segunda-feira, julho 19, 2010

E agora a Morte, o que fazer?

Para esta semana de Quarto Crescente, que será marcada pela entrada do Sol em Leão, temos como energia A Morte, energia 13.

Bom, já se sabe que esta energia não significa que haja de facto uma morte entre nós, uma morte física, o mais provável de acontecer será apenas uma transformação interior qualquer que provoque pequenas mudanças na nossa personalidade e consequentemente na nossa vida.

Na Árvore da Vida este arcano leva-nos para os Caminhos da Individualidade ou do Eu Superior, é o terceiro caminho que nos leva de Netzach a Tiphareth. Com ele o Peregrino deve aprender que tudo deve morrer para que possa ser reedificado. Para o meu coração se encher com o Amor Universal a minha Taça deve estar vazia de amores mundanos e apegos efémeros. 

Para compreender o que está para lá de Tiphareth eu devo abrir mão de tudo o que construí nesta vida e que não é digno de entrar comigo no Reino. Este é um momento de ir ao nosso caldeirão interior e ver o que andámos a reunir e que já não serve. Temos como força para nos ajudar a fase da Lua, que enquanto cresce a podemos usar para nos fortalecer a Vontade e a Coragem para efectivamente abandonar aquilo que já não nos serve.

Como energia sonora deixo-vos uma espécie de prece na voz única de Mazgani, Thirst do seu recente álbum Songs of Distance. Todavia, escolho deixar-vos com a música Der Tod und das Mädchen de Franz Schubert.

A todos uma excelente renovação!


Na primeira hora de Júpiter do dia de Lua, S. Justa, S. Rufina, S. Agilolfo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...