domingo, novembro 13, 2011

P'ró Diabo as relações

Afinal que andou o Diabo a ensinar-nos esta semana?
A pergunta que nos fez imediatamente foi «Onde anda a tua paixão comprometida?» Que tipo de relações tens? As tuas relações são verdadeiras, descomprometidas? Constantes? Ou serão elas baseadas em invejas, ciúmes? Será que te deixas ofuscar pelo poder do outro?

Se a resposta a algumas das perguntas é afirmativa, não te preocupes, não desanimes. Não podemos ficar desapontados por ainda não sermos perfeitos, se já o fossemos não estaríamos com certeza aqui. As relações são das experiências mais complicadas pelas quais podemos passar neste Plano Manifestado. Mas o Diabo relembrou-nos coisas importantes.

Portanto, não pode haver competição numa relação. E não vale a pena alegar-se a competição saudável. E o sexo também não é uma competição. Não! A competição só pode existir de nós para nós. Essa vontade de ser mais e melhor do que o outro, tem de ser invertida. Dirigida para dentro. É essa ânsia de nos melhorarmos que nos deve fazer perseverar. Essa Vontade/Competitividade deve ser a nossa bússola interior, jamais exterior.

É claro que, agora, não temos desculpa possível para perpetuar essas relações que só nos consomem, por estarem assentes ainda em conceitos antigos, em padrões de comportamento vampirescos. O que nos leva à segunda parte da leitura.

Estando com a mente clareada neste assunto, fica mais fácil ver as coisas por outra perspetiva. Torna-se, agora, mais fácil olhar para o Outro e ver o seu comportamento, compreender o que é pretendido e, se assim for a nossa vontade, alinhar com essa energia. Mas se não for essa a nossa vontade? O que vais fazer para mudar as relações? 

A saída da relação só cada um sabe como a fazer, ou se esgueiram airosamente pela saída mais discreta ou vão diretos ao assunto e põem os pratos limpos. Cada um deve agir de acordo com a sua verdade interior, ou em último caso, o melhor que for capaz.


Os Arcanos menores, desta semana, trouxeram-nos o hexagrama 61 - Verdade Interior, que nos deixa  o seguinte conselho:
O homem nobre é cauteloso em seus julgamentos e adia a condenação de pessoas à morte.
Mas somando o Arcano Maior, ficamos com o 13 - Comunidade:
O homem nobre distingue as coisas por seus géneros e espécies.
 O Diabo veio, esta semana, ensinar-nos a libertar-nos das relações que não nos fazem bem. Ajudar-nos a ver que tipo de ligações mantemos com os outros. Ele deu-nos uns óculos especiais para podermos ver as linhas que nos mantêm em contacto com o Outro. Agora, cada um fará a escolha/mudança/rotação que pretender. 

Seja o que for que decidamos fazer, que seja para a nossa Libertação!

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Sol, S. Eugénio, S. Estanislau, S. Diogo de Alcalá, S. Brízio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...