Avançar para o conteúdo principal

Um Papa perseverante

O Papa levou-nos esta semana para a nossa História pessoal. Qual seria o passo a dar? 
A semana começou por nos inquirir onde estamos nós a empenhar a nossa paixão, levando-nos diretamente para a semana dos Amantes. A Rainha de Bastões não brinca, ela é madura o suficiente para saber que a Paixão é uma energia muito poderosa e que deve ser usada com muito cuidado. Teremos nós aprendido isso na semana antecedente?

Pode ou não ter havido uma revelação esta semana. Trazida por alguém ou apenas feita por nós. Essa revelação terá a ver com construções mentais. Teremos compreendido que, como D. Quixote, andamos a lutar contra moinhos de vento. Andamos a desperdiçar a nossa energia em construções mentais desnecessárias, aplicámos a nossa força de combate em inimigos ausentes ou assuntos ilusórios. Se ao invés disso, aproveitássemos para construir alicerces sólidos na nossa história, a semana não teria trazido essa sensação de fracasso.

Desta forma, é bem provável que a semana nos tenha trazido alguma insatisfação. Quando nos apercebemos que os nossos instintos criativos estavam a ser aplicados em ilusões, sentimos que fracassámos. O nosso melhor estava a ser aplicado em vão. Tanta energia desperdiçada.

Porém, a meio da semana houve uma energia que nos fez mudar. Escolhemos dar o passo para seguir em frente, cortando com essas ilusões de uma vez por todas. Os moinhos de vento foram encontrados e eliminados com a espada. Contudo, parece-me que a espada usada não foi a nossa, mas a de algum amigo próximo. 

Quando, no nosso caminho, necessitamos da ajuda de outros, nem sempre a sensação que perdura é a melhor. É verdade que a amizade é uma das coisas mais belas que esta vida tem, no entanto, quando é necessário alguém vir em nosso socorro, há sempre uma sensação de que fracassámos, não fomos capazes de agir por nós próprios.

Quero com isto dizer que, de certa forma, quando isso acontece, perdemos algo, muitas vezes a nossa capacidade de ação, de decisão, de conexão. O Papa esta semana mostrou-nos isso, que de alguma forma deixámos de assumir as rédeas da nossa carruagem. Mas deixou-nos em paz, descansados, por sabermos que há sempre aí uma mão amiga para segurar uma rédea por nós, enquanto nos distraímos a ver as paisagens...

O Livro do I-Ching traz-nos o hexagrama 48 - O Poço:


O oráculo
O poço. Pode-se mudar uma cidade, mas não um poço.
O poço não aumenta nem diminui.
As pessoas vão e vêm e recolhem a água.
Se antes de a corda alcançar a água, o cântaro se quebra,


isso traz infortúnio.
Conselho
O homem nobre encoraja o povo no seu trabalho e incentiva a ajuda mútua.
Interpretação
O modelo que o Livro nos oferece para fazer face à situação do momento é o de buscar uma totalidade orgânica  incentivando que cada parte conheça o melhor possível as necessidades do conjunto. A visão do todo favorece o espírito de solidariedade em benefício do todo e de todos.

Ao somar o Arcano Maior da Semana, obtemos Progresso Gradual (Desenvolvimento):

O oráculo
Progresso gradual. O casamento da jovem traz boa fortuna.
A persistência no curso correto traz recompensa.
Conselho
O homem nobre, por manter sua virtude e dignidade, inclina o povo para a bondade.
Interpretação
Para que se possa exercer influência sobre outros, os estímulos devem ser persistentes e graduais. Nenhum choque ou despertar repentino tem efeitos duradouros. O crescimento individual ou de grupos precisa ser orgânico como o de uma árvore. Para o processo ter êxito, é indispensável que a personalidade que exerce influência cultive suas próprias virtudes e esteja em constante esforço de aprimoramento moral.

Na primeira hora de Saturno do dia de Sol, S. Barbara, S. João Damasceno

Mensagens populares deste blogue

Oração para benzer a casa

Lembrei-me hoje de partilhar a oração que podem utilizar durante a limpeza da casa, é a que eu utilizo e com a que melhor me tenho sentido. Esta reza foi retirada do livro Tissanas, Mezinhas e Benzeduras de Lubélia Medeiros. O livro contém uma recolha de orações e de benzeduras populares muito interessantes, para alguém como eu que não teve tempo de aprender tudo com a avó, torna-se num compêndio muito rico. Além disso, e como o título indica, contém receitas de chás e de pomadas caseiras que podemos utilizar na cura de determinadas doenças. Fica aqui então a benzedura para quando estamos a defumar a casa com alecrim e arruda, ou com outras ervas com que nos sintamos bem:

Em louvor do Santíssimo Sacramento do altar, Esta minha casa eu estou a defumar, Para que todos os espíritos maus, Inveja, praga, mau-olhado E artes diabólicas se hão-de afastar. E a paz de Jesus nos venha abençoar. (abrir a porta da rua e dizer três vezes) Em louvor de São Bento Sai o mal para fora que entre o Bem para dentr…

Invocar e enviar Poder Mágico

Para começar é necessário definir o que é o Poder Mágico, só sabendo do que se está a falar se poderá invocar e enviar. O Poder Mágico é a energia que Mago invoca e molda para seu uso, para os seus objectivos.

Conseguir invocar o Poder Mágico é de uma utilidade extrema para o Mago, seja em que momento for, eu por exemplo invoco o Poder Mágico do meu Nome quando me sinto a ser atacada e impossibilitada de reagir ou quando estou a precisar de me concentrar em alguma coisa. Mas quando nos referimos a invocar a energia para questões de rituais estamos simplesmente a relembrar que tudo neste Universo é constituído por energia, moléculas.

Quando o Mago pretende invocar as energias de algo à sua volta apenas está a aumentar o campo vibratório do objecto. Por exemplo, quando utilizamos catalisadores durante um ritual temos a consciência de que esse objecto não tem poder em si, é apenas quando o mago invoca o poder que lhe conferiu antes do ritual que este poderá ajudá-lo no seu trabalho.

Entã…

Ritual para limpeza de Karma

Nas últimas semanas, as conversas com o Viajante tem andado muito em volta do Karma e como amanhã é um dia poderoso, decidi partilhar um ritual que serve para o podermos limpar conscientemente.
Este ritual foi criado por uma bruxinha linda com quem partilhei um ano de rituais. Sei que ela vai ler este texto e por isso, peço perdão aos outros, vou fazer uma pequena homenagem e deixar aqui no meu livro uma mensagem de gratidão e perdão.
Ela foi a minha mestre em meditação. Surgiu na minha vida no momento certo e com ela aprendi a Beleza das meditações e das limpezas Universais (um dia colocarei aqui como podemos limpar o Planeta das energias negativas). Com ela e através dela aprendi o caminho para o meu mundo interior e cresci muito nos seus braços. Um dia levou-me a outro mestre, que me despertou para a Magia. Nesse momento deixámos de ser discípula e mestre para nos tornarmos amigas de Viagem. Não foi fácil esta passagem, pois como em tudo na vida tinhamos formas diferentes de encarar …