domingo, julho 11, 2010

E continuamos na Loucura...

A energia do Louco foi tão forte, tão poderosa que me exige fazer uma leitura diferente das cartas da semana. Então esta jornada do Alegria/Isis levanta o pano e dá voz ao coro.
«A energia 10 no início, na posição de Kether, é uma energia de mudança. Esta energia dá uma vontade enorme ao indivíduo de mudar tudo, de tudo virar do avesso na sua vida. É inútil procurar a razão nestas baixas esferas do mental: trata-se de uma determinação irracional, que provem das profundezas do inconsciente, sem que o indivíduo saiba porquê. Ele sabe apenas que deve mudar de vida e fá-lo-á motivado por uma necessidade do ego. 

O Pajem anuncia que a Providência nos envia uma criança que já não esperávamos, ou simplesmente a chegada de alguém novo, na nossa vida, e que será uma Providência, ajudando-nos nessa mudança.

Mas da mesma forma que temos o adjuvante, temos os oponentes que funcionam da mesma forma, dependendo da nossa capacidade de lidar com as situações, pois claro. A Rainha anuncia dificuldades, provenientes de uma mulher. Talvez tenha havido circunstâncias restritivas dessa mulher que nos condicionou, excluiu. Se ocorreu um encontro com ela que nos desprezara, lembremo-nos que ela apenas nos está a devolver a energia de que foi objecto por nossa parte numa vida anterior.

O 7 na quarta-feira, dia do mensageiro dos deuses, anunciou-nos boas novas, que grandes expansões estão para chegar, que não existe nenhum travão à exteriorização do indivíduo. Pelo contrário, ele utilizará os recursos infinitos de Hesed para juntar esplendor às suas construções materiais. Esta posição é uma garantia de sucesso. Numa palavra: protecção.

Todavia, essa protecção poderá não ser suficiente para o Cavaleiro que agiu  na quinta-feita. Este Cavaleiro desempenha um papel muito violento na nossa vida, será uma luta muito dramática. Ele pode ter surgir no corpo de um atacante, assaltante ou violador até. Será um rival sem escrúpulos, disposto a usar de violência para nos despojar do que nos pertence. A questão importante a manter em mente é que ele será apenas a extensão física de muitas ideias ou projectos que imaginámos na nossa vida. Apesar de não existir ligação kármica, é importante lembrar que tudo, mas é mesmo tudo, o que nos acontece é co-criado por nós. Assim, se formos violados, recordemos que apenas estamos a colher aquilo que plantámos. Não querendo com isto dizer que o outro não tenha de sofrer as consequências no mundo físico daquilo que fez, perante as leis da nossa sociedade, mas espiritualmente temos quota parte de responsabilidade das acções.

O 4 vem restabelecer o equilíbrio, enaltecendo o a justiça e rectidão do indivíduo. Ele disporá de poder para criar um mundo justo, talvez por causa do encontro com o Cavaleiro, tenhamos sido obrigados a compreender que o que o outro espelha que nos desagrada e violenta até, é um mero reflexo de quem somos o fomos e isso dar-nos-á, sem dúvida, uma visão mais justa e equilibrada do mundo.

E terminando em beleza, o 3 exerceu uma função exteriorizadora em nós, conferindo-nos a capacidade de construir o edifício do Amor, trazendo a este Amor a mensagem do mundo elevado ao qual ele pertence: Amor Sublime, Inteligência do Amor, ou seja, a compreensão dos mistérios espirituais, amor filial, amor para com outras pessoas de idade, amor engendrado pelo Destino.»

Em suma, a semana teve alguns encontros menos alegres, mas o Louco ensina-nos a ser cooperantes e pró-activos na nossa vida, assim, estaremos prontos para este novo ciclo começado hoje com esta Lua Nova e o Eclipse Solar total. 

A todos um excelente reinício!

Na segunda hora de Lua do dia de Sol, S. Bento, S. Pio, S. Sabino, S. Olga, Nossa Senhora do Patrocínio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...