terça-feira, fevereiro 25, 2014

Neptuno

Descoberto em 1846, pelo astrónomo Galle, é o oitavo Planeta a partir do Sol (o segundo mais afastado) move-se à volta do Sol e demora cerca de 165 anos a completar a sua órbita. Ficou conhecido como o sonhador porque a sua descoberta foi contemporânea da teoria da evolução de Darwin (1846), do manifesto comunista (1848) e, ainda, da descoberta da anestesia e da hipnose.

Deus dos oceanos, Neptuno é o planeta das águas, das viagens marítimas, dos lugares aquáticos e simboliza o que é vago e impreciso. Desenvolve a intuição e a imaginação, o misticismo e as faculdades supra normais. A sua acção tanto se exerce nas grandes correntes de pensamento, nas reformas, como também no caos e na anarquia. Pode produzir génios, como também incorrigíveis vigaristas, mistificadores ou perversos. Drogas e venenos colocam-se sob a sua autoridade.
Brandi Strickland

Psicologicamente, domina a realidade psíquica e os graus mais elevados de percepção, sobretudo os sonhos e a fantasia. Em geral, os seus nativos têm tendência para serem pessoas com uma actividade psíquica intensa, dados a grandes sonhos, ilusões, estados de sonambulismo (muitas vezes provocados por drogas ou alcoolismo); podem ser bons 'mediuns'.

Por tudo isto, encontramos as energias deste Planeta personificadas em psicólogos, místicos, pessoas hipersensíveis, artistas, entre outros. Infelizmente, quando Neptuno está dissonante ou mal aspectado, esta característica revela-se em pessoas com tendência para vícios de jogo, drogas ou álcool.

Neptuno indica ainda os impulsos do inconsciente ou de fontes obscuras que afectam o indivíduo. O nativo de Peixes tem de ter cuidado para não cair em estados depressivos de desilusão, ilusão ou hipersensibilidade. É o Planeta que governa o subconsciente: as doenças mentais, as depressões, as manias. No plano social, a sua influência marca sobretudo a anarquia e o seu oposto, o comunismo, e os movimentos do tipo irracional ou surrealista, bem como a polícia. Os gases, sobretudo os tóxicos, os estupefacientes e o mundo das radiações estão também sob a sua influência.

Quer Neptuno represente o barro original, a matéria-prima, a água primordial ou a poeira do infinito cósmico e a fusão final, ele é, sob todas as suas manifestações, o arquétipo da integração ou dissolução universais.
E tudo o quanto se sabia ficou dito.

Era um dia de Saturno e de Santa Margarida de Cortona
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...