quinta-feira, setembro 26, 2013

A Lua (parte 3)

A Lua (parte 1)
A Lua (parte 2)

A Lua é um planeta morto, é como se fosse um espelho que vai doseando a luz para a Terra e vai provocando o ritmo e ciclos de vida. O ciclo de lunação demora 29 dias mas 27 dias para dar uma volta completa ao Zodíaco (desde uma lua nova até outra demora 27d 7h 43,7m) 

O glifo da Lua simboliza o meio círculo e, portanto uma fracção do todo, algo que falta para se chegar ao todo, um vazio. Este vazio é também um importante significado da lua, aquilo que falta para a plenitude, as carências, o que precisa de alimento para a "encher" ou completar. O símbolo do meio círculo também simboliza a "alma", o sentir ou o intuir. Este símbolo também encerra em si a noção de passividade - receptividade.

A Lua simboliza um vazio, uma dualidade, uma área de carência. Enquanto o Sol rege a força da vida como essência, a Lua rege a saúde em geral. A Lua e o Sol são dois factores psíquicos complementares. Visto que a Lua não tem luz própria a depende do Sol para "existir", ela reflecte a luz solar; enquanto o Sol é activo, a Lua é reactiva, receptiva, passiva, introvertida.

A Lua é a falta que incentiva a função Solar de busca de si mesmo, de auto conhecimento, de individuação (totalidade e indivisibilidade). Enquanto o Sol dá luz e calor, a Lua absorve, incorpora.
A Astrologia pessoal interpreta a Lua como um dos componentes mais importantes da personalidade. No físico a Lua rege os líquidos do nosso corpo, o nosso metabolismo e a nossa actividade de nutrição sendo por isto muito importante para questões ligadas à saúde. A nível psicológico representa o inconsciente, a nossa memória colectiva, aquilo que é passado (tudo o que não foi resolvido) e por essa razão é geralmente doloroso.

Na primeira hora de Vénus de um dia de Júpiter e de S. Cipriano de Antioquia, Santa Justina e S. Nilo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...