segunda-feira, maio 28, 2012

Escutas o teu coração?

Tenho ouvido muitas vezes, principalmente nos circuitos ditos esotéricos, que eu não oiço o meu coração. 

Durante muito tempo, este assunto ocupou grande parte da minha atenção e energia. Durante muito tempo me questionei sobre o que era isso de escutar o coração. Teria de ficar com aqueles olhinhos de alucinada tipo que se esqueceu onde estacionou a nave e pôr palavras nas emoções que sentia? Ou teria mesmo de imaginar que falava com um coração tipo de peluche que movia os lábios e me dizia o que queria?

O que era isso de ouvir o coração? Com certeza que nenhuma das hipóteses anteriores seria a correcta. Mas como podia eu, eu, não ouvir o meu coração? O estranho era dizerem isso a uma pessoa que é emotiva, que tudo o que vive ou experimenta neste Plano Manifestado é interpretado e sentido pelas emoções. Como era possível?

Foi por volta desta altura que percebi que nem tudo o que os outros nos dizem merece ser escutado, muito menos perder tempo com reflexões resultantes dessas palavras. 

Hoje em dia sei que escuto o meu coração. Sei o que ele me pede, nesta semana dos Amantes. Sei o que ele anseia e pelo que está infinitamente atraído. Não obstante, também sei que no dia do Juízo Final a balança de Osíris será a prova final e o meu coração não poderá pesar mais que a pena que será por ele colocada no outro braço da balança. 

E vós? O que deseja o vosso coração? Conseguem ouvi-lo? E escutam-no sempre?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...