domingo, abril 10, 2011

O Louco

Depois do Diabo nos ter andado a tentar, a testar as nossas forças e paciência, chega o Louco a confirmar que fizemos tudo muuuuito bem, ou não.

Seja lá qual for a avaliação que fazemos da semana passada, podemos estar confiantes que nesta vai haver um começar. É como se tivéssemos feito um reboot à alma e ela se apresentasse agora novinha em folha, branca imaculada pronta para tudo outra vez.


É um bom momento para nos integrarmos com o Todo, sentir e aplicar os conhecimentos de que somos todos um e que todas as nossas acções se repercutem nos outros também. O louco abre as portas e janelas a todas as possibilidades que andámos a cocriar, só nos resta escolher prudentemente e seguir. Além disso, é um momento mágico para curar, não só a nós e às nossas acções, como também aos outros. Se tens essa capacidade, fá-lo, não recuses as ajudas que te forem encaminhadas, nunca, mas principalmente esta semana.

Que os pássaros possam cantar na nossa estrada, enquanto rumamos para o nosso destino. Que a alegria da Vida nos invada, enquanto marchamos destemidos. Que o Amor trilhe o caminho e a Sabedoria guie os nossos passos.

Assim seja!

Para uma semana tão inspirada (com o meu aniversário a terminá-la!) escolho uma música de uma banda que muito gosto, com vídeos sempre espectaculares que me mostram como é fácil sermos parte do todo. Ora vejam:
Moloko com Forever More

Dancemos que nem loucos até que o Amor nos preencha e saibamos que não podemos ter aquilo que não há espaço dentro de nós para receber.

What if I drown in this sea of devotion
Just a stone left unturned
My need is deep
Wide endless oceans
Feel it furious
The fire burns on

Let there be love
Everlasting
And it will live eternally
Will we receive without ever asking? 
I’m just curious

Na segunda hora de Júpiter do dia de Sol, S. Ezequiel, S. Matilde
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...