terça-feira, setembro 07, 2010

Ritual da Prosperidade

Este é verdadeiramente o grande ritual que nos pode abrir caminho para uma vida mais próspera e feliz.
É mais indicado que seja feito na lua crescente, mas pode ser feito em qualquer outro momento. 
Escolha um pote de barro ou uma concha marinha, encha de arroz misturado com canela em pó e coloque em um local tranquilo de sua casa - pode ser uma mesinha, uma parte da sua estante, um aparador. Este "pote da fortuna" será um bom lembrete de que a prosperidade habita a sua casa.
Mas a segunda parte deste rito é mais importante ainda: escolher as coisas que deseja ganhar - dinheiro, paz, amor, saúde, etc. Após decidir o que necessita, comece doando o que deseja, ou seja, se deseja ganhar dinheiro, faça uma doação, mesmo que pequena, a uma igreja, instituição ou pessoa carente. Se deseja ganhar paz, faça uma oração em silêncio e no anonimato às pessoas do seu ambiente de trabalho, aos seus parentes e amigos e, principalmente, aos seus inimigos. Se deseja ganhar amor, seja amoroso com todos os que a cercam, dê um presente uma rosa vermelha a uma pessoa querida. Se deseja saúde, faça uma visita a um hospital. Enfim, faça doações espontâneas sem ficar esperando receber algo em troca. Se ficar esperando ou der simplesmente porque acha que basta dar para receber, nada acontecerá. Você deve saber que o que mais vale é a sinceridade de sentimentos e pureza das intenções. 
Você deve também sempre doar aquilo que não tem mais utilidade, como roupa e objectos que percebeu que não foram feitos para você. Isso activa a energia da prosperidade.

Carlos Navas in O Livro dos Rituais

Este ritual tem como base a utilização do poder da nossa mente. Ao usarmos objectos concretos como o arroz, símbolo de prosperidade, acabamos por estar a enviar para o nosso subconsciente a mensagem necessária para que os comportamentos padronizados se modifiquem.

Deve ser realizado mesmo numa lua em crescente, mas se por acaso necessitarem de o fazer e ela estiver em fase decrescente, lembrem-se apenas de focar o oposto. Na lua crescente o nosso foco é no aumento de algo, na prosperidade. Na lua minguante o nosso foco deve ser no afastamento das dificuldades, o seu enfraquecimento.

Por último, a parte final em que nos fala de dar aquilo que queremos, não só tem por base o grande arcano de para ganhar é preciso já o ter, mas também nos ajuda a compreender que até na magia nós somos parte integrante na acção. Não se pode fazer um ritual e esperar sentado que as coisas caiam do céu...é preciso ajudar a que ele se concretize!

Espero que vos ajude neste momento de crise que tantos passamos!

Na primeira hora de Vénus do dia de Marte, S. Anastácio, S. Cláudio, S. Grato
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...