domingo, maio 02, 2010

A desfragmentação da ilusão com o Hierofante

«Alegria pegou na sua insatisfação, aquela sensação concreta que ele identificava como insatisfação, e elevou-a. Focalizou a sua atenção nessa emoção, materializou-a numa bola de cor vermelha e fê-la ir subindo até ao seu coração.

Nesse ponto acendeu uma chama de cor violeta e colocou a bola da emoção a ser transmutada. O vermelho foi-se desintegrando e tudo ficou violeta. Já sem sentir aquela emoção, Alegria dirigiu a nova energia para o seu plexo solar e largou aquela semente ali.

Nesta semana de festa, Alegria iria conhecer um outro Sacerdote que viria de outra terra para estar presente no Beltane, não poderia andar por aí com sentimentos e emoções menos positivas. Contudo, havia uma necessidade a manifestar-se. Alegria começava a sentir que precisava que os seus pares gostassem dele. Precisava de sentir o prestígio. Estaria com receio de ser comparado ao outro ou apenas que ele próprio sentisse que o outro era melhor que ele.

Estava com estes pensamentos contraditórios quando Ela lhe aparece anunciando a chegada antecipada do Sumo-sacerdote da Aldeia Distante. Os seus olhos arregalaram-se em surpresa. O seu coração começou a aumentar a frequência. O plexo solar apertou-se e as tripas reviraram-se. Alegria estava demasiado nervoso com aquela chegada.

Num acto mais automático do que premeditado, pega na sua espada e coloca-a à cintura. Arruma as suas dúvidas e concentra-se na tarefa. E, automaticamente, fecha todos os seus canais de energia, isolando-se do exterior. Ela observa-o e escolhe deixá-lo seguir, é altura de aprender a lição.

Enquanto caminha ao encontro da visita, Alegria vai imaginando como ele é. Mais velho, com barbas longas ao certo. Terá na mão um cajado e nos olhos aquele brilho que confere uma profundidade capaz de desnudar o mais revestido.
Começa também a imaginar que irá ser imediatamente descoberto, afinal ele não tem qualquer jeito para o cargo que desempenha. Será amaldiçoado e excomungado desta comunidade que ele tanto está a aprender a gostar.

Ah...mas não irá ser assim tão fácil. Alegria não vai baixar as armas de forma tão serena. Dará luta. Questionará a autoridade de tal pessoa. Fá-lo-á perder a calma e o respeito da comunidade. Defender-se-á até ao fim. Ela regista a sua agitação interior e quase sorri, nunca o vira tão inseguro.

Ele lá continua, nessa escalada de emoções e pensamentos perturbados. Mas de repente, como se um relâmpago o houvesse atingido, Alegria sorri. Onde estava a lição aprendida ainda nem há horas atrás com a Estrela? Porque haveria este Sacerdote de vir colocar a sua tarefa em questão? Porque haveria ele de o encarar como um inimigo?

Agarou-Lhe na mão e pediu que esperasse. Voltou atrás e depositou a espada na arca. Regressou e sereno seguiu em frente. Suavemente o fluxo energético regressou à normalidade. Alegria estava de novo ele próprio! Estes poucos minutos haviam sido um autêntico pesadelo. Parecia-lhe que havia passado dias, mas na verdade fora tudo muito rápido. A intensidade do drama havia sido real, mas a felicidade de ter conseguido superar essa ilusão era agora muita.»

Esta semana foi muito virada para os pensamentos. Fosse qual fosse a causa da vossa insatisfação, espero que tenham compreendido que ela era produto da vossa mente ou de pensamentos antigos que agora vieram à tona para serem limpos.

Alerto-vos ainda para a possibilidade de ter havido no final da semana um encontro com alguém que terá uma importância na vossa caminhada.
Essa pessoa pode ser de facto alguém com quem não se sentem bem, a chamada de atenção vai para o facto de ser um karma a ser limpo e este será o momento ideal. Poderá haver aqueles que tiveram esse encontro para constatar que finalmente o karma foi limpo e a pessoa nos é agora indiferente.

Relembro ainda que este ano já estivemos na presença do Papa, foi na altura em que Alegria decidiu aceitar a proposta e integrar esta comunidade. E que fizemos nós nas altura? Se a memória vos falha, vejam aqui.

O Papa ajudou-nos a consolidar a aprendizagem dura que realizámos com a estrela. Foi uma semana para confirmar, validar aprendizagens. Foi???

Na primeira hora de Lua do dia de Sol, S. Mafalda, S. Atanásio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...