, das quais apenas uma imagem lhe surgia. Não se preocupou, pois sabia que assim que pegasse num pincel, numa caneta ou em qualquer outro instrumento criativo, as imagens iriam surgir. Afinal, a prova maior havia sido superada, ele enfrentara o Diabo e saíra vitorioso, aprendera a analisar o seu passado para evitar erros no futuro. O resto só o tempo o diria.

Novamente leve, segue caminho. O sorriso regressa aos seus lábios, o calor ao seu coração e sem se aperceber pega na flauta e começa a tocar uma música. «AH que caminho tão belo!»
Na segunda hora de Saturno do dia de Sol, Dores de Nossa Senhora, S. Eustáquio, S. Socior

sexta-feira, setembro 18, 2009

O que fazer quando se sente sem iniciativa?

Tenho andado um pouco exausta, sem capacidade se quer para escrever, o que é sempre estranho para mim. A vontade habitual de partilhar está escassa, a criativa praticamente não está presente e só me apetece dormir.


Se não tivesse tido umas férias deliciosas até poderia achar que era normal, mas não é o caso. Pus-me a pensar e lembrei-me que há umas quantas técnicas que me podiam ajudar. Hoje partilharei uma convosco.

Nestas situações o mais provável é que tenha havido um acontecimento que nos desarmonizasse (ainda não sei qual) e os chakras entraram em desiquilíbrio. Ou se fecharam ou estão demasiado activos.

Pare e arranje um tempo para si. Entre em estado de meditação e aí imagine um arco-íris à sua frente. Entre no Vermelho e sinta-se a ser invadido pela energia/cor vermelha. Sinta a sua densidade, as sensações que lhe provoca, e veja-se a ser repleto dessa cor. Quando estiver pronto avance para o laranja e aja da mesma forma.

Faça todo o percurso passando pelo Amarelo, Verde, Azul e Violeta. No fim, veja o seu corpo astral repleto dessas cores. Analise tudo o que sentiu em cada um e, quando sair da meditação, anote as suas impressões.

Esta técnica serve para nos energizarmos e limparmos a nossa aura. Foi com esta técnica que encontrei o meu animal de poder, descobri em que chakra ele estava como o devia usar. É uma técnica muito boa.

Na segunda hora de Vénus do dia de Vénus, S. Tomás de Vila Nova, S. José de Cupertino

quinta-feira, setembro 17, 2009

Desafio fotográfico com Boleia

Bom dia Amigos, hoje é um dia muuuuuito especial! A minha irmã, amiga e companheira de viagem IdoMind vai ser entrevistada na Cova do Urso.
Já conhecemos muito bem esta linda iniciativa do Maestro e construtor de Pontes António Rosa e hoje teremos a oportunidade única de conhecer melhor a IdoMind. Esta pequena rapariga merece a nossa atenção. É actualmente uma das melhores escritoras da Blogosfera, nada menos!
Com uma escrita que parece ser compulsiva, ela fala-nos de tudo e de nada ao mesmo tempo, mas com uma característica única, são sempre palavras que lhe saem directamente do coração para o teclado.

Por questões profissionais não poderei estar sempre na festa, aliás só poderei chegar depois da festa já ter começado, mas gostava de vos convidar a todos para lá irem ajudar. Pode não parecer mas a IdoMind é uma moça muito tímida e talvez precise do nosso apoio.

Entretanto, para quem já conhece o Anel do Coração que o António criou, vale a pena voltar pois as perguntas estão muito diferentes.

Seja por que razão for...alguém partilha o táxi comigo para a festa?
Então vamos lá, a festa começa ao meio-dia!

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Júpiter, S. Comba, S. Pedro de Arbués, S. Roberto, S. Hildegarda, S. Olívia

terça-feira, setembro 15, 2009

Oração a Nossa Senhora das Dores

Hoje é dia da Nossa Senhora das Dores e a todos vós que aqui vierem peço que façam comigo esta oração. A oração deverá ser dirigida para a família da nossa amiga Hazel que acabou de se despedir de um dos seus elementos.
À Hazel apenas podemos oferecer o nosso amor, façamo-lo em oração e em conjunto. A minha sugestão é esta, mas quem quiser fará a sua:

Mãe, que tanto choraste o teu filho no momento da cruxificação e que compreendes quem perde quem ama, pedimos-te, auxília a família da nossa querida Hazel, para que em conjunto consigam superar a dor e recuperar a esperança na vida.

Alívia o seu peso enchendo-lhes o coração de compreensão e amor.

Ilumina os seus caminhos novamente para que possam seguir em frente e completar em harmonia as suas missões.

Acolhe a mãe que agora partiu e ajuda-a no seu percurso!

Mãe, ser-te-emos eternamente gratos pela ajuda que, sabemos de coração, nos prestarás.

Que a tua Luz eterna nos ilumine agora e sempre!
Na segunda hora de Sol do dia de Marte

segunda-feira, setembro 14, 2009

17.ª Lição do Mago

Os que buscam nunca se perdem, porque o espírito está sempre a guiá-los
O mundo do espírito está sempre a oferecer pistas aos que buscam
as pessoas comuns chamam a estas pistas coincidências
Para um mago não há coincidências:
qualquer acontecimento ocorre para expor outra camada da alma
O espírito quer conhecê-lo. Para aceitar o seu convite é preciso ter confiança
Quando procurar, comece no seu coração - a gruta do coração é o lar da verdade

in O Caminho do Mago, Deepak Chopra

Na primeira hora de Marte do dia de Lua, S. Salustina, Exaltação da Santa Cruz

domingo, setembro 13, 2009

Semana com o Diabo

Ui... ui... este título até parece saido de um filme de terror ;)
Não meus queridos, não nos vamos preocupar demais, apenas devemos estar mais conscientes esta semana para não agir impulsivamente, para controlarmos os nossos instintos animalescos. Durante a semana com tal energia podemos esperar provas, testes à nossa paciência e calma, obstáculos a serem revelados, enfim, assuntos que nos poderão tirar do sério.

O importante é manter a calma e lembrar-nos de recolher àquele ponto central que existe dentro de nós, confiando que temos a força para resolver qualquer situação e que tudo é passageiro, nada durará para sempre!

No tarot Arturiano, o Diabo é The Green Knight e vejam como a figura se apresenta muito menos perigosa e para nós mais fácil de lidar.

No teu mundo é Solstício de Verão, mas no meu é de Inverno. Venho num desafio, para te procurar por todo o lado e testar-te os nervos quando menos esperares. Aguenta sem medo perante o meu machado e passarás o teste.

Para esta semana, em que vamos precisar de estar centrados e calmos, escolho uma banda muito calminha, uma voz feminina. Bat for Lashes, do álbum Fur and Gold fiquem com Seal Jubilee e do álbum Two Suns fiquem com Glass e Peace of mind. I saw a light é uma música que faz parte de uma edição de Fur and Gold anterior.
Temos assim quatro músicas para nos equilibrar, espero que gostem!

Para todos uma excelente semana!

Na primeira hora de Saturno do dia de Sol, S. Filipe, S. Lourenço Justiniano, S. Maurílio

sábado, setembro 12, 2009

Reflexão com o Aeon

Esta semana com o Aeon, Juízo Final, arcano XX na Rota do Peregrino foi algo interessante pela energia do Arcano em si, mas também por ter saído, com excepção de segunda-feira, todos os dias Taças e muitas vezes se repetiram. As Taças são as nossas emoções, os nossos sentimentos. É a Água que nos movimenta e onde nos movemos, que existe em nós, de onde vem a criação, o princípio de tudo. Poderá ter sido uma semana a movermo-nos dentro, mas também a mexer em águas exteriores, nunca pode ser uma movimentação muito rápida, mas terá sido produtiva?

Vamos conversar:
Depois de se libertar das bagagens desnecessárias, renascido para uma nova fase da sua Jornada, sente que deve caminhar com o apoio único daquilo que sente, já reconhece a sua voz no meio de todas as outras e sabe que pode confiar. Novamente se encontra livre e pode seguir viagem, o domínio das suas emoções é o que lhe dá essa liberdade. Todas elas foram despertas e agora estão a ser resolvidas, muitas vezes até se resolveram sem a sua rédea.

A sua liberdade está presente, a sua comunicação é efectiva, mas há ainda algo que o bloqueia. O Cavaleiro com a Taça ainda não sabe o que é, mas esse bloqueio não o impede de se sentir bem. Sabe que não está a conseguir visualizar o cenário todo, mas há uma confiança que não o impede de seguir. O Amor Incondicional transborda de si, para si e para os outros. Ele celebra a Vida e a Morte com a mesma intensidade, ele sabe ouvir as vozes dos Mestres. Quanto ao bloqueio, apenas confia que no decorrer do caminho tudo lhe será presenteado.

Ao longo da jornada vai cada vez mais encontrando outras almas reconhecidas e recebe as confirmações que precisava, está no trilho certo. Algumas dessas pessoas são apenas para o confortar e apoiar, outras, porém, mostram-lhe situações a serem ultrapassadas. Seja como for, o Peregrino segue a Viagem, mergulha dentro de si e reconhece os seus erros passados, mas não pára. Faz a viagem interior e exteriormente, resolvendo o passado dentro, o que lhe permite agir no presente de forma diferente, reprogramando o que está para vir. Apesar de parecer não agir ele está sempre em acção. A acção na água é lenta, mas muito efectiva.

É nesta constante de dentro e fora que ele segue, confiando no Universo e no seu Caminho. Sabe agora que a alegria ou tristeza apenas pode ser provocada por si. O que terá acontecido nesta Viagem que o deixou tão seguro? Em verdade, ele sabe que nada, nem ninguém, lhe poderá retirar esta sensação de eterna celebração com a Vida. De onde vem isto? Será este o bloqueio que ele terá de passar? Deverá tornar consciente a origem de tal emoção? A viagem segue, hoje sem saber para onde, mas sempre em sentido de melhorar a sua personalidade e a sua vida. Para servir, ele tem de aprender os seus limites, as suas necessidades e a sua força. Para depois poder ser humilde, dedicado e quem sabe mestre.
Ora, aqui está o que o Aeon nos ofereceu, liberdade e sentimentos de amor e partilha. O peregrino mudou por dentro, está tão seguro em si que nada o impedirá. De alguma forma sinto que esta leitura se aplica a mim, mas acho que haverá por aí muitos outros peregrinos a sentirem estas palavras escritas para si. Estarei errada?

Na segunda hora de Saturno, do dia de Saturno, S. Auta, S. Juvêncio

sexta-feira, setembro 11, 2009

Ritual da Justa Protecção

Esta semana partilhei convosco a minha conquista pessoal. Falei-vos sobre a importância de mantermos as nossas acções de acordo com aquilo que desejamos alcançar, mas também vos disse que não conseguiríamos alcançar nada que não estivesse já programado acontecer.

Todavia, há alturas das nossas vidas em que por mais que façamos aquilo que queremos não acontece. Claro, poderemos sempre pensar que é porque não tem de acontecer, mas e se algo nos está a impedir de o conseguir, e se os nossos pensamentos não estiveram sempre para ali direccionados e fez com que a energia dispersasse, e se outras pessoas desejaram outras coisas para nós, e se as nossas escolhas passadas influenciaram a situação actual, enfim, há uma quantidade de e ses que nos podem influenciar negativamente no alcance dos nossos objectivos. O melhor mesmo é tirar as dúvidas, não vos parece?

Também já partilhei convosco a energia deste mês Setembro. Uma excelente altura para nos reprogramarmos. Assim sendo, venho oferecer-vos um ritual que nos irá ajudar a colocar de volta na direcção correcta dos nossos objectivos. Este ritual não irá criar novas situações e ajudar-nos a conseguir algo que não seja justo para nós, ele apenas nos ajudará a libertar o caminho de todas as influências negativas que estão a impedir que consigamos o que queremos, daí ser denominado Justa Protecção.

Acredito que este ritual é muito bom para testarmos se aquilo pelo qual estamos a lutar e não conseguimos vencer, é o indicado para nós ou não, uma excelente forma de retirar os e ses da nossa mente.

Tem como objectivo obter justiça, resolver disputas e solucionar problemas. Precisaremos de incenso de aloé e olíbano, uma taça metálica com murta e urze secas e moídas, avelãs, papel branco, caneta, folha de alumínio, fio vegetal e vela vermelha. Deverá ser realizado numa terça-feira, com a lua em minguante e com o Sol em Virgem (Setembro é o mês mais indicado).
Depois de fechar o círculo mágico e de realizar o ritual de abertura, acender a vela vermelha, erguê-la para Oriente e dizer:

- Grande Pai, que conduzes o Bom Combate, dá-me a força das Energias de Marte para que eu consiga resolver de forma justa, os meus problemas relacionados com .... (mencionar o problema cuja resolução se pretende).
Escrever na folha de papel o que se pretende obter e dizer:

- Que o Fogo transmita a sua Energia ao meu pedido e que a minha vontade se cumpra, dentro dos limites da verdade e da justiça.
Queimar a folha na chama da vela vermelha do ritual e deitar as cinzas na taça metálica, misturando-as com o pó de murta e urze.
Deitar a mistura sobre a folha de alumínio e dizer:

- Grande Mãe, tal como a Lua vai desaparecendo no Céu, faz com que os impedimentos que atrasam a resolução dos meus problemas também desapareçam. Que o poder da murta e da urze purifique as minhas intenções e desenvolva a solução dos meus problemas.
Deitar um pouco de sal consagrado sobre as cinzas e dizer:

- Que a Energia da Terra te dê a força necessária para que a solução se desenvolva.
Aspergir com água consagrada e dizer:

- Que a Energia da Água te dê a mobilidade necessária para que atinjas os objectivos desejados.
Passar pela chama da vela vermelha e dizer:

- Que a Energia do Fogo te dê a criatividade necessária para que encontres a melhor solução.
Passar pelo fumo do incenso e dizer:

- Que a Energia do Ar te transmita a capacidade de expansão necessária para que multipliques as soluções e acabes com os problemas que me afligem.
Dobrar a folha de alumínio com a mistura das cinzas e planta, fazendo um embrulho que será amarrado com o fio vegetal e dizer:

- Que a Força dos Quatro Elementos, encerrada nesta folha de alumínio com as minhas intenções, me ajude a encontrar a rápida solução para os meus problemas e me ajude a vencer este justo Combate.
Em seguida deverá realizar-se o ritual de encerramento e abrir o círculo mágico.

O embrulho com as cinzas deverá ser colocado perto de uma janela, de preferência virada a Sul. Na Lua Nova seguinte devemos pedir à Grande Mãe a mudança positiva da situação e a Força para a enfrentar.

No Quarto Crescente seguinte devemos fazer, na rua, um círculo de pedras e folhas de aveleria ou avelãs. No centro cortamos o fio do embrulho, abrimos a folha de alumínio e espalhamos as cinzas misturadas com o pó de murta e urze, soprando-as em todas as direcções. Dizer em seguida:

- Grande Pai, dá-me força e ajuda-me a vencer este Combate.
in Rituais Antigos para um Mundo Novo- Manual de Magia, José Medeiros

Depois de tudo isto feito, além de acreditarmos que tudo irá acontecer, deveremos ajudar no dia-a-dia o ritual com acções que nos levem a conseguir o que desejamos. Seja qual for a solução que desejam, uma coisa me parece importante, não pensem na forma como o irão conseguir, vejam apenas a situação resolvida e como isso vos iria deixar muito feliz, o resto cabe ao Universo decidir como será mais rápido e melhor para todos!

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Vénus, S. Teodora, S. Jacinto, S. Emiliano

quinta-feira, setembro 10, 2009

Desafio Fotográfico

Hoje trago-vos uma pergunta com o desafio.
Alguma vez viram uma pia baptismal fora da igreja? É normal?

Na primeira hora de Sol, do dia de Júpiter, S. Nicolau de Tolentino

quarta-feira, setembro 09, 2009

10 Bilhões de Batidas

Recebi por mail esta informação e achei-a tão interessante que decidi partilhar. Acho que muitos de vós concordarão comigo quanto ao interesse desta iniciativa. Pela paz mundial e pela união dos povos, assim eu também luto!


O Círculo Xamânico Karneyos do Projecto*Karnayna irá apoiar este projecto mundial que tem como objectivo manter a Terra ligada pelas batidas dos tambores numa intenção positiva de Cura e de Paz. O objectivo é que cada país toque durante uma hora consecutiva, começando às 19:00. Os Estados Unidos começarão no seu fuso horário e terminarão quando 24 horas se decorrerem. No Meridiano de Greenwich tocaremos com as Ilhas Britânicas, no dia 18 de Setembro, às 19:00 e, quando terminarmos, começará a Espanha, a França, e assim sucessivamente, até que os tambores se voltem a ouvir nos Estados Unidos.

Esta iniciativa conta já com inúmeros participantes de vários países, tendo uma rede de contactos e de informações disponíveis em diversos sites da internet.

Em Lisboa, será organizado um evento público, na Praia do Forte de São Julião, Carcavelos, ao qual poderá comparecer toda e qualquer pessoa que deseje participar nesta experiência, sendo que a única coisa que precisará será de um tambor. Se não tiver tambor, pode levar maracas ou mesmo algo que funcione como caixa de ressonância.
Para mais informações: http://www.projectokarnayna.com/

Linda ideia não é?

Na primeira hora de Júpiter do dia de Mercúrio, S. Serafina, S. Gregório, S. Pedro Claver, S. Omar

segunda-feira, setembro 07, 2009

500 Partilhas

Esta é a 500.ª partiha que faço neste espaço mágico e a minha partilha desta vez não poderia ser mais feliz!

Ao longo deste ano tenho vos falado muito sobre a magia e a sua importância nas nossas vidas. Porém, uma das mensagens que mais insisto em partilhar é que não basta realizar rituais e esperar que as coisas aconteçam. É preciso agir! É necessário criar as condições que pudermos para que a magia opere, desta vez vou vos dar um exemplo prático. E, claro, não vale a pena fazer rituais para coisas que não estejam já programadas acontecer, mas isso fica para outra vez!

Este ano estive a trabalhar num local que eu considero um local mágico. Lembro-me que há quase um ano chorei imenso quando soube que tinha ficado colocada naquela escola. Era uma escola TEIP, isto é, uma escola de intervenção prioritária devido a problemas comportamentais e sociais. Vinha de uma escola assim, onde senti que o meu trabalho havia sido em vão. Frustrada profissionalmente já começava a pensar em desisitir da profissão e tudo.

Mas a escola onde fiquei era diferente. O grupo de pessoas com que trabalhei era fenomenal, organizado, activo e sempre a pensar numa política de trabalho saudável, tendo as crianças como principal alvo.
Os alunos com que tive o prazer de estar eram deliciosos. Daqueles com brilho nos olhos por estarem a aprender coisas novas. Foi sem dúvida um ano em cheio. No final, chorei novamente rkrkrkrkrkr nem queria acreditar que me ia embora. No dia 19 de Julho fiz este post sobre isso.

Depois de ler o post percebo que a minha vontade era tanta que tinha mesmo de acontecer. Hoje voltei para aquela escola, reencontrei os colegas e soube que as turmas serão as mesmas! Estou tão feliz!!!

Sabem o que fiz para que isto acontecesse? Acreditei que iria acontecer. Os colegas riam-se pois ninguém previa como isso poderia ser realizado, mas sempre afirmei «Eu vou embora, mas Volto. Não sei como, mas volto!». Não entreguei os cartões, não retirei os materiais do cacifo, não arquivei os alunos e os seus trabalhos. Acreditei e mantive as minhas acções de acordo com isso.

Posso dizer-vos que acredito que estas pequenas acções ajudaram a provar ao Universo que era aquilo que queria e ele ajudou no resto. Tão simples como isso! A minha convicção não foi abalada por dúvidas ou medos.

Fazer desta partilha a número 500 é importante, pois também acredito que a entrada na Blogosfera me ajudou muito. Dizer isto a quem não faz parte desta realidade parece ridículo, mas sei que vós me compreendeis.

Desde que comecei a escrever aqui que as coisas à minha volta se começaram a reorganizar. Claro, também já terminei o meu retorno de Saturno, o que ajuda e muito!!! Mas o contacto com pessoas como vocês, o escrever, o pensar em conjunto, o partilhar, ajudou-me a crescer de forma mais intensa e saudável. Nunca imaginei que fosse possível ;)

Por tudo isto estou grata, feliz e sinto mesmo que renasci! Sei que isto é um marco importante na entrada da minha vida adulta ;)

Obrigada, obrigada, obrigada!

Na segunda hora de Lua do dia de Lua, S. Anastácio, S. Cláudio, S. Grato

domingo, setembro 06, 2009

Semana com o Aeon

Depois do Mago, chega o despertar, o Aeon, carta XX na Rota do Autoconhecimento. Será uma semana para estarmos despertos, atentos ao que está dentro e manifestar-se fora.

Confesso que estou um pouco impaciente, creio que pela primeira vez até. Não sei se terei coragem para enfrentar este Juízo Final. Terei de ter paciência e esperar, um dia de cada vez.

No Tarot Arturiano, esta carta chama-se The Sleeping Lord, aqui fica a sua mensagem:

Esperei muito tempo, revirando-me no meu sono sempre o perigo ameaça a minha terra. No entanto, o meu espírito sobrevoa-a para trazer a mensagem ao povo: «Sempre-atento, paciente e duradoiro, eu alimento-me do fogo das estrelas e espero o fim das eras. Minha é a voz das terras profundas. Fala e age por mim, o rei de outrora e do futuro.»

O que se está a transformar em nós? Nas nossas Vidas? O que está a despertar em nós? O que nos está a ser revelado?

Fiquem com Arcade Fire, Wake Up do álbum Funeral, numa versão acústica. Vale também a pena espreitar o vídeo.

Para todos uma excelente semana.

Reflexão da Semana com o Mago

O Peregrino andou a passar um mau bocado na semana passada, mas será que este encontro com o Mago o veio reanimar? Teremos conseguido encontrar novamente os nossos instrumentos de trabalho e ganho coragem para enfrentar novamente o Caminho?
Vamos ver.
No início da semana o Peregrino foi ao encontro das suas posses. Compreendeu a forma como se estabelece com o mundo Manifestado e que as suas escolhas têm sido feitas através do conforto e daquilo que ele valoriza. As posses, os status e os méritos têm regido a sua Jornada.

Confrontado com tal realidade opta por fazer mudanças, sai de uma situação de apoio e entra numa nova. O seu coração rejubila de Amor, sente-se novamente na crista da Onda do Amor Universal. Está pronto para recomeçar a sua viagem, libertou-se de bagagem desnecessária e sente a Força para construir novos trilhos.

As suas escolhas são agora feitas em sintonia com o seu interior, reconhece a sua voz no meio do silêncio e acede às memórias ancestrais que o rodeiam. Larga o cavalo e sente que pode recomeçar assim, a pé, mas cheio de força e de liberdade. Aquilo que está à sua frente, mesmo sendo desconhecido, será encarado como novos desafios necessários para a sua Jornada.
Esta semana o Mago mostrou-nos onde andávamos a empenhar a nossa energia vital, mostrou-nos os lugares que precisam de ser energizados e as direcções que precisamos tomar. Espero que as vossas escolhas tenham sido realizadas em prol da novidade, dos novos desafios que se encontram disponíveis para a nossa aprendizagem

A partir de hoje, teremos o Arcano XX – O Aeon, o Juízo Final. Será uma excelente altura para despertarmos da letargia, acordar para uma nova realidade, onde nós somos o centro do nosso Universo, das nossas acções. O que acontecerá ao Peregrino?

Na primeira hora de Marte do dia de Sol, S. Libânia, S. Eleutério

sábado, setembro 05, 2009

Continuar o conto da Shin

Queridos amigos, não imaginam como fiquei felicíssima pelo acolhimento que o meu conto recebeu. Mesmo se sabia que estava interessante, nunca pensei que tanta gente o viesse comentar e pedisse mais!!! Esta é que foi a surpresa.

Ora bem, na altura em que o escrevi foi assim que saiu e não me sai nada para a continuação da história, tenho a cabeça cheia de outras histórias, abri a caixa de pandora. Lembrei-me então de vos propor algo mais interessante.

Que tal serem vós a dar continuidade ao conto??? A narrativa está aberta e podem levá-la para onde quiserem! Podem fazê-lo nas anotações ou até mesmo levar para o vosso espaço e terminar a história lá. Dêem um fim à prisão da Shin!!!
Seria um enorme prazer para mim que isto acontecesse, era como se de alguma forma estivessemos a construir uma manta em retalhos, mas em conjunto e harmonia. Penso nisso e o meu coração fica em fogo de tanta energia!!!

A quem aceitar o meu desafio, mil beijocas de gratidão, para quem não aceitar...beijocas na mesma e quem sabe numa próxima construiremos uma história.
..
Na primeira hora de Lua do dia de Saturno, S. Vitorino, S. Antonino, S. Lourenço Justiniano, S. Berino

sexta-feira, setembro 04, 2009

Dormir aqui e amanhecer em outro lugar, pela Shin Tau

O António Rosa já há algum tempo andou a divulgar um novo espaço com um conceito muito interessante, o Vou de Coletivo! No entanto, ainda não tinha sentido que havia chegado a minha hora para ir de colectivo, até este tema de Setembro, dormir aqui e a amanhecer em outro lugar.

O tema interessou-me, seria o mote perfeito para começar a escrever os meus contos, as minhas histórias, poder dar vida Às Folhas da Shin. Vamos ver como me saiu!
«A noite está calma. O céu tem aquela tonalidade de azul que apenas acontece quando há lua cheia. A Mãe está a olhá-la e ela olha a Mãe. Sorri e fecha os olhos. Puxa suavemente os lençóis e cobre o corpo, não muito, pois faz calor. Todavia, com calor ou frio, Shin não consegue dormir destapada, precisa sempre do conforto do calor, da presença da energia a envolvê-la. Relembra isso e sorri.

Ao fechar os olhos revê na sua memória os acontecimentos do dia e agradece pelas bênçãos recebidas, sente-se grata e ainda mais protegida. A paz começa a invadir o seu corpo e relaxa. Ao seu lado, na mesinha, um candeeiro e uma foto. Em frente a secretária com folhas acabadas de escrever, um livro antigo e canetas espalhadas. As portas do roupeiro fechadas e as cortinas também. A segurança do seu quarto, o reconhecimento do espaço, um dado adquirido, ela sabe mentalmente o lugar de cada objecto. A paz mental começa a chegar e ela relaxa. Os pensamentos voam e ela adormece, na sua cama azul cor de céu nocturno.

Uma luz chega através da janela e incomoda o sono. O olho treme mas insiste em não abrir. Vira-se para o outro lado esperando que passe. Contudo, ao virar-se sente um calafrio a percorrer o seu corpo e busca os lençóis instintivamente. Não os encontra...apalpa e apalpa, mas não os sente. Finalmente encontra algo, frio, duro, redondo, algo que ela não reconhece, pois tudo isto ainda é feito com os olhos fechados.

Relutante decide abri-los e verificar o que era aquela coisa indecifrável. Shin demora ainda um tempo até conseguir levar todo o cenário à sua mente e reagir. Onde está a mesa com o candeeiro e a foto. A secretária, os papéis que escreveu na noite anterior, o roupeiro, os cortinados, a cama azul céu nocturno.

Todo o cenário conhecido havia sido substituído, desaparecera e agora não reconhecia o espaço. Observou e tentou registar outros pontos de referência. A pedra, a escuridão, a humidade e uma gruta. Onde estava? Como havia ali ido parar? Porque estava presa com uma corrente. O que fizera?

Inquieta tentou acalmar-se e dizia para si própria «É tudo um sonho. Acorda! Acorda!». Mas nada acontecia. Em segundos tentou aceder aos seus arquivos e pensar no que sonhara, por onde havia andado e qual a última coisa que fizera. Lembrava-se de ter adormecido na sua cama e olhado a Mãe, mas nada mais. Havia uma imagem na sua mente mas ela não a conseguia agarrar tempo suficiente para a descodificar.

Os seus olhos começaram a viajar no vazio e aquela sensação que tanto tempo conhecera, havia desaparecido, estava em frente ao desconhecido, sem qualquer controlo da sua situação. Aprisionada e perdida, era tudo o que ela conseguia identificar nas suas sensações. O terror invadiu o seu corpo e rendeu-se à prisão.

Na primeira hora de Saturno do dia de Vénus, S. Rosa de Viterbo, S. Grata, S. Marino de Rimini

quinta-feira, setembro 03, 2009

Desafio fotográfico

Conseguem imaginar como será viver aqui? O que fariam? Imaginem a vossa rotina diária e partilhem se quiserem!

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Júpiter, S. Cândida, S. Gregório Magno, S. Remaclo

quarta-feira, setembro 02, 2009

O mês de Elul

Regido pelo planeta Mercúrio, o signo de Virgem no mês de Elul, é o sexto e último dos meses/signos «masculinos», o último mês em que tudo se encontra em estado potencial ou ao «nível da semente». Elul dá-nos a oportunidade de modificar os próximos seis meses «femininos». Durante este mês poderemos usar a influência de Virgem para realizar uma revisão pessoal, identificar os nossos erros e «limpar a casa». Por isso, ao mês de Elul chama-se o Mês do Arrependimento.

(...) um mês especialmente adequado para que examinemos o nosso passado, façamos um balanço de nós mesmos e reparemos as nossas más acções. Qual é a melhor maneria de o conseguir?

A Cabala ensina que se tivermos feito mal a alguém, intencionalmente ou não, não só somos responsáveis pelas nossas acções, já que a pessoa que sofreu o mal estava destinada a ter essa experiência, fosse mediante as nossas acções ou as de outra pessoa. O que fizemos com as nossas acções daninhas foi agir como canais ou agentes da negatividade que era direccionada para a vítima. Não é que lhe tenhamos feito nenhum favor, mas a Cabala reconhece que a Luz funciona de maneira misteriosa. Os ladrões são culpados da sua ofensa, mas, de acordo com a Cabala, a vítima desse roubo estava destinada à experiência da perda. Por outras palavras, não somos responsáveis pelo destino das vítimas, mas somos responsáveis pelo nosso destino, o que nos permite sermos canais de negatividade.

Por último, a única maneira de nos arrependermos é mudar o futuro, voltando ao passado. As desculpas sentidas pelas ofensas passadas não vão solucionar nada nem mitigar a dor da vítima. Para nos arrependermos, devemos voltar, compreender a causa de termos agido mal, admitir os nossos erros e pedir que a mesma situação não se repita no futuro para podermos agir de maneira diferente. Isso permitir-nos-á realizar a nossa correcção através do arrependimento. A energia do mês de Virgem/Elul dá-nos a oportunidade de nos examinarmos em profundidade. Esta é a razão pela qual o signo Virgem tem o poder de purificar e limpar o mundo das suas imperfeições.

in Astrologia Cabalística: e o Significado das Nossas Vidas, Rav P. S. Berg


Na segunda hora de Saturno do dia de Mercúrio, S. Estêvão da Hungria, S. Brocardo, S. Justo de Leão, S. Agrícola

terça-feira, setembro 01, 2009

Oração aos Anjos de Virgem

O Sol entrou já há algum tempo em Virgem, como estava de férias a oração não foi publicada. Porém, esta oração é tão importante para este reinício que tenho de a partilhar. Poderemos dizê-la para pedir a estes seis anjos que nos dêem coragem para o trabalho, para nos tornarmos mais prestáveis e podermos desempenhar as nossas funções de forma mais eficiente.

Assim, aqui fica para quem a quiser.
Anjos da Guarda, portadores de Inteligência Prática, penetrai-me com a vossa Luz, concedei-me o vosso saber para que eu me torne uma Terra fértil, portadora de abundantes colheitas, úteis ao próximo e a mim.

Dai ao meu corpo os sais minerais indespensáveis à prosperidade espiritual e material, que devo criar com a minha acção diária.

Concedei-me uma longevidade feliz e uma permanente alegria de viver.

ÁMEN

Na primeira hora de Júpiter do dia de Marte, S. Egídio, S. Constâncio, S. Gil, S. Verena, S. Lobo de Sens
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...