sábado, outubro 19, 2013

Gravity

Quem nunca desejou poder fugir para o espaço, sem luz, sem som, sem problemas? Quem nunca se escondeu por tempo excessivo dos seus problemas? Quem nunca negou a sua dor?

Alfonso Cuarón entrega-nos uma oportunidade de nos libertarmos da dor, do medo, da recusa, da apatia, quem vai aproveitar a receita?

Era um dia de Vénus e de S. Lucas Evangelista
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...