domingo, fevereiro 14, 2010

A Torre acabou com a brincadeira!

Na semana antes da Lua Nova em Aquário, que assuntos andámos a reviver? A Torre levou-nos a redefinir prioridades e a escolher novos rumos, terá sido conscientemente ou teremos sido obrigados por ela a desfazermo-nos de tudo o quanto nos é desnecessário?

Vamos ver o que o Alegria andou a fazer, pode ser que nos ajude.

Alegria estava dentro da casa da Mulher. Com ela redescobriu prazeres, sentia-se bem e completo. Todavia, começou a crescer a dúvida de se deveria sair agora ou continuar por mais um tempo a desfrutar tal perfeição.

O seu Ego dizia-lhe que melhor do que aquilo seria difícil de conseguir. Afinal estava a receber simplesmente o merecido. Por que não ficar? Mas a sua mente dizia-lhe que se ali se quedasse seria eternamente apenas aquilo, não haveria evolução.

Na verdade a evolução do seu conhecimento pessoal era o que ele desejava. Ele era o Graal que tão corajosamente buscava. Para isso precisava expor-se com mais frequência a situações diferentes no seu dia-a-dia, só assim se poderia confrontar com as limitações e realizações atingidas.

Mas aquele conforto, aquela satisfação...tudo aquilo era fruto do que ele havia alcançado, merecia mais tempo a desfrutá-lo. E assim decide continuar por mais um tempo com ela.
Os jogos sexuais, as partilhas criativas, os desfrutes carnais foram usados e abusados. Alergia não se permitia aqueles luxos há tempo demais e agora sôfrego deixava-se ir.

Dois ciclos lunares se passaram até que os problemas começaram a surgir. Alegria não conseguia agora largar o leito, a sua energia estava toda canalizada para a descoberta da mulher e em oferecer-lhe cada vez mais prazeres. Aos poucos, a energia criativa de Alegria começou a definhar e a sua razão foi perturbada.

Exausto deita-se a dormir um pouco, apenas o suficiente para se recompor e começar outra vez o que havia interrompido.
No meio do seu sono Alegria tem uma visita. Está no cimo de uma Torre a observar o céu e de repente, uma voz estridente, cujo som magoava os ouvidos.

«O livre arbítrio é para ser usado com sensatez! Não vês no que te estás a transformar? Estás perdido nos jogos de prazeres! Não consegues largar a tempo as tuas realizações, por isso, terei de intervir!»

E com isto, um raio violentíssimo cai sobre Alegria expulsando-o da morada onde estava.

Suado e assustado Alegria acorda na cama da Mulher que o olha com suavidade.

«Tenho de me ir embora!»
«A porta está aberta poderias ter saído quando quisesses! Faz uma boa viagem e regressa sempre que quiseres, mesmo que não seja para superar provas, serás sempre bem-vindo ao meu leito!»

Alegria, ainda assustado, abandona a casa sem olha para trás. Deveria ter sido um herói e saído desta prova com distinção. Deveria ter saído a tempo, mas felizmente que o trovão apenas o tinha atingido em sonho. Pelo menos nisso estivera atento!

Bom, parece que alguns de nós estiveram atentos e “caíram fora” cedo, mas alguns de nós...nem por isso! Recordemos que a Torre apenas entra em acção quando estamos demasiado desviados do caminho, ela funciona como medida correctiva, é um ajuste!
Quanto maior for o nosso apego, maior será o impacto e os danos provocados!

Teremos à nossa frente uma semana de reflexão, Lua Nova em Aquário dando novas oportunidades e o Juízo Final, carta XX.

A todos uma excelente semana e um feliz dia de São valentim

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Sol, S. Valentim, S. Cirilo, S. Metódio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...