quinta-feira, dezembro 19, 2013

De volta das voltas

A viagem que determinei fazer, parando o tempo por aqui, tem de chegar a um fim, já que nada mudou e faz amanhã quinze dias. Julguei que fosse mais breve este hiato, mas o UniVerso tem destas coisas.

Por muito descontrolo que haja no exterior, o Carro exige sempre de nós um auto-domínio ímpar. E é isso que tem acontecido nestas duas últimas semanas, em que me arrasto todas as tardes para o hospital e tento dar o meu melhor. O meu controlo sobre o exterior é limitado, não posso exercer a minha capacidade de resolução em tudo o quanto desejo. Não consigo assegurar que o Natal vai ser com a família toda reunida à volta da mesa. Porém, o domínio sobre o meu interior depende apenas de mim, nele eu sou a Senhora do tempo e do espaço. Aceito portanto que será como for melhor, mas não é fácil.

Os elementos presentes no Arcano o Carro ajudam-me a compreender esta divergência e necessidade constante de equilíbrio, de consciência para que o Carro siga para onde eu quero. Os dois cavalos que puxam a carruagem seguem caminhos opostos e as rédeas nas mãos do condutor são o único elemento que detemos para os dominar e exercer a nossa Vontade.

Que assim esteja sempre presente no momento e na consciência.

Na primeira hora de Marte de um dia de Júpiter e de Santa Fausta

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...