sexta-feira, março 28, 2014

Apetece tanto

continuar contigo assim nos meus braços e ficar, 
serenos, contemplativos, enamorados...
esperando que a noite chegue lentamente
a ouvir isto:

Na primeira hora de Júpiter de um dia de Vénus e de S. Alexandre, S. Castor, Santa Doroteia e S. Sixto

segunda-feira, março 24, 2014

O mostrengo

O mostrengo que está no fim do mar
Na noite de breu ergueu-se a voar;
À roda da nau voou três vezes,
Voou três vezes a chiar,

E disse: «Quem é que ousou entrar
Nas minhas cavernas que não desvendo,
Meus tectos negros do fim do mundo?»
E o homem do leme disse, tremendo:

«El-Rei D. João Segundo!»
«De quem são as velas onde me roço?
De quem as quilhas que vejo e ouço?»
Disse o mostrengo, e rodou três vezes,

Três vezes rodou imundo e grosso.
«Quem vem poder o que só eu posso,
Que moro onde nunca ninguém me visse
E escorro os medos do mar sem fundo?»

E o homem do leme tremeu, e disse:
«El-Rei D. João Segundo!»
Três vezes do leme as mãos ergueu,
Três vezes ao leme as repreendeu,

E disse no fim de tremer três vezes:
«Aqui ao leme sou mais do que eu:
Sou um povo que quer o mar que é teu;
E mais que o mostrengo, que me a alma teme

E roda nas trevas do fim do mundo,
Manda a vontade, que me ata ao leme,
De El-Rei D. João Segundo!»

in Mensagem de Fernando Pessoa

Este poema tem tudo a ver com Caranguejo. É o que foi dito aqui, as ilusões, os inimigos imaginários, que se tornam em medos e obstáculos no nosso caminho.
Como sempre, o mestre é que sabia tudo!

Na primeira hora de Sol de um dia de Lua e de Santa Catarina da Suécia e S. Agapito

sexta-feira, março 21, 2014

Equinócio da Primavera

E chegou a Primavera! Mais um ciclo da Roda que se cumpre. Deixo-vos com algumas palavras dos rituais de José Medeiros.

Despertai, criaturas do nosso plano, que povoais a Terra, o Inverno terminou e a vida manifesta-se de novo. Chegou a Primavera. Saudai a Energia Primordial que faz girar a roda dos ciclos.
Permeate by Shin Tau
É chegado o momento de sair da escuridão e de me libertar do passado, renascendo para uma nova vida. Que todas as penas sejam terminadas, os problemas resolvidos e os obstáculos ultrapassados. Que o Renascimento me conduza ao Bom Caminho, em Honra e Glória da Energia Primordial. 
Neste momento de alegria e renovação, em que uma nova vida é plantada como uma nova árvore, que irá crescer e frutificar, coloco estes pedidos nas mãos do Pai/Mãe do Universo. Atendei ao meu pedido e ajudai-me na renovação.
Que assim seja.

Na primeira hora de Júpiter de um dia de Vénus e de S. Bento e S. Nicolau de Flue

quarta-feira, março 19, 2014

Super Pai

Hoje celebramos o dia do Pai, de todos os pais! Mas acima de tudo, hoje quero celebrar o Pai OM.

Hoje é o teu primeiro dia como pai, ainda não tens a demonstração de afecto que terás nos próximos anos, no entanto, já tens a sensação do que é a tua vida de ora em diante, como uma multiplicação, já não és só o OM, agora outra parte em ti existe, o pai. Cresceste, multiplicaste-te e brilhas com isso. É bom de ver.

Quero dizer-te que tens sido um super pai, que se vê no teu olhar o Amor que nos tens e nas tuas atitudes também. Quero ainda dizer-te que não deve estar a ser fácil ter de nos deixar e ir para um ambiente hostil, que sei que por ti ficavas e desfrutavas destes momentos maravilhosos que vivemos a três. Quero que saibas que aqui contamos as horas e os minutos para que voltes, que este lar não é o mesmo sem ti e que, quando chegas, parece que o dia acabou de começar, ficamos mais felizes. Completos.

Para o recém Papá, um amo-te, dos dois!

Na segunda hora de Lua de um dia de Mercúrio e de S. José e S. Leôncio

terça-feira, março 18, 2014

Caranguejo

O Caranguejo é o signo que rege a carta de Tarot - O Carro.

É um signo de água, cardinal e considerado o mais sensível do Zodíaco. É regido pela Lua e tem como aspectos positivos ser paciente, prático, conservador, intuitivos, hospitaleiro e sensível, como já foi referido.
Os seus aspectos negativos são uma excessiva ligação ao passado, à mãe, vulneráveis, por vezes imaginam coisas que não existem, principalmente ataques e críticas por parte dos outros, que lhe são tão necessários.

O que tem, então, este signo que ver com o Carro?

A primeira tarefa, na iniciação, que qualquer um tem pela frente é dominar os sentimentos. Deste ponto de vista, o Caranguejo é óptimo para podermos aprender a fazê-lo, já que a sua intuição é muitas vezes ofuscada pelos seus sentimentos confusos. O Caranguejo, que tem como verbo Eu Sinto, sente efectivamente muitas coisas, mas se não tiver cuidado, grande parte do que sente é ilusório, criado pelas suas vulnerabilidades, fragilidades e necessidades de nutrição.
Além disso, o Carro inicia-nos no princípio do Desapego. Haverá algum signo mais apegado do que o Caranguejo, tão ligado a família que se esquece dele próprio, que coloca as necessidades dos outros à frente das suas, que vive agarrado ao passado e não avança para o presente?

Esta é a ligação entre o Tarot e a Astrologia, esta é a lição que Aleister Crowley quis transmitir ao associar o Carro ao Caranguejo, no meu ponto de vista, pois está claro.

Portanto, meus caros, vamos lá aproveitar os dias que nos restam com esta energia e trabalhar as nossas ligações, ver onde ainda há apegos e desapegar, olhar de frente as nossas emoções e compreender que parte delas são reais e que parte são criadas pelas nossas inseguranças. Vamos lá trabalhar um pouco o nosso caldeirão e limpá-lo, para que a nossa intuição funcione sem obstáculos, interferências.

Na primeira hora de Lua de um dia de Marte e de S. Gabriel Arcanjo, S. Narciso, S. Cirilo de Jerusalém e S. Fridiano

segunda-feira, março 17, 2014

verde

E hoje não nos podemos esquecer de vestir algo verde! Não, não é para celebrar a vitória do Sporting, não fazemos campanha!

É que hoje é dia de São Patrício e a tradição manda usar algo verde ou recebemos uns beliscões! Além disso, não se esqueçam de beber uma bela cervejola em homenagem aos irlandeses!

Na segunda hora de Lua de um dia de Lua e de S. Patrício, Santa Gertrudes de Nivelle e S. José de Arimateia

domingo, março 16, 2014

A ouvir


Na primeira hora de Vénus de um dia de Sol e de S. Ciríaco, S. Abraão e Santa Engrácia

quinta-feira, março 13, 2014

Em março vamos de carro

Pois é, a energia que saiu este mês foi o Carro, carta 7 dos arcanos maiores.

O que dizer que ainda não tenha sido dito antes?!? Bom, comecemos pelo início, que é sempre uma boa opção :P

O Carro pede-nos consciência, auto-controlo, boa gestão de todos os aspectos que nos compõem, o que é representado pelos 4 animais que puxam a carruagem na carta.  Pode ainda representar algumas viagens este mês.

Tendo surgido depois do Dependurado indica-nos um caminho importante, já que na carta anterior estivemos a (re)aprender a respeitar a nossa Natureza e nunca a recusar, temos agora a oportunidade à nossa frente de recomeçar, já que o Carro é a primeira iniciação do Louco.

Portanto, em março, que nos trará a primavera, aproveitemos a energia e recomecemos, redefinamos as nossas prioridades, sem nunca nos esquecermos de quem somos, e façamos muitas viagens físicas ou astrais!
Peguemos as rédeas e domemos os cavalos, afinal, nós somos os condutores, só nós sabemos para onde devemos rumar!

Um excelente mês para todos!

Na segunda hora de Marte de um dia de Júpiter e de . Rodrigo, Santa Sancha e Santa Eufrásia

segunda-feira, março 10, 2014

13 dias

E já passaram 13 dias. É curioso como o tempo passa e nem por ele damos conta. É uma sucessão de eventos, de novidades, de rituais e rotinas novas que nos preenchem por completo. As 8 da manhã rapidamente se transmutam em meio-dia e este em noite. É tudo tão novo e tão emocionalmente esmagador. Isto sim é uma montanha-russa de emoções!

Isto tudo para dizer que a minha disponibilidade para o Grimoire é muito pouca, não acredito que tenha tempo, nem vontade, de continuar um post por dia. Os meus interesses neste momento passam por coisas diferentes, pessoais e para viver em silêncio. Desta feita, virei aqui quando realmente tiver vontade, os tópicos serão cada vez mais introspectivos, registos de emoções e vivências novas, quem sabe o que vai acontecer. Vou permitir que este espaço se transforme, à semelhança de quem o escreve, em algo mais rico, diversificado, vou permitir mais uma multiplicação.

Como sempre terei todo o prazer da vossa companhia, quem quiser será bem-vindo em partilhar comigo estas emoções, novidades, experiências de ter nos braços um ramo novo da árvore da vida, de se descobrir em cada segundo, em cada ritual, em cada choro, sorriso, parte do que somos feitos...

Na primeira hora de Mercúrio de um dia de Lua e de S. Militão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...