sábado, julho 31, 2010

Ritual das Colheitas




Senhor da Luz, ao te ligares à Grande Mãe, fizeste girar a Grade Roda do Tempo, criando mais um ciclo de morte e de renascimento, germinando as sementes, produzindo vida em abundância e amadurecendo as colheitas.



Hoje é um dia grande, pois foi cumprido um ciclo que nos traz a plenitude da abundância e do conhecimento.

Hoje é mais um dia de festa, é o momento de colhermos tudo aquilo que andámos a semear. É momento de receber o triplicado! Espero que essa consciência esteja em paz e que esta noite mágica seja próspera.

Bendito seja o mistério da vida que existe em cada semente. Senhor da Luz, que a colheita seja abundante e o alimento do corpo seja suficiente para todos os homens.

Senhor da Luz, fizemos em nós o casamento místico do pão e do vinho. Que ele nos traga a tua bênção e nos auxilie a percorrer o Bom Caminho que conduz ao conhecimento.

Para mais informação sobre o ritual podem ir aqui.
Todas as imagens são quadros do artista William Adolphe Bouguereau.

Na segunda hora de Júpiter do dia de Saturno, S. Inácio de Loyola

terça-feira, julho 27, 2010

É assim que me sinto



O desejo de mudança é tão forte que quase, quase estive para entrar no cabeleireiro e permitir que alguém fosse criativo em mim! Mas ... considerando que a mudança não tem de se ver...recuei e entrei no Boticário LOL. A rapariga foi tão simpática que não resisti e fiz-lhe todas as vontades, deixei-a maquilhar-me, senti-me uma verdadeira princesa...fiquei LINDA! Mas também não comprei a maquilhagem, o utensílio pode ser o melhor, mas a mão tem de saber o que faz, a não ser que ela me maquilhasse todos os dias...não valia a pena o investimento.

Encontrei esta foto que me deixou apaixonada, com aquele calor bom a preencher o coração. É assim que me sinto!

O Grimoire vai entrar numa onda de férias...praia, sol, caracóis e bejecas é o que apetece. Vamos???

Na segunda hora de Vénus do dia de Marte, S. Pantaleão, S. Cunegundes, S. Cucufate

P.S. Repararam nos nomes dos santos do dia de hoje? LOL são todos tão estranhos heheehhehehe

segunda-feira, julho 26, 2010

Abandona-me. Abandona-me. Abandona-me.

Bill Henson

Peço-te anjo da morte que leves tudo o que já não preciso, para que o nosso reencontro seja mais célere.
Despoja-me de bens supérfluos, amigos falsos e fantasias incongruentes.
Leva tudo, deixa-me apenas a pele do corpo para que a minha verdade seja clara.
Torna-me leve, torna-me transparente, torna-me pura.

Que os meus olhos vejam apenas a verdade e discirnam as aparências.
Que o meu nariz cheire os odores da Natureza e me alerte para a putrefacção.
Que os meus ouvidos oiçam os conselhos sábios.
Que a minha boca professe apenas palavras de amor.
Que eu oiça, sinta e compreenda o meu corpo!
Que eu desperte na ribeira viva do Entendimento!

Que assim seja e assim será!

Que a energia sonora da semana nos leve a uma continuação de Morte mais serena. Fiquem com I Am You de Nightmares on Wax. 

Na primeira hora de Júpiter do dia de Lua, S. Ana, S. Sinfrónio, S. Olímpio, S. Teodulo, S. Rafael

domingo, julho 25, 2010

Une Charogne

E a Morte acompanha-nos mais uma semana!!!

Rappelez-vous l'objet que nous vîmes, mon âme,
Ce beau matin d'été si doux :
Au détour d'un sentier une charogne infâme
Sur un lit semé de cailloux,

Les jambes en l'air, comme une femme lubrique,
Brûlante et suant les poisons,
Ouvrait d'une façon nonchalante et cynique
Son ventre plein d'exhalaisons.

Le soleil rayonnait sur cette pourriture,
Comme afin de la cuire à point,
Et de rendre au centuple à la grande nature
Tout ce qu'ensemble elle avait joint ;

Et le ciel regardait la carcasse superbe
Comme une fleur s'épanouir.
La puanteur était si forte, que sur l'herbe
Vous crûtes vous évanouir.

Les mouches bourdonnaient sur ce ventre putride,
D'où sortaient de noirs bataillons
De larves, qui coulaient comme un épais liquide
Le long de ces vivants haillons.

Tout cela descendait, montait comme une vague,
Ou s'élançait en pétillant ;
On eût dit que le corps, enflé d'un souffle vague,
Vivait en se multipliant.

Et ce monde rendait une étrange musique,
Comme l'eau courante et le vent,
Ou le grain qu'un vanneur d'un mouvement rythmique
Agite et tourne dans son van.

Les formes s'effaçaient et n'étaient plus qu'un rêve,
Une ébauche lente à venir,
Sur la toile oubliée, et que l'artiste achève
Seulement par le souvenir.

Derrière les rochers une chienne inquiète
Nous regardait d'un oeil fâché,
Épiant le moment de reprendre au squelette
Le morceau qu'elle avait lâché.

Et pourtant vous serez semblable à cette ordure,
A cette horrible infection,
Étoile de mes yeux, soleil de ma nature,
Vous, mon ange et ma passion !

Oui ! telle vous serez, ô reine des grâces,
Après les derniers sacrements,
Quand vous irez, sous l'herbe et les floraisons grasses.
Moisir parmi les ossements.

Alors, ô ma beauté ! dites à la vermine
Qui vous mangera de baisers,
Que j'ai gardé la forme et l'essence divine
De mes amours décomposés !

Charles Baudelaire

Lembra-te, meu amor, do objeto que encontramos 
Numa bela manhã radiante: 
Na curva de um atalho, entre calhaus e ramos, 
Uma carniça repugnante. 

As pernas para cima, qual mulher lasciva, 
A transpirar miasmas e humores, 
Eis que as abria desleixada e repulsiva, 
O ventre prenhe de livores. 

Ardia o sol naquela pútrida torpeza, 
Como a cozê-la em rubra pira 
E para ao cêntuplo volver à Natureza 
Tudo o que ali ela reunira. 

E o céu olhava do alto a esplêndida carcaça 
Como uma flor a se entreabrir. 
O fedor era tal que sobre a relva escassa 
Chegaste quase a sucumbir. 

Zumbiam moscas sobre o ventre e, em alvoroço, 
Dali saíam negros bandos 
De larvas, a escorrer como um líquido grosso 
Por entre esses trapos nefandos. 

E tudo isso ia e vinha, ao modo de uma vaga, 
Ou esguichava a borbulhar, 
Como se o corpo, a estremecer de forma vaga, 
Vivesse a se multiplicar. 

E esse mundo emitia uma bulha esquisita, 
Como vento ou água corrente, 
Ou grãos que em rítmica cadência alguém agita 
E à joeira deita novamente. 

As formas fluíam como um sonho além da vista, 
Um frouxo esboço em agonia, 
Sobre a tela esquecida, e que conclui o artista 
Apenas de memória um dia. 

Por trás das rochas irrequieta, uma cadela 
Em nós fixava o olho zangado, 
Aguardando o momento de reaver àquela 
Náusea carniça o seu bocado. 

— Pois hás de ser como essa infâmia apodrecida, 
Essa medonha corrupção, 
Estrela de meus olhos, sol de minha vida, 
Tu, meu anjo e minha paixão! 

Sim! tal serás um dia, ó deusa da beleza, 
Após a benção derradeira, 
Quando, sob a erva e as florações da natureza, 
Tornares afinal à poeira. 

Então, querida, dize à carne que se arruína, 
Ao verme que te beija o rosto, 
Que eu preservei a forma e a substância divina 
De meu amor já decomposto! 

BAUDELAIRE, Charles. "Une charogne". In: Les fleurs du mal. Trad. de Ivan Junqueira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985. p.172

Na terceira hora de Vénus do dia de Sol, S. Tiago Maior, Cristóvão, S. Valentina, S. Tomás Kempis

sábado, julho 24, 2010

Aspectos de Úrano

Para terminar esta série de textos sobre Úrano nas casas, resta-me dar uma visão geral sobre que tipo de experiências podemos esperar dependendo do aspecto ou aspectos que Úrano faça no nosso mapa pessoal.

Mencionarei apenas aqueles que se consideram os maiores. 
Um número considerável de conjunções com Úrano no mapa indica as seguintes características:
  • originalidade e criatividade
  • tendências dinâmicas
  • serão sempre diferentes de alguma forma
  • espírito de independência
  • amigáveis e humanitárias
  • forte força de vontade
  • capacidade de acções dinamizadoras
  • afectados por mudanças.
Sextil:
  • oportunidades súbitas de crescimento mental e progresso
  • bons comunicadores
  • fazem amigos facilmente
  • interessados em grupos e organizações (de natureza oculta principalmente)
  • inclinação científica, intuitivos e espertos.
Quadraturas:
  • tendência a bloquear o seu próprio progresso e sucesso por causa da instabilidade, impulsividade e acções precipitadas
  • tendem a não ser razoáveis, obstinados e teimosos mesmo
  • mudam facilmente de ideias
  • recusam bons conselhos
  • tropeçam em erros sérios.
Trígonos:
  • boa sorte inesperada e súbita
  • criatividade intuitiva
  • formas originais de fazer coisas
  • geralmente são pessoas felizes
  • têm muitos amigos
  • aventuras excitantes.
Oposições:
  • problemas relacionais que provém de atitudes imprevistas
  • pessoas exigentes
  • pouco razoáveis para com os outros.
É claro que estas características terão a ver com a casa e planetas com que Úrano fizer os aspectos. Por exemplo, um trígono entre Úrano na 5 e Vénus na 9 mostra-me essas características são veiculadas através da Arte e da Criatividade, bem como das relações. É possível que a boa sorte seja trazida pela associação a pessoas importantes e dentro de instituições de Saber ou relacionadas com o estrangeiro! Repara-se que esta pessoa em particular vive com outra nascida em terras estrangeiras, numa relação pouco convencional!

Bom, os instrumentos foram dados, agora é aplicá-los ao mapa pessoal e ver como estamos ou não a permitir que as mudanças sejam realizadas. Vejamos a nossa liberdade através deste planeta!

Na segunda hora de Sol do dia de Saturno, S. Cristina, S. Francisco Solano, S. Boris, S. Godo

sexta-feira, julho 23, 2010

Um dia fora do Tempo



«Não sucumbirei ao desejo antes de me purificar e o purificar na luz da Razão e na força do Amor.
Não sucumbirei à Razão sem a temperar com o fogo do entusiasmo e a ternura do sentimento.
Não sucumbirei ao sentimento se não for capaz de activar a chama do crescimento, a compreensão mental do que possa simplificar e a aprendizagem que possa representar.

Que assim seja sempre.»


Na primeira hora de Marte do dia de Vénus, S. Apolinário, S. Libório

quinta-feira, julho 22, 2010

quarta-feira, julho 21, 2010

Úrano na casa XII? Sou livre através da minha ligação com o Universo

As pessoas que nasceram sob esta influência e que por isso mesmo têm este aspecto no seu mapa natal, têm uma tendência natural para se sentirem atraídos pelo que é oculto. Todavia, essa busca não é obrigatoriamente uma busca consciente, ela habita quase sempre o nível do inconsciente. Stephen King, Nostradamus, Charlie Chaplin e Madonna nasceram com este posicionamento.

Estas pessoas atraem para a sua vida de forma mágica o oculto e, aqueles que já aceitaram esse desejo na sua vida, passam então a buscar uma identidade espiritual superior. Não obstante, e mais uma vez, essa busca tem de ter a ver com algo que se passe na sua mente, o yoga, a meditação, as filosofias orientais, serão as áreas onde mais facilmente encontraremos estas pessoas. Che Guevara e Sting são exemplos disso.

Se Úrano estiver bem posicionado darão pessoas com uma mente intuitiva bastante desenvolvida e muito forte. Outra característica destas pessoas é a sua capacidade para serem excelentes amigos confidentes, não sabemos porquê, mas é com eles que desejamos desabafar e com quem nos sentimos verdadeiramente bem. Além disso, são excelentes trabalhadores de backstage, não são muito virados para a liderança (a não ser que o seu mapa indique outros aspectos com essas características). Neil Armstrong e Anne Hathaway e o meu OM.

Porém, estas boas qualidades rapidamente se transformam em muito negras se Úrano estiver aflito. Charles Manson, Adolphe Hitler e Sadam Hussein alguns exemplos do que quero dizer.
Quando Úrano não está harmonioso as pessoas podem usar a sua intuição para fins menos nobres, podem dar o medium baseado na neurose e viver uma vida de conflito e ilusão.

Por último, há uma grande probabilidade destas pessoas aderirem a grupos secretos. Eu conheço quatro, mas nenhum aderiu ainda ehehehehe, mas um eu sei que gostava e muuuuito!

Na primeira hora de Saturno do dia de Mercúrio, S. Praxedes, S. Daniel, S. Lourenço de Brindes

terça-feira, julho 20, 2010

La Fête

Viens, fais la fête
Viens dancer toujour
Célébrer l'amour

Séche tes larmes
Regarde autour de toi
Souris a n'importe quois

Il faut toucher les choses
Bois ton vin
Sens tes roses

Suis les mots, du poète
Prends la vie
Fais la fête

Viens, vis la valse
Vis l'éclat des jours
Viens chanter l'amour

Ouvre tes portes
Reçois la vie chez toi
Gonfle ton coeur de joie

Il faut toucher les choses
Bois ton vin
Sens tes roses

Suis les mots, du poète
Prends la vie
Fais la fête

Rodrigo Leão, in Cinema

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Marte, S. Elias, S. Margarida, S. Jerónimo Emiliano, S. Comba

segunda-feira, julho 19, 2010

E agora a Morte, o que fazer?

Para esta semana de Quarto Crescente, que será marcada pela entrada do Sol em Leão, temos como energia A Morte, energia 13.

Bom, já se sabe que esta energia não significa que haja de facto uma morte entre nós, uma morte física, o mais provável de acontecer será apenas uma transformação interior qualquer que provoque pequenas mudanças na nossa personalidade e consequentemente na nossa vida.

Na Árvore da Vida este arcano leva-nos para os Caminhos da Individualidade ou do Eu Superior, é o terceiro caminho que nos leva de Netzach a Tiphareth. Com ele o Peregrino deve aprender que tudo deve morrer para que possa ser reedificado. Para o meu coração se encher com o Amor Universal a minha Taça deve estar vazia de amores mundanos e apegos efémeros. 

Para compreender o que está para lá de Tiphareth eu devo abrir mão de tudo o que construí nesta vida e que não é digno de entrar comigo no Reino. Este é um momento de ir ao nosso caldeirão interior e ver o que andámos a reunir e que já não serve. Temos como força para nos ajudar a fase da Lua, que enquanto cresce a podemos usar para nos fortalecer a Vontade e a Coragem para efectivamente abandonar aquilo que já não nos serve.

Como energia sonora deixo-vos uma espécie de prece na voz única de Mazgani, Thirst do seu recente álbum Songs of Distance. Todavia, escolho deixar-vos com a música Der Tod und das Mädchen de Franz Schubert.

A todos uma excelente renovação!


Na primeira hora de Júpiter do dia de Lua, S. Justa, S. Rufina, S. Agilolfo

domingo, julho 18, 2010

O medo só se vence com a entrega - Lição do Hierofante

Isis acordou com o riso bizarro e, para seu grande espanto, o Hierofante estava ali. O que o trouxera para fora da sua comunidade. Quando este pensamento a invadiu o seu plexo solar deu sinais de perigo. Ainda mesmo sem lhe dirigir a palavra, ela soube que aquele encontro iria revelar uma luta de poder. Ele havia permitido que a sua Vontade fosse concretizada, mas ela sabia agora que não iria ser assim tão fácil.
«Grande Pai o que te traz por aqui? Fizeste uma longa viagem, deves estar cansado. Senta-te e repõe as tuas energias vitais.»
«Isis, minha filha, não tenho tempo a perder. Venho pois senti que precisavas de mim. A noviça que te atacou desapareceu da nossa comunidade no mesmo dia em que tu partiste. Receei que ela te estivesse a perseguir e de alguma forma te possa prejudicar. O meu amor por ti trouxe-me nesta missão.»
«Meu Pai, estou-te grata, mas não a vemos desde que partimos. Será que tenho razões para me sentir ameaçada? Terei de estar atenta e lutar pela minha sobrevivência?»
«Bom, agora que falamos sobre isso, devo confessar que por vários momentos me tenho sentido observado, mas ignorei essa sensação pensado que seria apenas o meu receio de ser incapaz de proteger os meus bens preciosos, Isis e a nossa criança no seu ventre.» - desabafou Alegria.
«Não poderemos ignorar este aviso, mas considero um erro tremendo modificar o curso do nosso Caminho com medo de algo que nem sabemos ser ou não concreto. Agiremos com mais prudência, repensaremos as escolhas, mas seguiremos em frente confiantes que o Amor tudo vence.»
Perante tamanha determinação ao Hierofante restou-lhe mais uma vez abençoá-los. 
«Minha filha, foste bem treinada e não duvido que serás uma excelente professora no futuro. Ages em conformidade com a tua Vontade e esta é integrada nas Leis do Cosmos, serás grande nesse teu Caminho. A Beleza é a tua busca, que ela seja próspera e fértil.»
O Hierofante partiu e no ar pairaram estas palavras:
«Eu revelo o fogo da rocha mais profunda. Eu sou a luz que dança, a lança que canta. Há um fogo dentro de ti também. Onde quer que estejas ferida, esse é o lugar de grande poder dentro de ti.»
E uma nuvem escura surgiu no horizonte, prenúncio de grandes mudanças...

Foi esta a semana. Com grandes avanços e retrocessos, com influências de terceiros pouco claras...mas nada vence a Luz. E para vós, como foi?

Na primeira hora de Júpiter do dia de Sol, S. Marinha, S. Frederico, S. Camilo de Lellis, S. Arnaldo de Metz

sábado, julho 17, 2010

Playlist #4

Hoje acordei e não sei porquê pensei no V Império, depois de beber café...assentou a ideia. Deste pensamento matinal, surge uma playlist completamente portuguesa.
Eis o que actualmente Portugal tem de melhor, o último é um Mestre.

Na primeira hora de Sol do dia de Saturno, S. Aleixo

sexta-feira, julho 16, 2010

Espiritualismo

Fobia by ~Antonina~

Junto do mar, que erguia gravemente
A trágica voz rouca, enquanto o vento
Passava como o voo dum pensamento
Que busca e hesita, inquieto e intermitente,

Junto do mar sentei-me tristemente,
Olhando o céu pesado e nevoento,
E interroguei, cismando, esse lamento
Que saía das coisas vagamente…

Que inquieto desejo vos tortura,
Seres elementares, força obscura?
Em volta de que ideia gravitais?

Mas na imensa extensão onde se esconde
O inconsciente imortal só me responde
Um bramido, um queixume e nada mais.

Antero de Quental

Na primeira hora de Marte do dia de Vénus, Nossa Senhora do Carmo, S. Sisenando

quinta-feira, julho 15, 2010

Eleanor Rigby



Na segunda hora de Marte do dia de Júpiter, S. Camilo, S. Henrique Imperador, S. Boaventura, S.Vladimiro

quarta-feira, julho 14, 2010

Em reflexão

Ability to Say No, Antonina

Na terceira hora de Mercúrio do dia de Mercúrio, S. Boaventura

terça-feira, julho 13, 2010

Para ti...

I tremble
They're gonna eat me alive
If I stumble
They're gonna eat me alive

Can you hear my heart beating like a hammer, beating like a hammer
Help, I'm alive, my heart keeps beating like a hammer
Hard to be soft, tough to be tender
Come take my pulse, the pace is on a runaway train
Help, I'm alive, my heart keeps beating like a hammer, beating like a hammer

If you're still alive
My regrets are few.
If my life is mine,
what shouldn't I do?
I get wherever I'm going,
I get whatever I need
while my bloods still flowing
and my heart still beats.

Help, I'm alive, my heart keeps beating like a hammer
Hard to be soft, tough to be tender
Come take my pulse, the pace is on a runaway train
Help, I'm alive, my heart keeps beating like a hammer, beating like a hammer

By Metric

Ser uma Ponte

Neste início místico de uma nova caminhada, recebemos a energia do Hierofante, fabulosa para quem quer recomeçar de facto, pois ela pode simbolizar um caminho à iniciação.

Esta carta tem uma energia de união que pode ser poderosa se a soubermos realizar. A busca do Peregrino, na maioria das vezes, é uma busca do Eu Interior, de descoberta sobre quem somos. Muitas vezes, porém, nessa busca acabamos por encontrar outro tipo de Conhecimento, pois para nos compreender precisamos muitas vezes de compreender o envolvimento.

Para trilhar este caminho é indispensável um ingrediente de vital importância...o AMOR. Não vale a pena falar sobre o que é o Amor, lembremo-nos apenas que ele é sempre o mesmo, ou seja, o Amor que sentimos pela mãe ou pelo pai é o mesmo daquele que sentimos por um namorado ou amigo, a diferença reside apenas na forma como escolhemos demonstrá-lo, e sim, claro, na presença ou ausência de desejo sexual.

O Hierofante esta semana exige-nos, sim exige-nos, que façamos a ponte entre o Homem e Deus, que desempenhemos o papel de um verdadeiro padre, servindo de canal para que a graça e o poder celestial possam  cair sobre esta esfera.

Para nos lembrar a ouvir o coração esta semana, escolho uma energia sonora interessante - Metric. A voz doce de Emily Haines a contrastar com as guitarras de James Shaw ou com a bateria de Joules Scott-Key, sempre envolvidos pelo baixo Josh Winstead. Temos aqui duas versões, a original e uma versão acústica. Gosto das duas e a questão não foi conseguir escolher...faz sentido assim, a versão mais dançável e louca e depois acalmar e repor o ritmo cardíaco no normal!

Fiquemos então com Help I'm Alive de Metric, álbum de 2009 Fantasies.

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Marte, S. Anacleto, S. Turiano

domingo, julho 11, 2010

E continuamos na Loucura...

A energia do Louco foi tão forte, tão poderosa que me exige fazer uma leitura diferente das cartas da semana. Então esta jornada do Alegria/Isis levanta o pano e dá voz ao coro.
«A energia 10 no início, na posição de Kether, é uma energia de mudança. Esta energia dá uma vontade enorme ao indivíduo de mudar tudo, de tudo virar do avesso na sua vida. É inútil procurar a razão nestas baixas esferas do mental: trata-se de uma determinação irracional, que provem das profundezas do inconsciente, sem que o indivíduo saiba porquê. Ele sabe apenas que deve mudar de vida e fá-lo-á motivado por uma necessidade do ego. 

O Pajem anuncia que a Providência nos envia uma criança que já não esperávamos, ou simplesmente a chegada de alguém novo, na nossa vida, e que será uma Providência, ajudando-nos nessa mudança.

Mas da mesma forma que temos o adjuvante, temos os oponentes que funcionam da mesma forma, dependendo da nossa capacidade de lidar com as situações, pois claro. A Rainha anuncia dificuldades, provenientes de uma mulher. Talvez tenha havido circunstâncias restritivas dessa mulher que nos condicionou, excluiu. Se ocorreu um encontro com ela que nos desprezara, lembremo-nos que ela apenas nos está a devolver a energia de que foi objecto por nossa parte numa vida anterior.

O 7 na quarta-feira, dia do mensageiro dos deuses, anunciou-nos boas novas, que grandes expansões estão para chegar, que não existe nenhum travão à exteriorização do indivíduo. Pelo contrário, ele utilizará os recursos infinitos de Hesed para juntar esplendor às suas construções materiais. Esta posição é uma garantia de sucesso. Numa palavra: protecção.

Todavia, essa protecção poderá não ser suficiente para o Cavaleiro que agiu  na quinta-feita. Este Cavaleiro desempenha um papel muito violento na nossa vida, será uma luta muito dramática. Ele pode ter surgir no corpo de um atacante, assaltante ou violador até. Será um rival sem escrúpulos, disposto a usar de violência para nos despojar do que nos pertence. A questão importante a manter em mente é que ele será apenas a extensão física de muitas ideias ou projectos que imaginámos na nossa vida. Apesar de não existir ligação kármica, é importante lembrar que tudo, mas é mesmo tudo, o que nos acontece é co-criado por nós. Assim, se formos violados, recordemos que apenas estamos a colher aquilo que plantámos. Não querendo com isto dizer que o outro não tenha de sofrer as consequências no mundo físico daquilo que fez, perante as leis da nossa sociedade, mas espiritualmente temos quota parte de responsabilidade das acções.

O 4 vem restabelecer o equilíbrio, enaltecendo o a justiça e rectidão do indivíduo. Ele disporá de poder para criar um mundo justo, talvez por causa do encontro com o Cavaleiro, tenhamos sido obrigados a compreender que o que o outro espelha que nos desagrada e violenta até, é um mero reflexo de quem somos o fomos e isso dar-nos-á, sem dúvida, uma visão mais justa e equilibrada do mundo.

E terminando em beleza, o 3 exerceu uma função exteriorizadora em nós, conferindo-nos a capacidade de construir o edifício do Amor, trazendo a este Amor a mensagem do mundo elevado ao qual ele pertence: Amor Sublime, Inteligência do Amor, ou seja, a compreensão dos mistérios espirituais, amor filial, amor para com outras pessoas de idade, amor engendrado pelo Destino.»

Em suma, a semana teve alguns encontros menos alegres, mas o Louco ensina-nos a ser cooperantes e pró-activos na nossa vida, assim, estaremos prontos para este novo ciclo começado hoje com esta Lua Nova e o Eclipse Solar total. 

A todos um excelente reinício!

Na segunda hora de Lua do dia de Sol, S. Bento, S. Pio, S. Sabino, S. Olga, Nossa Senhora do Patrocínio

sábado, julho 10, 2010

Intuição por David Lynch



Hoje proponho-vos este vídeo, está um pouco baixo o volume, mas vale a pena o esforço. Pensemos um pouco sobre a nossa intuição, de que forma a deixamos guiar-nos! Será que a ouvimos e seguimos?

Amanhã, dia de eclipse solar, com a Lua Negra bem activa, façamos uma meditação e deixemos que a intuição nos guie para depois com mais percepção escolhermos melhor o Caminho! Será um excelente momento para fazer magia ou para consagrar amuletos. Quem sabe será esse o dia que escolhes abençoar aquele colar especial, energizando-o com esta Lua em Caranguejo e com Vénus em Virgem!

Se querem ler mais sobre este assunto podem ir ao Dalla Blog do querido Marcelo Dalla, à Cova do Urso do querido António Rosa ou ao Navegante do Infinito da bela Astrid Annabelle. E ainda ao stellium da doce Hanah. Seja de que forma for preparem-se para um evento mágico como raramente sentimos antes, pelo menos nós!

Na primeira hora de Sol do dia de Saturno, S. Amélia, S. Verónica de Juliani, S. Januário, S. Canuto

sexta-feira, julho 09, 2010

"The Love Line"

E porque hoje é dia de Vénus e porque a lua está a fazer quadratura à minha Vénus natal e oposição à Lua e Neptuno (eixo 6/12), porque é tempo de Louco...aqui fica um vídeo doce para inspirar para um fim-se-semana romântico.


Na primeira hora de Lua do dia de Vénus, S. Cirilo, S. João da Colónia

quinta-feira, julho 08, 2010

Úrano na casa XI? Sou livre através das minhas aspirações

Antes de mais é importante referir que Úrano se encontra acidentalmente exaltado nesta posição, conferindo-lhe uma energia ainda mais forte! A casa 11 é a casa de Aquário que é regido por Úrano!

Esta casa é aquela que nos faz dar o passo de sair do eu para o universal. Aqui o tema central é esse mesmo a Universalidade e quem tem este posicionamento no seu mapa astral é uma pessoa especial nesse sentido. Isto é,  são pessoas que têm uma intuição natural para percepcionar as leis universais e os seus princípios. Como famosos com este posicionamento e que ilustram este aspecto temos: Osho, Martin Luther King, Carlos Castaneda, Dalai Lama XIV e Eva Peron.

Assim não será difícil de compreender porque têm uma ânsia de prestar serviços humanitários, preocupando-se com a busca da verdade e pelos factos, sem se prenderem a conceitos como tradição ou moralmente aceite (os únicos que conheço com este posicionamento, são curiosamente Capricórnios, e aqui há diferenças.). Exemplos nítidos são: Vincent Van Gogh, Michelangelo, Vitor Hugo e Charles Darwin.

As pessoas com Úrano na 11 têm um grande sentido de irmandade e curiosamente atraem para si amigos pouco convencionais que mental ou espiritualmente os estimulem. Mas, também têm uma visão pouco convencional sobre as relações. Esse desejo de ser estimulado pelos outros pode levar estas pessoas, em particular, a não se prenderem a uma única pessoa, ou se o fizerem, a sentirem-se muito tentados a pular a cerca. Querem exemplos: Nicole Kidman, Tom Cruise, Courtney Love e Jacques Mesrine. 

Porém, se Úrano estiver aflito as coisas não serão assim tão boas. Poderá haver uma tendência natural, irresistível até, para usar as pessoas para os seus próprios fins, uma grande irresponsabilidade pessoal e, claro, amizades perigosas, quem gostará de ser assim tratado?

Na primeira hora de Vénus do dia de Júpiter, S. Procópio

quarta-feira, julho 07, 2010

O que ficou por dizer

Se soubesses o quanto tocaste o meu coração. O quanto o teu rir me contagiou e inspirou a conseguir erguer-me de manhã e sair para um dia cinzento mesmo quando não apetecia. Se soubesses o quanto recordo o brilho dos teus olhos, a alegria com que me encaravas e o desejo espelhado na tua face. Se soubesses...

Mas como poderias saber que mudaste a minha vida se eu nunca to revelei. Se cada vez que me apetecia descalçar os saltos altos e sentar-me a teu lado, agarrar-te pela mão e pedir-te: «Ensinas-me como?», o meu lado sério vinha ao de cima e a responsabilidade tomava conta de mim e da minha vontade.

Se soubesses como guardo neste coração arrependido as palavras que me disseste e que nem sempre retribui, as vezes que me fizeste rir e o não expressei, as perguntas que me dirigiste e as respostas que te dei, as dúvidas nos teus olhos à procura das certezas nos meus. Se soubesses que me arrependo, o que farias? Dar-me-ias uma nova oportunidade? Teremos ainda uma nova oportunidade?

Como o não sei, expresso aqui tudo o que me vai na alma e nunca te disse.
Tudo o quanto és eu louvo e só posso dizer que serei eternamente grata por ter estado na tua vida. Serás grande, muito grande. Um dia ouvirei falar de ti e no fundo deste pequeno e cansado coração surgirá uma luz que me dirá: «Eu mudei porque te conheci!».

Obrigada pelas aprendizagens que me proporcionaste, segue em paz...

Na segunda hora de Mercúrio do dia de Mercúrio, S. Pulquéria, S. Cláudio 

terça-feira, julho 06, 2010

Ora...ora...Afinal foi o Juízo Final

A carta oculta deste mês, em que andámos a trabalhar o nosso lado interior com muita bênção, a Sacerdotisa, a Justiça, O Hierofante e o Imperador, é nada mais nada menos do que o Juízo Final!
Quando fiz as contas e me pus a pensar O_ô achei que fazia muito sentido! Ora vejamos:

 a primeira Sacerdotisa trouxe-nos novidades assustadoras, a segunda fez-nos tomar a decisão, mas nunca mais andávamos para a frente parecia que era Destino.

Ficámos durante a primeira quinzena do mês a meditar sobre o assunto, assim como se estivéssemos em banho-maria. Depois, chegou a Justiça e com ela limpámos o karma que nos estava a atrasar, preparando-nos para o encontro com o Hierofante que chegou com o Verão e nos deu um abanão!

E...depois de tantos círculos e espirais...chegámos ao Imperador que nos explicou a lógica mecânica de algumas relações!

Tudo isto culminou naquela energia fabulosa do Aeon, que curiosamente ou não na segunda Sacerdotisa eu senti estar a chegar, vejam aqui!

Portanto, em guisa de conclusão, este mês fizemos o trabalhinho necessário para a ressurreição do EU. Espero que tenha sido completa para que este Louco possamos mesmo ser nós e não alguém que nos surja na vida.

Na terceira hora de Sol do dia de Marte, S. Domingas, S. Maria Goretti, S. Goar, S. Godeliva

segunda-feira, julho 05, 2010

A Loucura chegou

Thom Yorke 

Depois de alguma agitação nas nossas vidas, surge um momento de pausa, chega o Louco! Mês de Julho, mês de férias, início com o Louco, que melhor poderia ser?!?

O Louco incentiva-nos a ser espontâneos, a agir impulsivamente mas com confiança. Ele não é o princípio, nem o fim. O Louco é aquela coisa que fica no meio, sendo tudo e sendo nada ao mesmo tempo. Por isso, dar-nos-á aquela vontade de estar em contacto com todos mas mantendo a nossa centralidade bem focada.

Será um excelente momento para tomar a iniciativa naquele assunto em que ainda não tinha coragem! Ouviste? Sim, é contigo. Não esperes mais, este é o momento!

Para esta semana a escolha da energia vai ser diferente rkrkrkrkr muito diferente. Abri o baú na conversa com amigos e fiquei com saudades de uma banda que gostei muito, na altura...

Ficamos com Bowels of Love do álbum Infernal Love de 1995 de Therapy? e umas outras surpresas! Todavia....não sei porque carga de água esta não dá, aliás, nenhuma de Therapy? dá para colocar no MixPod...nada que não se resolva e rápido antes que eu parta o ecrã. Ficamos com o vídeo da música, pelo menos até eu arranjar uma solução! Ah e como ficamos com um vídeo, não é um vídeo qualquer. Este pequeno filme é uma animação de Tim Burton, Vincent, narrada por Vincent Price, que vale a pena ouvir com o som original. A IdoMind já o publicou, podem ver aqui.

A todos uma excelente semana!

Na primeira hora de Saturno do dia de Lua, S. Atanásio, S. António Maria Zacarias.

domingo, julho 04, 2010

O Imperador fala-nos das relações

Isis adormecera enquanto Alegria conduzia a carruagem para um lugar seguro, onde os dois pudessem dormir para retomar o caminho.
A ex-Sacerdotisa sabia que as noites a seguir a uma lua cheia seria recheadas de sonhos e desta vez não foi diferente do esperado. Encontrava-se no seu Jardim de Primavera, o lugar secreto que ela tinha para se encontrar com a sua forma energética.
Enquanto banhava os seus pés no pequeno riacho pintado no cenário, um Homem aproximou-se. Era alto, loiro e muito bonito. Os seus braços eram fortes e as coxas musculadas, emanava segurança e ao mesmo tempo severidade. Olhou-o e sorriu. Este sentou-se ao seu lado e começou a debitar:
«Uma força descendente traz sempre benefícios às esferas inferiores, mas uma força que se eleva sem ter sofrido um processo de sublimação extraordinário...traz sempre a desordem. No meu reino ninguém sobe de posto passando etapas, tudo obedece a uma rigorosa hierarquia.»
«Na minha comunidade também o fazíamos. Apesar de agora eu saber que a noviça passará a Sacerdotisa sem ter tido a preparação indicada. Mas eu precisava de seguir o meu Cavaleiro.»
«Teres encontrado este Cavaleiro foi um golpe de sorte, do acaso. Com ele descobrirás o significado  do Amor. Porém...a dificuldade que encontrarás será a de ele expressar as suas necessidades, partilhar o seu mundo interior. No mundo físico uma realidade sublime terá uma duração limitada se não for supervisionada pelo sistema emotivo.»
«Bem sei, mas o respeito e o amor tudo suportam. Se ele é assim, quem sou eu para o querer mudar.»
«Oh minha jovem...Irás muitas vezes colocar a tua crítica na relação. Serás um ditador outras vezes, não te enganes, pois a tua forma de ver as coisas é sempre a correcta. Nada disso trará prazer e alegria à relação. Será preciso que te eleves e mudes a residência do teu Ego para que a violência não ocorra.»
«Será assim tão mau? Acreditas mesmo que não saberei ser respeitadora e paciente?» 
«Refugir-te-ás no passado em busca do momento em que algo não correu como devia, quase numa atitude auto-flageladora. Mas a tua sorte continuará, e encontrarás pessoas do teu passado que activarão essas experiências. Emocionalmente será árduo...mas não impossível.»
Isis suspirou e começou a sentir dentro de si um desânimo a ganhar força. A sua escolha estava feita, não havia volta a dar, mas a tarefa que lhe era apresentada parecia árdua demais para si.
«Por último, - retomou o Imperador vendo esse sentimento espelhado na face dela - devo anunciar-te que a criança que trazes no ventre irá mudar tudo, a tua vontade será não mais a tua vontade de agora.»
Isis ouviu-o com um sorriso esboçado na alma. Aquela criança, pensa ela com um brilho nos olhos, mas no mesmo instante surge uma sombra. Isis recorda o momento em que uma das noviças a amaldiçoou-o e a inquietude voltou a fazer parte de si.
Enfrentou outra vez para o Imperador e pediu:
«Diz-me, ela será perfeita?»
Quando ele lhe ia responder, Isis foi acordada por um som estridente que no sonho não conseguiu identificar. Porém, assim que os seus sentidos despertaram compreendeu que era o som de alguém a rir, a rir que nem um louco. Saiu da traseira da carruagem e deu e caras com ele...  

E foi esta a semana com o Imperador, a semana em que os dois se puseram a caminho e recomeçaram a jornada em conjunto. 
Foi uma semana de reencontros, atrever-me-ia a dizer. Uma semana em que desvelámos algumas características desconhecidas de pessoas do nosso círculo intimo. Uma semana em que compreendemos o perigo de alguma das nossas acções e ... tivemos de escolher. 
Foi???

Na terceira hora de Vénus do dia de Sol, S. Isabel Rainha de Portugal, S. Ulrico, S. Procópio da Boémia

sexta-feira, julho 02, 2010

Cat's Meow

Hoje, dia de Vénus, início de fim-de-semana, partilho algo mais leve. 
Andava a brincar pelo YouTube e dando liberdade à minha criança interior que está muito tristinha, encontrei este vídeo e achei o máximo. Dei umas boas gargalhadas com as expressões do gato. Com uma técnica muito boa Jorge "Jay" Garcia faz-nos reflectir sobre as figuras que fazemos por causa da posse. Aprendamos a partilhar e a viver no desapego! Espero que gostem do vídeo! 

A todos bom fim-de-semana!

Na primeira hora de Marte do dia de Vénus, S. Márcia, S. Bernardino, S. Otão, S. Deodato

quinta-feira, julho 01, 2010

Yesod

Retomando a temática cabalística esta semana com o Imperador, eis finalmente a sephirah Yesod ou a Fundação. Como o próprio nome indica esta é a casa da nossa personalidade interior, aquela que não revelamos a ninguém, que apenas nós conhecemos e desejamos conhecer melhor.
Sephirot de Dino Valls

Regida pela Lua e situada na coluna do meio, a do equilíbrio, Yesod relaciona-se com o subconsciente, base da nossa personalidade. Yesod cristaliza a vontade emanada de Kether, que passa por Tipharet, a consciência, a morada da nossa personalidade espiritual, para poder ser materializada em Malkuth

É aqui que as nossas fantasias e ilusões são detidas ou enaltecidas, dependendo do trabalho que temos realizado em auto-domínio. Yesod é a ponte entre o Reino e a Beleza. É através dela que chegamos ao nosso lado espiritual mais elevado, por isso, é importante que a conhecemos. Em Malkuth realizamos as experiências que passam por este crivo para poder chegar a Tiphareth.

Yesod no mundo físico representa a nossa vontade de ser independentes dos outros. É aqui que compreendemos que o caminho oculto é independente dos outros e que exige trabalho árduo.No mundo interior esta sephirah é o lugar indicado para a prática da Magia Astral, Evocações de imagens ou de memórias distantes.  No mundo exterior ela manifesta-se nos sonhos, no sexo e nas memórias auto-conscientes. 

Para nos conectarmos com esta esfera podemos escolher acender uma vela azul-violeta, pegar numa taça ou usar um espelho mágico para meditar. Se sentem próximos de Anjos, podem escolher conversar com Gabriel que ele vos levará a Yesod num abrir e fechar de asas. Há aqui o Ritual para Contactar o Arcanjo Gabriel e deixo-vos com uma evocação:

Gabriel, Príncipe e Senhor da visão do mundo.
Fazei com que todos os sentidos do meu organismo,
Sejam sempre um espelho da lei Universal de Deus.
Intercedei através do meu anjo guardião,
Que meu pedido se dirija ao astral,
Com a mesma força que fizestes a anunciação a Nossa Senhora.

Gabriel, Príncipe Divino, eu vos saúdo,
Transmutador da natureza,
Fazei com que o meu corpo e espírito,
Acumulem a luz da vossa sabedoria.
Fazei-me um ser invisível,
Contra todos os meus inimigos, violência ou perigo.

Príncipe Gabriel,
Fazei com que as vossas forças,
Dissolvam os plasmas negativos do meu corpo
E da minha família, por luzes cristalinas.
Transmutai todo ódio em amor elevado,
Fazei de mim um intérprete das vossas intenções.
Salve, ó amado Príncipe Gabriel.
Amén.


Na primeira hora de Sol do dia de Júpiter, S. Teodorico, S. Júlio, S. Teobaldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...