sexta-feira, abril 11, 2014

Saturno - parte I

E porque o Universo/Mundo tem como representante na astrologia o planeta Saturno, vamos lá relembrar as suas características e aprender a olhar para este senhor do Tempo que me pode dar tudo ou simplesmente abrir a porta para o outro Tempo.

É o último planeta do sistema solar visível a olho nu. O último planeta da personalidade, como a última carta do tarot O Universo. Demora 28 anos a dar a volta ao Zodíaco.

Saturno na astrologia é considerado o Senhor do Karma.
É o planeta do tempo, do Karma, da sabedoria, das estruturas físicas, psicológicas e sociais. O arcano maior representa a aquisição de toda esta sabedoria, o atingir um estádio de crescimento pleno, de total liberdade da roda.
Portanto, o Karma não é o sofrimento, mas antes a situação que não nos sentimos aptos a encarar, por despreparo ou irresponsabilidade. É toda a situação difícil da nossa vida que exige de nós paciência, prudência e perseverança, ou seja, uma postura de responsabilidade.

Toda situação dita “karma” exige o uso de nosso arbítrio, da nossa capacidade de fazer escolhas sábias diante do nosso destino, para que possamos crescer e libertarmo-nos.
Saturno é o senhor do karma, é no fundo a lei da causa e efeito, tudo aquilo que emitimos no universo, pensamentos, sentimentos, acções, vão ter uma consequência que nos vai ser devolvida. Estando no universo manifestado e materializado, tudo o que projectamos assim nos é devolvido consoante onde é projectado independentemente da distância onde se encontra.
A devolução que me é feita é o resultado ou a consequência que vejo, passados minutos, segundos, anos ou na vida seguinte.
Mas o Universo ensina-nos que quando deixamos de pensar criamos um vazio e, portanto, fica-se receptivo a que algo de novo aconteça. Havendo assim um vazio que permite que nos expire e receba pensamentos mais elevados e um outro que faz com que fiquemos à mercê dos pensamentos dos outros. Cabe agora a cada um compreender o seu vazio pessoal.

Na segunda hora de Vénus de um dia de Vénus e de S. Leão, S. Estanislau e Santa Dogoberta

quinta-feira, abril 10, 2014

terça-feira, abril 08, 2014

3 novidades

E assim de repente caiem 3 boas novidades!

Já não era sem tempo que The Antlers tivessem um novo álbum, Familiars, já tinha saudades da intensidade e do que me provoca aquela voz! Eis Palace:


The Black Keys trazem-nos Fever, a anunciar o novo álbum Turn Blue:


E, por último, The Walkmen acabou mas Hamilton Leithauser fez um álbum a solo intitulado Black Hours, fiquemos com Alexandra:


Na primeira hora de Vénus de um dia de Marte e de S. Amâncio, S. Clemente de Azimo, S. Dionísio e S. Gualter

segunda-feira, abril 07, 2014

um novo Mundo em abril

No dia do Louco, 1 de abril, comummente denominado do dia das mentiras, sai a carta 21 da Rota, O Mundo, ou Universo, como aparece em vários baralhos.

Março foi um mês de iniciações e, ao que parece, abril vem confirmar que fizemos o Bom Trabalho, pois esta carta representa uma conclusão. É momento para nos abrirmos a um novo tempo, onde tudo o que iremos realizar estará mais sintonizado connosco.

Com este arcano pede-nos que sejamos mais firmes e menos voláteis, que concluamos capítulos pendentes para podermos abrir um novo. Não é fácil esta decisão, bem o sei, porém há um método muito simples para podermos decidir o que abandonar e o que manter.

Se hoje fosse o último dia de vida que teríamos, continuaríamos a insistir nesses assuntos? O que faríamos se este fosse o último dia aqui, no mundo manifestado? Perante estas respostas poderemos decidir mais tranquilamente quem e o quê pode avançar connosco nesta nova etapa que O Universo oferece.

Na verdade, basta sentir a energia da Primavera que parece finalmente ter chegado e pôr a mão na massa, começar a trazer para o concreto aquilo que tem sido apenas idealizado, imaginado, criado na esfera mental. Este é o momento de concretizar!

Na primeira hora de Marte de um dia de Lua e de S. Epifânio e Santa Elvira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...