terça-feira, dezembro 31, 2013

O último dia do ano

O Facebook já nos pôs a fazer os melhores momentos de 2013, por todo o lado para onde nos viramos os balanços abundam, revisões e análises...é aquela altura do ano em que revemos o que fizemos e traçamos objectivos para o ano que começa. Mas como disse Zé Pedro Vasconcelos, na verdade, é só uma noite de terça para quarta! Tudo depende daquilo em que acreditamos. Eu, aproveito sempre as energias e uso-as a meu favor.

Primeira parte do balanço é sobre este espaço, diário da minha Jornada.
Este ano não foi tão mau como o anterior, tendo havido quase o dobro das partilhas, mas aconteceu algo que nunca tinha acontecido, fevereiro e março têm uma partilha e em abril e maio não houve qualquer movimento por aqui. Junho foi o mês escolhido para reactivar o Grimoire adormecido e só em dezembro houve algumas paragens, com o meu pai internado não havia muita cabeça para divagar. Mas o balanço é positivo, consegui retomar as partilhas diárias e concentrar-me apenas num espaço, tendo o Flow my Tears encerrado.

Foi este ano também que decidi deixar de ter uma energia de Arcano Maior por semana e passar a ser mensal. As energias destes Arcanos são fortes e precisam de mais tempo para actuar. Foi uma boa decisão.

E pronto, eis a minha selecção dos melhores momentos do Grimoire de 2013:


Segunda parte do balanço, como correu a minha vida. Não foi um ano fácil, mas foi, sem dúvida, o ano em que retomei as rédeas, aparei as pontas soltas, superei provas e conclui projectos. Metade do ano foi vivido ainda na indecisão, mas a partir de junho tudo começou a ficar claro. Invadida pela determinação, rumei em direcção à minha felicidade.

Como todos os anos, houve uma montanha-russa de emoções e de acontecimentos, mas 2013 ficará marcado como o ano em que decidi, escolhi conscientemente, abrir a porta a uma outra parte de mim. Aceitei a sombra, enfrentei as dúvidas e os medos, sai desse encontro cheia!

E agora 2014 trará o fruto dessa escolha. 2014 é o início de uma nova etapa, de um caminho completamente desconhecido, de uma vida nova. Se fizermos a conta ao ano, a carta que ele representa é o Carro, arcano 7. E para mim, sem dúvida alguma, será o ano do Carro.

Desta feita, resta-me terminar com os desejos para 2014 em jeito de oração.

Que eu saiba guiar o Carro com Amor e Sabedoria.
Que o meu corpo seja o templo para a construção da Obra.
Que o Caminho se revele à medida da minha consciência.
Que abundem a tranquilidade, a saúde e a alegria.
Que não me esqueça que nunca estou só e que basta pedir.
Que assim seja!

E a jeito de conclusão, fechemos o círculo.

Foi dito que esta é uma noite de terça para quarta, portanto terminamos o ano com Marte e começamos com Mercúrio.
Deixamos as defesas e os inimigos, manifestados ou ocultos, conscientes ou inconscientes, para trás e activamos as relações positivas, através da comunicação e não da luta. Largamos os ódios, as invejas, a cegueira pela justiça, para nos livrarmos da ignorância e da preguiça. Só na Luz, na consciência e na sabedoria poderemos decidir, encontrando o entendimento.

Para todos nós um próspero 2014!

Na primeira hora de Mercúrio de um dia de Marte e de S. Silvestre, Santa Colomba e S. Sabiniano

segunda-feira, dezembro 30, 2013

Os melhores filmes de 2013

2013 está no fim, portanto, é tempo de balanço cinematográfico, desta vez. Está fora da competição o recente filme de Ben Stiller, The Secret Life of Walter Mitty, que deveria ter lugar aqui de certeza, mas ainda não o vi. (actualizado a 2 de janeiro)

E ei-lo, o Top 15:
  1. The Master de Paul Thomas Anderson 
  2. Inside Llewyn Davis de Joel e Ethan Coen
  3. Beasts of the Southern Wild de Benh Zeitlin
  4. Gravity de Alfonso Cuarón
  5. The Hobbit: The Desolation of Smaug de Peter Jackson
  6. The Place Beyond the Pines de Derek Cianfrance
  7. Only God Forgives de Nicolas Winding Refn 
  8. De Rouille et d'Os de Jacques Audiard
  9. Zero Dark Thirty de Kathryn Bigelow
  10. The Secret Life of Walter Mitty de Ben Stiller
  11. To the Wonder de Terrence Malick
  12. Mientras Duermes de Jaume Balagueró
  13. Pacific Rim de Guillermo Del Toro 
  14. Django Unchained de Quentin Tarantino 
  15. Evil Dead de Fede Alvarez 
  16. Silver Linings Playbook de David O. Russell
  17. Sightseers de Ben Wheatley
  18. Lincoln de Steven Spielberg
  19. Lo Impossible de Juan Antonio Bayona
  20. The Conjuring de James Wan
  21. Menção especial para Dans La Maison de François Ozon

E vós, que filmes vos marcaram em 2013?

Na primeira hora de Marte de um dia de Lua e de S. Sabino e S. Anísio

sábado, dezembro 28, 2013

Top 15

E estamos no final de mais um ano que nos trouxe muito boa música! Bons álbuns de bandas já maduras, novas bandas a destacarem-se e bandas que confirmaram o seu valor, 2013 teve de tudo.

A lista que se segue são os álbuns que ouvi com mais prazer este ano e ainda há uns quantos álbuns que não ouvi, não há tempo para a quantidade, só para a qualidade!


Em primeiro vem Anna Calvi pois este álbum apanhou-me completamente de surpresa, já conhecia a artista mas não me tinha cativado, com este álbum aprisionou-me. Arctic Monkeys foi também uma surpresa e Reflector dos Arcade Fire é o tipo de álbum que necessita de ser ouvido muitas vezes para ganhar terreno dentro de nós, já que a diferença é grande e não foi fácil de aceitar.
  1. Anna Clavi - One Breath
  2. The National - Trouble Will Find Me
  3. Julianna Barwick - Nepenthe
  4. Phosphorescent - Muchacho
  5. Local Natives - Hummingbird
  6. Nick Cave & The Bad Seeds - Push The Sky Away
  7. Savages - Silence Yourself
  8. Volcano Choir - Repave
  9. Majical Cloudz - Impersonator
  10. London Grammar - If You Wait
  11. Olafur Arnalds - For Now I am Winter
  12. CocoRosie - Tales of a GrassWidow
  13. Low - The Invisible Way
  14. Arctic Monkeys - AM
  15. Arcade Fire - Reflektor
Menção especial para Mazzy Star - Seasons of your year

E vós? Que álbuns marcaram 2013?

Na primeira hora de Marte de um dia de Saturno e de S. Ursano e dos Santos Inocentes

sexta-feira, dezembro 27, 2013

balanços e balancetes

Cá por casa estamos fechados para balanço! Esta altura do ano é propícia a isso mesmo, reflectir e o dia cinzentão de hoje pede isso.

Hoje a ouvir os álbuns de 2013 para ter a certeza que o Top não sai frustrado.

Uma coisa é certa, Anna Calvi com o seu One Breath estará bem destacada!


E vós, já há Top 2013?

Numa hora de Lua do dia Vénus e de S. João Evangelista

quinta-feira, dezembro 26, 2013

Surpresa!

Adoro surpresas e quando estas são mimos ainda mais!

Vai um café?

Na primeira hora de Sol de um dia de Júpiter e de S. Estêvão

terça-feira, dezembro 24, 2013

Feliz Natal

Para todos vós aqui ficam os votos de um santo Natal junto daqueles que amam. 
Que o espírito natalício seja vivido na sua plenitude. 
Relembremo-nos que não há nada mais importante neste mundo do que o Amor, sem ele não somos nada!


Muita Luz, Harmonia e Amor para vós! 

Na primeira hora de Vénus de um dia de Marte e de S. Gregório e S. Delfim

segunda-feira, dezembro 23, 2013

Cobrindo o fogo do Boss

Algo que adoro nesta época...

o cheiro a lenha queimada que se mistura com a humidade do final de dia. É o sinal do fogo que nos chama para dentro, para onde é seguro e ameno. 

A propósito disso lembrei-me do cover de Bruce Springsteen, Fire por Anna Calvi.


Na terceira hora de Júpiter de um dia de Lua e de S. Sérvulo, S. João Câncio, S. Victória e S. Dagoberto

domingo, dezembro 22, 2013

c'afriu!

E não é que chegou mesmo! Há dois dias descobri que o meu Carro tinha um alarme para quando fica menos de 4º... Há dois dias que ele acende e eu fico incrédula...

Bom, não há como negá-lo, chegou o inverno e trouxe consigo o gelo! E isso fez-me pensar numa música de Ólafur Arnalds, For Now I Am Winter, que assim seja!



A todos uma excelente estação, com frio, sol, chuva ou vento, nos consigamos sentir sempre felizes e radiantes, capazes de inspirar e expirar livremente o ar deste inverno poderoso que se chega.

Na primeira hora de Saturno de um dia de Sol e de S. Honrato, S. Flamiano, e S. Filadelfo

sábado, dezembro 21, 2013

ora et labora

Hoje, os raios de Sol que tocam a terra húmida, fertilizada pelas folhas das árvores que insistem em cair e morrer assim, levarão a energia necessária ao que adormecido está. É o primeiro toque de chamamento que recebe a Vida que se manifesta no interior, mas ainda um toque muito suave.

O calor, apesar de fraco, será o necessário para iniciar um ciclo de gestação dentro da Grande Mãe. E a cada dia que, a partir de hoje, acontece os raios ganharão vigor e determinação, pois chegámos ao fim da regressão e é a expansão da Luz que se reinicia.

Hoje, sabemos que o Sol vai ganhar força, que a partir de hoje, discretamente ele vai manifestar-se cada vez com maior intensidade, por isso, sabemos que a partir de hoje a nossa consciência tem de estar mais presente. Então:

Que sementes de novas iniciativas queremos que germinem? Que atenção temos dado aos nossos projectos? Como está o nosso Jardim Interior? Há ervas daninhas para limpar? Que terrenos temos caminhado?
Que a Luz branca da Virgem me Ilumine no novo Caminho e faça germinar as sementes de novas iniciativas.
Como está a nossa capacidade criadora? Sabemos o que queremos e como atingi-lo? Somos capazes das atitudes que nos levam aos nossos desejos?
Que a Luz vermelha da Mãe desperte a minha mente criativa, e auxilie na minha realização e me dê força para o Bom Combate.
Por fim, como correm as nossas aprendizagens? A percepção do mundo está clara ou toldada por ilusões? Temos levantado os véus ou colocado mais e mais à nossa frente? Aprendemos ou chumbamos?
Que a Luz negra da Sábia me ajude a compreender os mistérios e me dê a Sabedoria para percorrer o Bom Caminho.
Hoje é uma noite de celebração. É noite de libertação. De reprogramação. Acolhamos o Sol Invictus que regressa e permitamos que nos infunda de energia. Usemos as nossas águas interiores e regemos as sementes da nova vida, do novo caminho. Façamos magia dentro do caldeirão que somos. 
Que a Força do Tempo Velho seja transferida para o Tempo Novo. Pai/Mãe, Energia Primordial, dá Força ao Tempo Novo para que o Caminho se cumpra com Beleza e Sabedoria.
Que assim seja!

Na primeira hora de Marte de um dia de Saturno e de S. Tomé e S. Pedro Canísio

sexta-feira, dezembro 20, 2013

Novidades


Na primeira hora de Júpiter de um dia de Vénus e de S. Domingos de Silo e S. Teófilo de Alexandria

quinta-feira, dezembro 19, 2013

De volta das voltas

A viagem que determinei fazer, parando o tempo por aqui, tem de chegar a um fim, já que nada mudou e faz amanhã quinze dias. Julguei que fosse mais breve este hiato, mas o UniVerso tem destas coisas.

Por muito descontrolo que haja no exterior, o Carro exige sempre de nós um auto-domínio ímpar. E é isso que tem acontecido nestas duas últimas semanas, em que me arrasto todas as tardes para o hospital e tento dar o meu melhor. O meu controlo sobre o exterior é limitado, não posso exercer a minha capacidade de resolução em tudo o quanto desejo. Não consigo assegurar que o Natal vai ser com a família toda reunida à volta da mesa. Porém, o domínio sobre o meu interior depende apenas de mim, nele eu sou a Senhora do tempo e do espaço. Aceito portanto que será como for melhor, mas não é fácil.

Os elementos presentes no Arcano o Carro ajudam-me a compreender esta divergência e necessidade constante de equilíbrio, de consciência para que o Carro siga para onde eu quero. Os dois cavalos que puxam a carruagem seguem caminhos opostos e as rédeas nas mãos do condutor são o único elemento que detemos para os dominar e exercer a nossa Vontade.

Que assim esteja sempre presente no momento e na consciência.

Na primeira hora de Marte de um dia de Júpiter e de Santa Fausta

Bela música e um excelente vídeo que a acompanha


Era um dia Mercúrio e de Nossa Senhora do Ó

Quero muito ver isto


Era um dia de Marte e de S. Bartolomeu, S. Geminiano, S. Olímpia, S. Gregório e S. Bega 

sexta-feira, dezembro 06, 2013

Jasus!!!

Esta semana não foi nada fácil, demasiado barulho no exterior... Quanto mais sossêgo quero, mais parece que atraio o oposto. Irra!

E de repente para onde quer que olhe só vejo más notícias. É Mandela que parte, The Walkmen que anuncia um hiato indefinido, é a prova que nunca mais se resolve, hospitais, Finanças!!!!

Vou conduzir o meu carrinho para descontrair e, quando estiver melhor, logo regresso!

Na terceira hora de Mercúrio de um dia de Vénus e de S. Nicolau

quarta-feira, dezembro 04, 2013

Impersonator

Uma banda que descobri recentemente e que não consigo parar de ouvir. A voz, as melodias, o ambiente que criam, tudo muito bom.


Na terceira hora de Mercúrio de um dia de Mercúrio e de Santa Barbara e S. João Damasceno

terça-feira, dezembro 03, 2013

O homem impulsivo e a sua triplicidade - parte III

O homem impulsivo e a sua triplicidade - parte I
O homem impulsivo e a sua triplicidade - parte II
Triptico - Agosto 1972 de Francis Bacon

Ora, o grande inimigo da magia é o homem impulsivo. É ele que é preciso saber dominar, apesar dos seus protestos em cada um de nós, pois é dele que vêm todos os compromissos e todas as fraquezas - visto que ele é mortal, como nos ensina Platão no Timeu - e só o homem verdadeiro é imortal.
(...)
O homem impulsivo, o homem reflexo, é triplo. Ele pode apresentar-se-nos como sensual, sentimental ou intelectual. Seu caráter fundamental, porém, é a passividade. Ele obedece a uma sugestão habitual ou de uma outra vontade, mas não age nunca por si mesmo. (...)
A sensação é a única porta de entrada que existe no homem físico. Uma vez entrada no organismo, a sensação pode ser mais ou menos transformada.
Um homem puramente instintivo, um brutamontes da classe baixa não manifesta, após uma sensação, senão necessidades. Ele será guiado, neste caso, unicamente por apetites. O ideal da vida será, para ele, comer, beber e dormir; a maior alegria será a embriaguez, e é somente em estado de embriaguez que a esfera imediatamente superior, a sentimentalidade, despertará um pouco. É só assim que este homem amará como um macho pode amar uma fêmea. (...) Ele não é, entretanto, um louco; todavia sua razão não está senão no instinto e um homem instintivo não é um verdadeiro homem.
Um homem mais elevado que o precedente, o operário das cidades, o artista dos arrabaldes, evoluirá de um ponto a sensação. Esta criará, em seguida, uma necessidade, porém este abalo será de pouca duração e logo é uma paixão o que se tornará o eixo de toda a máquina, visto que é uma esfera sentimental que entra em ação. 
(...)
Em tal homem o sentimento ocupa o lugar principal. Quem não conhece o amor dos pintores e de muitos empregados no comércio pela música anímica, o gênero "eminentemente francês", a ópera cômica e a romança? A maior alegria para estes bons rapazes é o amor bucólico, sob a frondosa sombra de copado arvoredo, um bote e um pouco de música. A mulher ocupa o primeiro lugar em tal cérebro e o povo francês, todo anímico, é célebre na Europa, a este respeito.
Esta variedade de entes humanos, muito passionais, tem grandes qualidades ou grandes defeitos, mas é também suscetível de grandes desenvolvimentos pela educação e instrução.

in Tratado Elementar de Magia Prática de PAPUS

Na primeira hora de Mercúrio de um dia de Marte e de S. Francisco de Xavier, S. Lúcio e S. Galgano

segunda-feira, dezembro 02, 2013

Cobrindo a vermelho


Na segunda hora de Marte de um dia de Lua e de Santa Bebiana e Santa Aurélia

À boleia em dezembro

A Estrela abandonou-nos deixando para trás um rasto de pó mágico. Espero que tenhamos usado esse pó para trazer luz onde havia escuridão, ou seja, tornar consciente o que era inconsciente.

Para dezembro, mês de grandes festas, temos o Carro a exigir uma conduta controlada, vai ser difícil resistir às tentações dos doces super-hiper-mega-calórico, mas há que tentar. Ou, como o Carro ensina, redobrar o exercício físico para compensar.

O Carro é a primeira iniciação do Louco. Surgir esta carta depois da Estrela é muito bom, já que a experiência no Carro tem a ver com escolhas, reflexões de percurso de vida, que muitas vezes se encontram escondidas no subconsciente. Desta feita, se aprendemos a gerir o consciente e o inconsciente em novembro, dezembro será muito produtivo.

Para este mês mantenhamos em mente que a nossa vida não é o produto das circunstâncias, mas sim o resultado das respostas que damos conscientemente a essas circunstâncias.

A todos muito boas viagens interiores e exteriores! Vamos lá à boleia para onde devemos ir!

Era um dia de Sol e de S. Eloi e S. Ansano

sábado, novembro 30, 2013

E começa mais uma Saturnália/Natal

Como já tinha referido, este ano não há espaço para a árvore completa, por isso, tivemos de ser criativos, mas mantivemos a tradição acesa! 
Um pequeno altar para lembrar o essencial, para o ano será diferente!

E o meu anjinho sempre presente com duas estrelinhas a ornamentar esta árvore luminosa.

Era um dia de Saturno e de S. André

Enfim...

Alguém quer pagar isto que a mim dá-me a volta ao estômago!

Era um dia de Vénus e de S. Saturnino

quinta-feira, novembro 28, 2013

Que querem, pois, dizer estas palavras abalo e esfera?

O homem, considerado como nós o fazemos, sob o ponto de vista psicológico, pode ser comparado a um jardim plantado sobre três planos diferentes. Estes planos chamam-se: o primeiro, instinto; o segundo, sentimento; o terceiro, intelecto. Por ocasião do nascimento, cada ser possui grãos para semear em seu primeiro jardim, o instinto. Estes grãos, uma vez semeados, produzem plantas silvestres sem necessitar quase nenhum cuidado por isso que, ao lado dos jardins, a fonte das sensações se encarrega de regar tudo.
Quando as plantas das faculdades botam, produzem flores denominadas idéias e grãos que contém em gérmen também faculdades.
São aqueles grãos que devem ser semeados no jardim, e sob a influência da fonte das sensações; com a ajuda, desta vez, do trabalho do jardineiro, as plantas viçam, menos silvestres, embora da mesma natureza que as precedentes, e novas faculdades vêm ornar o jardim psicológico do ser humano.
Quando estas plantas, por sua vez, produzirem frutos, será preciso extrair laboriosamente o grão e semeá-lo no jardim do intelecto, onde novas faculdades nascerão, uma vez que o jardineiro redobre de cuidados e atenção. 
Não há, pois, idéias inatas no homem, assim como não existem carvalhos inteiramente copados quando uma floresta vai ainda nascer em um recanto da natureza. Mas há, no homem, um grão inato que se desenvolverá, mais ou menos, conforme a sua vontade, e que dará origem a uma árvore que a mitologia cristã chama a árvore do bem e do mal, porque é preciso saber colher e cultivar os grãos místicos que provêm da árvore.
(...)
Ora, como tudo está em movimento no ser humano, é preferível figurar-se o jardim igualmente em movimento e, neste caso, é preferível escrever o nome das faculdades sobre um círculo ou sobre uma esfera que se faça girar à vontade. Eis por que toda a sensação, chegando no ser humano, faz girar, abala um, dois ou três círculos, conforme este tenha evoluído em uma, duas ou três ordens de faculdades; é desta evolução que depende o homem na natureza.
in Tratado Elementar de Magia Prática de PAPUS

Na segunda hora de Mercúrio de um dia de Júpiter e de S. Gregório e de S. Tiago de Marca.

quarta-feira, novembro 27, 2013

Música no coração

Apetece-me escrever, criar, partilhar, mas, quando me sento em frente ao ecrã, só me apetece ir ao passado... Sim, tenho Marte a passar pela minha casa 3 e ao mesmo tempo Saturno a passar pela 5, o que pode ser uma boa razão...

Entretanto, enquanto não descubro o que fazer com estes trânsitos, para hoje e por agora partilho o que toca cá em casa! A música é sempre uma boa forma de limpar a mente e ajudar a criar.

  • Arcade Fire - The Reflektor (quanto mais oiço mais me habituo e, mesmo se não é a bomba dos dois primeiros álbuns, pelo menos é diferente)
  • Au Revoir Simone - Move in Spectrums (adoro!!!)
  • Mazzy Star - Seasons Of Your Day (não sendo nada de grandioso, é sempre bom ouvir coisas novas deste grupo)
  • Volcano Choir - Repave (saudades desta voz enquanto Bon Iver, mas este projecto também é muito interessante)
Na primeira hora de Vénus de um dia de Mercúrio e de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa e Santa Margarida de Sabóia

terça-feira, novembro 26, 2013

Relembrando

Para hoje apetece-me relembrar o ensinamento cabalístico associado à Estrela, carta que nos acompanha este mês.
O décimo quinto caminho é o da Consciência Estabilizadora porque estabiliza a essência da criação na escuridão da pureza.
Sefer Yetzirah

Para ler mais basta seguir o link.

Na primeira hora de Marte de um dia de Marte e de Santa Delfina, S. Pedro Alexandrino e S. Conrado

segunda-feira, novembro 25, 2013

Obstáculos

O dia de S. André está a chegar e com ele a tradição de decorar a casa. Mas este ano tenho uma dificuldade, a tradicional árvore branca não tem espaço para ser montada.

Sem muitos dias para me dedicar ao projecto atempadamente, uma busca pela net e várias soluções possíveis. Uma árvore na parede...mas em qual parede?!? OMG

Vamos ter de ser muito criativos. Sugestões?

Na terceira hora de Lua de um dia de Lua e de Santa Catarina, S. Mercúrio, Santa Anastásia, Santa Gracia e S. Alberto

domingo, novembro 24, 2013

Ele há coisas assim

Não gosto particularmente deste artista, no entanto, cada vez que esta música passa na Radar instintivamente coloco o som mais alto e deixo-me levar. Para ouvir hoje.


Na primeira hora de Lua de um dia de Sol e de Santa Flora, S. Crisogono e S. Romão

sábado, novembro 23, 2013

Vogue, Annie Leibovitz, Jessica Chastain & Arte


É impossível não reconhecer imediatamente pela capa da VOGUE americana de dezembro a referência ao quadro de Sir Frederic Leighton, Flaming June. Foi com grande prazer que descobri um trabalho da fotógrafa Annie Liebovitz para a VOGUE que me fez lembrar outro que realizou para a Vanity Fair, para saber mais clicar aqui

A atriz Jessica Chastain serviu de inspiração para uma sessão em que se traz à vida pinturas de grandes artistas e ao mesmo tempo se revela a beleza e pureza da mulher.

Em cada foto encontra-se na legenda a obra que inspirou a foto e o link para o quadro. Divirtam-se!
Le Retour de la mer de Félix Valloton
Frances Cleveland de Anders Zorn
Ria Munk de Klimt
La Mousmé de Vincent van Gogh
Fotografias de Julia Margaret Cameron
La Robe du Soir de de René Magritte
Na primeira hora de Sol de um dia de Saturno e de S. Clemente e Santa Felicidade

sexta-feira, novembro 22, 2013

O homem impulsivo e a sua triplicidade - parte II

O homem impulsivo e a sua triplicidade - parte I

Moon Woman by Jackson Pollock 
O homem é triplo e mesmo tríplice quando ele está completamente desenvolvido, psicologicamente falando. (...) O primeiro fim da Magia será pedir, antes de tudo, ao estudante consciencioso que aprenda a analisar os seus impulsos, sabendo aumentá-los ou sopitá-los conforme as circunstâncias.
(...)
Assim como o homem sofre a influência do exterior pelos órgãos dos sentidos, ele age age sobre o exterior pelo olhar (olhos), pela palavra (laringe), pelo gesto (braços) e pelo movimento ou ação (pernas). Eis aí os seus órgãos de expressão.
(...)
Assim, os olhos, pertencem propriamente à pessoa, ao homem de vontade, que tem o olhar como meio de expressão. Por isso, o olhar será o primeiro a ser modificado na loucura, na embriagez, no sonambulismo, etc., etc.
A laringe, considerada como origem da palavra, pertence sobretudo ao homem intelectual, ao que chamamos ser psíquico, e é o seu mais adequado órgão de expressão.
Os braços, considerados como origem do gesto, o qual, fixando-se, se converte nos traços da escrita, pertencem ao peito, da mesma forma que as pernas pertencem ao ventre.
Ora, todos esses órgãos de expressão podem obedecer quer ao homem de vontade, quer aos atos reflexos. (...)
As zombarias do povo para com o homem do escritório partem, as mais das vezes, disto. (...) É que o homem verdadeiro é o homem de determinação, mas nunca, absolutamente nunca, o homem do hábito: é um cérebro que trabalha ativamente e não uma substância que trabalha passivamente.
in Tratado Elementar De Magia Prática de PAPUS

Na primeira hora de Lua de um dia de Vénus e de Santa Cecília

quinta-feira, novembro 21, 2013

Relax Man

Hoje é um bom dia para um dia à Dude!

Um bom banho, usar o roupão todo o dia e com fumos ou sem eles, relaxar!

Na primeira hora de Sol de um dia de Júpiter e da Apresentação de Nossa Senhora e S. Columbano


quarta-feira, novembro 20, 2013

A ouvir até cair

É difícil escolher uma música preferida deste novo álbum, Trouble will find me, pois ele é todo bom. Gostava de ouvir esta amanhã!


Na segunda hora de Sol de um dia de Mercúrio e de S. Felix de Valois e S. Edmundo

terça-feira, novembro 19, 2013

Aquele momento em que...

....percebes que está mesmo frio.

O vizinho abre a porta do prédio para ir passear o cão.
O cão corre desenfreado até ao poste mais próximo.
O vizinho, em passo acelerado, avança para o cão, enquanto esfrega as mãos numa tentativa de as manter quentes.
Mas a meio do percurso assiste incrédulo a um cão desvairado que avança novamente para a entrada do prédio.
O vizinho regressa, abre a porta e o cão some-se para dentro do prédio.

Conclusão: está tanto frio que nem os cães querem estar na rua! Ou isso ou este cão quer ir ver o jogo!

Na terceira hora de Marte de um dia de Marte e de Santa Matilde, S. Pantaleano e Santa Isabel da Hungria

segunda-feira, novembro 18, 2013

O homem impulsivo e a sua triplicidade - parte I

Tudo o que temos dito até aqui, tanto sobre a constituição de três segmentos (cabeça, peito e ventre) suprepostos, como sobre a medula e suas entumescências, mostra-nos que o homem é triplo, e que tudo nele se manifesta sob uma aparência trinária. O mesmo se dá com a constituição psicológica (...)
in Tratado Elementar De Magia Prática de PAPUS

Na segunda hora de Sol de um dia de Lua e de S. Romão

domingo, novembro 17, 2013

O homem impulsivo - o sistema nervoso III

O homem impulsivo - o sistema nervoso I
O homem impulsivo - o sistema nervoso II


Voltemos, porém, ao nosso sistema nervoso consciente.
Sua ação é exercida sobre a periferia, conforme vimos; ela pode ser, entretanto, de duas naturezas: reflexas e consciente.
(...)
Em resumo, o movimento consciente, volitivo, quer ele seja no mesmo sentido ou no sentido contrário do movimento reflexo, é sempre mais poderoso que este e pode, quer exagerar consideravelmente, quer sustar claramente a ação deste movimento reflexo.
(...)
Assim, ao lado da parte puramente mecânica da máquina humana, existe uma modalidade do ser humano dotada de uma certa inteligência e comparável a um ser animal por seus apetites e seus efeitos. Esta modalidade, que chamamos o homem impulsivo, pode ser dominada pelo homem verdadeiro, o homem de vontade, sem a condição, porém, de que o homem tenha aprendido a fazer agir sua vontade e não se tenha tornado um simples bruto, sofrendo e obedecendo a todas as impulsões, o que acontece frequentemente. 
in Tratado Elementar De Magia Prática de PAPUS


Na primeira hora de Lua de um dia de Sol e de S. Gregório Taumaturgo

É já amanhã :)

Toda a semana, a Radar nos preparou para o concerto, sem dúvida que se espera um belo serão de fim de domingo.

A minha música preferida deste álbum, Hummingbird, que acho delicioso. Esta semana vai andar a tocar em repeat!


Era um dia de Saturno e de Santa Margarida da Hungria

Isto só visto!

Era um dos poucos concertos que estava em condições de poder assistir e, agora, já não posso!!! Então não é que tenho exame no dia a seguir!!!! C'vergonha!

Resta-me ouvir e ouvir até me cansar.


Era um dia de Vénus e de S. Alberto Magno, Santa Gertrudes, S. Leopoldo, S. Malo e S. Eugénio

quinta-feira, novembro 14, 2013

A mulher nua - a Estrela

Nas cartas de tarot, as únicas figuras femininas que surgem destacadas, isto é, são o centro da carta, são a Sacerdotisa, a Imperatriz, a Estrela e o Mundo. 4 figuras num total de 22 cartas.

Na primeira carta ela aparece velada, coberta de vestes e de face ocultada, é ainda o enigma. Na segunda surge coroada, tomou o seu lugar no mundo visível. E, quando surge na Estrela, ela está completamente nua, liberta dos condicionamentos físicos, pura. A sua nudez representa isso mesmo, a pureza.

A Estrela segura uma taça dourada na mão direita, representando a transmutação da coluna direita da Sacerdotisa, Joakin. Esta taça simboliza o consciente. Na mão esquerda, a evolução de Boaz da Sacerdotisa, transformou-se na jarra prateada, o inconsciente.

É na mistura contínua que faz entre o consciente o inconsciente que a Estrela vai limpando as crenças do passado. Esta transmutação acontece quase como na Temperança, carta que Crowley optou por transformar numa figura feminina também, embora em todos os outros baralhos seja um Anjo. A diferença é que na Temperança as águas misturam-se num caldeirão e aqui, na Estrela, elas correm livremente num fluxo sem barreiras, não é uma libertação pessoal, mas colectiva.

A mulher nua na Estrela, pura e livre, manipula as águas do consciente e inconsciente, através dela libertamo-nos. Que assim seja! Que nos desnudemos.

Na segunda hora de Lua de um dia de Júpiter e de S. Nicolau Tavelic e Santa Josafá

Noah

Novo trailer do filme de Darren Aronofsky, Noah, que promete e muito!!!



Era um dia de Mercúrio e de S. Eugénio, S. Estanislau, S. Diogo de Alcalá e S. Brízio

segunda-feira, novembro 11, 2013

Ironias

Ser autuada por o Sr. Vilão é no mínimo para fazer rir qualquer um, não?!?

Vilão, o meu nome é Vilão! E sou polícia!

Na segunda hora de Vénus de um dia de Lua e de S. Martinho, S. Meno e S. Veranio

domingo, novembro 10, 2013

Para hoje


Na primeira hora de Lua de um dia de Sol e de S. André Avelino e S. Leão Magno

sexta-feira, novembro 08, 2013

Here we go!


Na segunda hora de Vénus de um dia de Vénus e de S. Severiano e Quatro Santos Coroados

quinta-feira, novembro 07, 2013

Lean

Aqui temos uma música nova da bando The National que estará por terras lusas dentro de pouco tempo. Esta música faz parte da banda sonora da sequela de The Hunger Games.
Ainda podemos descobrir músicas de Of Monsters and Men, Phantogram e Antony and the Johnsons. Enjoy yourselves!



Na segunda hora de Mercúrio de um dia de Júpiter e de S. Florêncio e S. Florindo

quarta-feira, novembro 06, 2013

A dar-vos música

No que resta da semana decidir dar-vos música!!! Muito trabalho e pouca vontade roubam-me o tempo e disponibilidade para mais profundidade.

Hoje partilho uma banda que me fizeram descobrir recentemente. Like!

Na segunda hora de Mercúrio de um dia de Mercúrio e de S. Severo e S. Leonardo

terça-feira, novembro 05, 2013

segunda-feira, novembro 04, 2013

Aquário

Segundo Veet Pramad:
Aquário é o signo correspondente à Estrela. É um signo de Ar, fixo, governado por Úrano e Saturno. No corpo físico governa os tornozelos, os calcanhares, o sistema circulatório e a espinha medula. Úrano confere-lhe um desejo forte de liberdade para inovar, atra
vessar os véus dos mistérios e destruir as estruturas obsoletas e preconceituosas. Saturno, por sua vez, sendo o princípio da coesão, da estruturação e da ordem, faz com que Aquário se sinta inclinado para princípios éticos e sólidos na governação da sua vida. O seu trabalho é procurar a verdade e fazer deste mundo um paraíso tanto pela aplicação prática dos seus ideais como pelo uso dos seus conhecimentos científicos. Os nativos mais puros chegam a ser impessoais, objectivos e com poucas considerações emocionais. 
São cidadãos do mundo, livres, sem apegos nem raízes. Aparentemente têm mais interesse em conhecer e aperfeiçoar a sociedade do que conhecerem-se e aperfeiçoarem-se. Parece que amam mais a humanidade que os vizinhos, declaram que a amizade é mais importante que o amor e entregam-se de corpo e alma a uma causa, mas têm dificuldades em expressar as suas emoções íntimas e relacionar-se com alguém em profundidade. 
Têm uma mentalidade progressista, atrevida e revolucionária. Amam a liberdade, a justiça e a fraternidade, são humanitários embora não aceitem as falsas conciliações. Falta-lhe capacidade de adaptação e indulgência. Adoram mudar e conhecer e geralmente têm muitos amigos. Intuição forte e normalmente encontram-se antes do seu tempo. 
Os aquarianos estão entre o génio e a loucura, a glória e a prisão. O seu verbo é Eu sei e a sua frase: Eu planto um mundo melhor vivendo a consciência cósmica aqui e agora.
Na segunda hora de Mercúrio de um dia de Sol e de S. Carlos Barromeu, S. Emerico e S. Agrícola de Bolonha

domingo, novembro 03, 2013

O homem impulsivo - o sistema nervoso II

unborn ideas by Catrin Welt-Stein

Qual é o fim de todas as estações auxiliares? Substituir, o mais frequentemente possível, a estação central, a cabeça. Dito isto, figuremos de novo o conjunto do organismo humano; três usinas superpostas ligadas diretamente ente si, conforme já vimos. Essas usinas contêm tudo o que lhes é necessário para funcionar. Por isso, não têm elas nenhuma outra comunicação central com o sistema nervoso senão a que se efetua pelo grande simpático. Aqui está por que a cabeça não pode dirigir o movimento do coração e do fígado: é que esses órgãos não fazem parte do seu domínio. (…)

A cada uma das três usinas está afixada um par de órgãos particulares dominados membros. A usina-ventre tem, assim, um par de pernas, a usina-peito, um par de braços, a usina-cabeça, um par de maxilares inferiores ligados a um órgão simétrico, a laringe.

Ora, estes pares de membros não são movidos pelo mesmo sistema nervoso que os aparelhos em movimento nas usinas. O grande simpático preside ao movimento interior do sangue nesses membros e às mudanças respiratórias que aí se produzem localmente, porém não há nenhuma ação sobre os movimentos que os membros realizam.

É a medula que preside a estes movimentos quando eles são automáticos; o cérebro quando eles são conscientes. Também ai nível de cada usina, a medula apresenta uma entumescência característica, de onde parte e para onde se convergem todos os cordões que vão ter aos maxilares, à laringe, aos braços ou às pernas, conforme a situação da entumescência. Da mesma forma, todos os pontos sensitivos da pele que cobre o organismo correspondente aos nervos sensitivos que vão ter à medula. (…)

Assim, cada usina divide-se em duas porções bem distintas: 1.ª – porção central, o maquinário, sobre o qual age só o grande simpático; 2.ª – porção periférica, a pele e os membros, sobre os quais o outro sistema nervoso tem a sua ação. (…)

O que é verdadeiro para cada usina o é também para o conjunto do organismo humano.

in Tratado Elementar De Magia Prática de PAPUS

Na primeira hora de Lua de um dia de Sol e de S. Malaquias, S. Clemente, Santa Ida, Santa Silvia e S. Humberto

I kill giants


Era um dia de Saturno e de S. Vitorino

sexta-feira, novembro 01, 2013

novembro e a Estrela

Terminou outubro e com ela a Imperatriz abandonou-nos, dando lugar à Estrela que chega para nos oferecer novas experiências, um reinício.
Free your mind! by Catrin Welz-Stein

«Não procures a verdade, apenas abandona as tuas opiniões.» esta é a proposta da Estrela. Depois de integrarmos a Vénus/Imperatriz e (r)encontrarmos a nossa forma de expressão amorosa e alinharmos os nossos sentimentos, é momento de sair de dentro e olhar o exterior. Actualizar a percepção.

Toda e qualquer experiência por muito significativa que seja interiormente só ganha dimensão se aplicada no plano manifestado, com Amor, Verdade, Beleza e Justiça. A Estrela é o princípio da Era de Aquário, é a ligação cósmica por excelência, a percepção clara de que somos Uno.

Novembro é um  mês para deitar fora as velhas filosofias, as crenças caducas, as opiniões cristalizadas, como? Simples muito simples. Filtrando-as pelo coração e percepcionando quais já não o enchem de Luz e quais ainda o fazem resplandecer.

Libertemo-nos um pouco mais dessa bagagem que anos de tradição, de cultura e de educação nos fizeram crer que era o bem mais precioso que poderíamos acumular. Descubramos a verdade por trás do Véu com a ajuda da Estrela/Aquário.

Na primeira hora de Sol de um dia de Vénus e de Todos os Santos

quinta-feira, outubro 31, 2013

Noite mágica de 31 de outubro

E mais um ciclo se cumpre. Mais uma roda da vida que se fecha sobre si mesma. Mais um ano que passa. Mais experiência. Mais vontade. Mais anima. Do ritual, este ano, apetece-me retirar este excerto:

- Senhor do Mundo Subterrâneo, quando nos vieres buscar, guia-nos, ensina-nos e reconforta-nos. Assim renasceremos de novo para a graça da Grande Mãe e do teu Amor. Quando isso acontecer, pedimos-te para reencontrar os nossos companheiros da Roda da Vida, no mesmo lugar e na mesma época, para os reconhecermos e amarmos de novo. 
Consagrar o pão e o vinho pela imposição de energia através das mãos. 
- Recordemos que sem morte não há vida. Regozijemos em honra dos Mestres, comunguemos e renascemos de novo. 
Partilhar o pão e o vinho se houver mais pessoas presentes. 
- Na noite da Tradição, em que os Planos se cruzam e as Energias se tocam, o passado é destruído e reordenado para que nasça um novo ciclo.
Aproveitemos a orientação dos Mestres para retomarmos o nosso caminho com Vontade e Segurança.
Pai/Mãe do Universo, Energia Primordial, guia-nos no Bom Caminho e dá-nos Força para vencermos o Bom Combate.
Um novo ano em pleno, que o renascimento seja próspero e suave.

Era uma dia de Júpiter e de S. Quintino

quarta-feira, outubro 30, 2013

O círculo sobre a cruz - significado 2

Significado 1

O glifo também revela a função inteligente e discriminativa de Vénus já que o círculo representa o pensar, raciocinar (O) antes ou acima do agir (+).

Enquanto Mercúrio representa a inteligência lógica desprovida de valores, Vénus representa a inteligência associada aos afectos, aos valores e à qualidade. A capacidade de discriminar o bom do “não bom” é o princípio que primeiro ocorre em Vénus.

Na segunda hora de Mercúrio de um dia de Mercúrio e de S. Serapião, S. Marcelo, S. Claudio e S. Alfonso

terça-feira, outubro 29, 2013

Afterlife


Na primeira hora de Saturno de um dia de Marte e de S. Narciso, S. Feliciano, S. Eusébio e Santa Ermelinda

segunda-feira, outubro 28, 2013

O círculo sobre a cruz - significado 1

O círculo sobre a cruz representa a necessidade de encontrar o inteiro, o perfeito, o total e indivisível (O) na matéria, na terra (+).

Desta simbologia pode-se perceber que todas as formas de relação associadas a Vénus estão profundamente associadas com a necessidade de encontrar a totalidade ou unidade através do outro.

Amar pode ser associado a "refazer ou criar a unidade". Daí Vénus também representar o "amar na dualidade", já que procura a unidade através do outro, e a unidade está primeiro em si próprio (O).

Na realidade ou matéria (+) isso manifesta-se como necessidade de segurança nas relações, na possessividade, no controlo para manter a expectativa da identificação com o outro.

Na segunda hora de Sol de um dia de Lua e de S. Simão, S. Judas, S. Alfredo e S. Faro

domingo, outubro 27, 2013

cheia

sinto-me cheia de imagens belas. associo momentos da vida a imagens. emociono-me profundamente. dentro de mim tudo são imagens. coisas pequenas ou grandes, todas com um momento. fecho os olhos, por vezes de olhos abertos até, e as imagens invadem-me.

aquele momento a caminho do carro, agora revisto em slow motion. por vezes também há filtros de cor, dependendo do estado de espírito.
um outro momento a caminho do restaurante. e o outro à chuva. e os momentos vêm-me assim à memória. mas sempre associados a imagens cinematográficas.

nunca mais comerei tomate cereja sem ser invadida por isto. mas depois há outros, mais entranhados, menos óbvios. a luz do sol que bate na pele dourada. a cortina que suavemente ondula numa dança coreografada com o vento. a mão que brinca com o vento na viagem de regresso, num fim de dia de verão.

sinto-me cheia de beleza.

Na primeira hora de Vénus de um dia de Sol e de S. Eslebão e S. Gonçalo de Lagos

sábado, outubro 26, 2013

Vénus nos Signos

Chegámos ao fim da viagem de Vénus pelos signos.

Pretendi com esta partilha, no mês da Imperatriz, oferecer uma ferramenta de trabalho para cada um de nós encontrar a Imperatriz dentro de si.
Para tal ofereci-vos a chave do mapa.

Através do signo em que Vénus se encontra no nosso mapa pessoal, conseguiremos desvelar a forma como a Imperatriz actua em nós. Que relações estabelecemos? O que é para nós o Amor? Que tipo de forma de Arte me fala ao espírito?

Depois, falta a segunda parte, aquela que nos diz que tipo de dificuldades vamos encontrar, onde precisamos de agir cautelosamente para não nos ferirmos. Estas respostas encontramo-las na casa em que Vénus se encontra. Duvido que tenha tempo para concluir esse estudo na próxima semana, por isso, esta segunda parte, fica para um outro mês, um em que a Imperatriz nos queira vir visitar e lembrar os seus ensinamentos.

Foi uma viagem intensa e, espero, produtiva.

Na primeira hora de Sol de um dia de Saturno e de S. Evaristo, S. Luciano e Santa Sabina

Vénus em Peixes

Vénus está exaltada. Em Peixes o princípio do Amor atinge o ponto máximo do desenvolvimento evolutivo, os nativos casam por amor e não há qualquer outro elemento na equação.
Vénus manifesta uma compaixão profunda a tocar a espiritualidade - a compreensão da unidade com todo o Universo. Estes indivíduos apreendem com facilidade o princípio da Vida eterna que se manifesta em todas as criaturas do Universo, unindo a alma com a Vida. Estas pessoas têm uma grande capacidade de sentir e compreender os sentimentos dos outros; sabem o que é «colocar-se nos pés do outro».

Estas pessoas são românticas e sensíveis (por vezes demasiado), e necessitam, para não se sentirem sós e desapontadas, de demonstrações de afecto regulares. Há uma certa tendência para permitir que essa sensação de desapontamento os leve a depressões ou manifestações de mártires. Porém, com um Neptuno a influenciar a expressão artística conferindo-lhe uma grande intuição, através da poesia, música ou outra forma de arte conseguem curar os seus sentimentos de solidão, ou pelo menos expressá-los como mais ninguém.

Porque são extremamente sensíveis aos sofrimentos dos outros, tendem a ser usados por eles, a não ser que tenham bem desenvolvido a discriminação. 
Como são muito sensíveis, receiam a rejeição e por tal nem sempre conseguem ser claros quanto ao que sentem, enfrentando as suas dores em silêncio. Têm tendência a tornarem-se dependentes emocionalmente dos outros ou o contrário, ter outros emocionalmente dependentes de si.

Pessoas famosas com este posicionamento: Benicio del Toro, Kirsten Dunst, Rachel Weisz, Zooey Deschanel, Jon Bon Jovi, Rainha Isabel II, Alicia Keys, Ewan McGregor, Serge Gainsbourg, Marilyn Manson, Celine Dion, Justin Bibier, Kurt Cobain, Martin Luther King, Shin Tau, entre outros.

Era um dia de Vénus e de S. Crispim, S. Crispiniano, S. Crisauto e S. Dário

Vénus em Aquário ou 5 de Espadas

Vénus em Aquário reage contra o materialismo da Vénus em Capricórnio. Indica pessoas com uma aparência emocional impessoal, mas amigável. Querem ser amigos de todos, mas sem muita profundidade, são populares e tem geralmente muitos amigos.
A atitude destas pessoas para com as regras sociais, morais e sexuais são incomuns, afastando-se das socialmente aceites. Têm uma forma muito própria de justiça e aceitação social.
Os romances são frequentemente súbitos e casuais. A estimulação intelectual é de grande importância para estes nativos, sentindo-se atraídos por pessoas excêntricas e engenhosas. O parceiro tem de ser também amigo, compreendendo que este precisa de estimulo mental e variedade e detesta a rotina. A liberdade é importante e afastam-se de pessoas possessivas e
ciumentas.
Os seus gostos são pouco comuns, sentindo-se atraídos por formas de arte moderna ou muito antiga.
Quando Vénus está aflita, estas pessoas tendem a mudar de relações com muita facilidade e sem razão aparente, apesar de desejarem sinceramente permanecer numa relação séria e duradoura, vêem-se perante este dilema.

No Tarot este posicionamento encontra-se representado no 5 de Espadas. Aqui encontramos a mente destrutiva, negativa, manipuladora, competitiva e desconectada do coração. Porque Aquário pode ser demasiado intelectual cria nas relações a dificuldade de entrega total. A crítica prejudica qualquer envolvimento e o desejo da sua liberdade acima de tudo impede de ver o Outro como um elo. Neste arcano a experiência exigida é a da entrega incondicional ao coração, abandonar a crítica destrutiva e aceitar os outros pelo que são e não pelo que se quer que sejam.

Pessoas famosas com este posicionamento: Bruce Willis, Sharon Stone, Paris Hilton, Oprah Winfrey, Mel Gibson, Ashton Kutcher, Nicolas Cage, Ellen Degeneres, Quentin Tarantino, Daniel Craig, Elton John, Papa Francisco.

Era um dia de Júpiter e de S. Rafael Arcanjo e S. Fortunato

quarta-feira, outubro 23, 2013

E porque a Imperatriz precisa do Imperador

eis uma musiquinha sensual para relembrar Vénus!


Na segunda hora de Lua de um dia de Mercúrio e de S. Romano e S. João Capistrano

terça-feira, outubro 22, 2013

segunda-feira, outubro 21, 2013

Vénus em Sagitário e em Capricórnio

Vénus em Sagitário indica pessoas cujas emoções e respostas são orientadas pelo idealismo e espiritualidade. São amigáveis, activos, sociáveis e extrovertidos. Ao contrário da Vénus em Escorpião que é secreta, misteriosa e enigmática quanto aos seus sentimentos, a Vénus em Sagitário é comunicativa. Procuram estabelecer as suas relações com base em princípios sociais aceitáveis baseados na ética, filosofia e religião. Quanto mais estruturas houver à sua volta, mais seguros se sentem. Tendem a envolver-se com pessoas que partilhem as suas crenças e não se incomodam em convertê-los caso contrário.  Seja como for, é importante para estas pessoas sentirem-se conectados com o parceiro ao nível das suas crenças.
Venus by Beth Hoeckel

No que se relaciona com a Arte, tendem a ser extravagantes ou apaixonados por Arte que tenha a ver com religião. Mitologias e sinfonias. Gostam de desporto e de viajar. Desta feita, é comum envolverem-se em relações com estrangeiros ou que vivam muito longe, mas também com pessoas que tenham cargos elevados em instituições educativas. 

Pessoas famosas com este posicionamento: Christina Aguilera, Katy Perry, Vanessa Paradis, David Bowie, Jude Law, Vincent Cassel, José Mourinho, John Malkovich, Deepak Chopra, entre outros.

Vénus em Capricórnio indica pessoas que precisam de bens materiais e status para se sentirem seguros emocionalmente. Casam com pessoas que lhe possam dar mais status ou ricas. Adoram encontros românticos dispendiosos. Reservados nas suas manifestações amorosas, principalmente em público. 

Podem ser pessoas que reprimem a sua sexualidade e emoções, apesar de em privado poderem ser fogosos. Têm um ar digno e atraem os outros pela sua forma de ser meio distante ou distinto. Se casam cedo, fazem-no com pessoas mais velhas, se for o contrário, procuram pessoas mais jovens que lhes dêem a experiência emocional que não tiveram. São fieis.

Na Arte procuram o tradicional, o clássico. Podemos encontrá-los muitas vezes em profissões como negociantes de arte, curadores ou directores de galerias de arte.

Pessoas famosas com este posicionamento: Brad Pitt, Britney Spears, Elvis Presley, Scarlett Johansson, Justin Timberlake, Robbie Williams, Bjork, Miley Cyrus, Jim Carrey, Edith Piaf, Christian Bale, Princesa Stephanie do Mónaco, entre outros.

Na segunda hora de Saturno de um dia de Lua e de Santa Ursula, S. Gaspar, S. Hilário Abade e S. Hilarião

domingo, outubro 20, 2013

silenciosamente emocionada

foi uma semana intensa. de repente tudo começou a (re)acontecer. a necessidade de dar resposta e a capacidade para o fazer não estiveram sempre em sintonia. é no ir fazendo que está a solução. escutando no silêncio o coração e agindo em consonância - silenciosamente emocionada.

Na primeira hora de Vénus de um dia de Sol e de S. João Câncio e Santa Iria

sábado, outubro 19, 2013

Of Monsters And Men - Dirty Paws | A Still Room Session


Na primeira hora de Sol de um dia de Saturno e de S. Pedro de Alcântara

Gravity

Quem nunca desejou poder fugir para o espaço, sem luz, sem som, sem problemas? Quem nunca se escondeu por tempo excessivo dos seus problemas? Quem nunca negou a sua dor?

Alfonso Cuarón entrega-nos uma oportunidade de nos libertarmos da dor, do medo, da recusa, da apatia, quem vai aproveitar a receita?

Era um dia de Vénus e de S. Lucas Evangelista

Vénus em Escorpião ou 7 de Copas

Encontra-se em detrimento, uma vez que, Vénus governa Touro e Escorpião é o seu signo oposto. Com este posicionamento as emoções e os desejos sexuais são fortes e apaixonados, ciumentos e secretos, e há muito orgulho no sexo e no romance. As reacções nas relações pessoais próximas costumam ser emocionais, e os desejos e as emoções fortes podem fazer com que não vejam os pontos de vista dos outros.

Estas pessoas podem levar as relações românticas de forma demasiado séria, faltando-lhe leveza e humor. Como são dados e governados pela expressão emocional esperam precisamente o mesmo, senão mais, do outro. Se estas pessoas não estiverem bem consigo próprias podem tornar-se em algo muito feio, deixando o ressentimento, a amargura e a sensação de traição governá-los. Facilmente vivem relações de amor-ódio, mas se o amor for mesmo mal tratado, já que para eles o amor é uma coisa superior e sagrada, podem tornar-se em pessoas frias e indiferentes de forma muito fácil.

A intensidade emocional conferida por esta posição dá às pessoas uma personalidade colorida, com contrastes dramáticos, na sua expressão artística. Os nativos são atraídos pelo mistério e o oculto, sendo também pessoas que se conseguem "sentir" as emoções dos outros.

Se Vénus estiver aflito no mapa de uma mulher, temos a femme fatale capaz de manipular sexualmente para os seus fins.

No Tarot encontramos esta experiência no 7 de Copas, onde a procura vã, cega, doentia do prazer acontece se não tivermos cuidado. Esta carta mostra-nos o lado menos positivo do Escorpião, as compulsões como forma de compensação da insatisfação, comida, drogas, sexo, enfim, tudo o que preencha o vazio derivado da incapacidade de sentir prazer.

A aprendizagem nesta carta é a integração da expressão emocional com o outro, é a aprender a fazê-lo sem esperar a mesma moeda, fazer por prazer e não por necessidade de receber. Na maioria das vezes indica uma relação decadente que o consultante insiste em manter.

Pessoas famosas com este posicionamento:  Jodie Foster, Leonardo DiCaprio, Demi Moore, Jim Morrison, Joaquin Phoenix, Charles Manson, Ted Bundy, Silvio Berlusconi, Jeff Buckley, Jane Birkin, entre outros.

Era um dia de Júpiter e de S. Edviges e S. Inácio de Antioquia

Vénus em Balança

Esta posição indica que estamos perante pessoas para quem o casamento e as relações sociais são muito importantes. Pessoas sensuais que atraem facilmente os outros e que facilmente se relacionam e os compreendem.

Vénus em Balança confere beleza, amabilidade e romantismo ao nativo, dando-lhe também uma necessidade de que todo o comportamento social seja o mais refinado e educado possível. Não sendo como a Vénus em Touro, em que o dinheiro tem muita importância, compreendem que necessitam dele pois gostam de estar rodeados de Beleza. Estas pessoas tendem a valorizar-se pelas relações que estabelecem ou mantêm.

As pessoas com este posicionamento detestam conflitos de qualquer tipo, desta feita, se estes foram muito frequentes podem ficar nervosos e até mesmo doentes. Afastam-se dos conflitos e confrontos naturalmente.

Pessoas famosas com este posicionamento: Sean Connery, Pablo Picasso, Ryan Gosling, Will Smith, Viggo Mortensen, Woody Allen, Stephen King, Mickey Rourke, entre outros.

Era um dia de Mercúrio e de S. Martiniano, S. Galo, S. Elífio

Street Angel


Era um dia de Marte e de Santa Teresa de Jesus

The Fall of Glorieta Mountain


Era um dia de Lua e de S. Calisto, S. Gaudêncio e S. Donaciano

domingo, outubro 13, 2013

Vénus em Virgem ou 9 de Discos

Vénus em Virgem está em queda, porque Virgem é o signo oposto a Peixes onde se encontra exaltada. A crítica e a análise são palavras-chave para quem tem este posicionamento. Analisam demasiado as emoções e criticam aqueles que amam, cortando a naturalidade e espontaneidade dos afectos. Têm necessidade de compreender a beleza e, por isso, acabam por não conseguir ver o Todo mas apenas pormenores.

Procuram tendencialmente pessoas com quem possa partilhar interesses de trabalho e intelectuais. Porém, estas pessoas são aquelas que menos tendência têm para o casamento, já que têm padrões excessivos sobre com quem devem estar.

São pessoas cujas maneiras, aparências e higiene são de extrema importância. Dão excelentes designers de moda ou cozinheiros, pois são rigorosos, mas podem ser pouco inspirados.
Têm um exterior frio e isso leva-os a ter dificuldades nas relações românticas, podendo resultar dai um sentimento de solidão e frustração. O conforto e as posses, sendo Virgem um signo de terra, ganham alguma importância para estas pessoas, acreditando que dessa forma adquirem status.
Mercúrio, que governa Virgem, oferece a estas pessoas uma capacidade de análise incrível, podendo estas gerir problemas psicológicos que advêm de algum desajuste social.

No tarot encontramos este posicionamento no 9 de Discos e tudo quanto foi dito sobre Vénus em Virgem aplica-se à interpretação desta carta. Aqui a lição é simples: ao colocar Amor em qualquer coisa que se faça obteremos lucro. O prazer, a beleza e o amor são o trio necessário para uma vida de sucesso.

Pessoas famosas com este posicionamento: John Lennon, Catherine Zeta-Jones, Mick Jagger, Robert de Niro, Kate Winslet, Sean Penn, Angela Merkel, Roman Polanski, Sting, François Mitterrand, Simon Cowell, Leonard Cohen, entre outros.

Na primeira hora de Vénus de um dia de Sol, S. Educardo, S. Daniel e S. Colomano

Nossa Senhora Aparecida

You gotta give to get back by Eduardo Recife
Mãe Santíssima, peço-te, olha por nós, 
nós que estamos confusos,
nós que estamos perdidos,
nós que perdemos a visão e não encontramos o caminho de volta.

Nós que vemos apenas as sombras da realidade.
Envia-nos a Tua luz.
Nós que julgamos com facilidade.
envia-nos a Tua sabedoria.
Nós que temos o coração amargurado.
Envia-nos o Teu amor.

Santíssima, peço-te por mim e todos os meus Irmãos.
Lança-nos neste dia especial a tua bênção e
ajuda-nos a reencontrar o Bom Caminho para podermos
travar o Bom Combate.

Que assim seja.

Era um dia de Saturno e de Nossa Senhora Aparecida, S. Serafim e S. Cipriano

sexta-feira, outubro 11, 2013

Vénus (parte 1)

A Vénus ensina-nos a fazer as coisas com Amor (Touro) e a pensar amorosamente (Balança), demora 225 dias para completar a órbita do Zodíaco; é um planeta interior e nunca se encontra a mais de 46º do Sol.

Rege os signos de Touro e Balança e as casas II e VII. Encontra-se exaltada em Peixes, em detrimento em Carneiro e Escorpião e em queda em Virgem.

Qualidades: Descreve as coisas porque é atraído. As suas inclinações artísticas e românticas. O modo como se sente em relação aos outros e a si próprio. A sua vida amorosa e as suas aspirações criativas. Os seus valores, dinheiro e pertences, a sua valorização pessoal

Palavras-chave: Amor, beleza, harmonia, gentileza, suavidade, divertimento, adornos, desejo, ternura, receptividade, sentimentos, cor, textura, arte, desenho, conforto, lingerie, luxúria, dinheiro, música, relaxamento, sexo, devoção, laços, gostos, calma, criatividade, presentes, flores, feriados, coração, formas redondas, ballet, cosméticos, mulher

Partes do corpo associadas: rins, ovários, queixo, lábios, palato, garganta, timo, glândula tiróide

Cor: Verde-esmeralda e todas as cores pastel

Profissões: ligadas à beleza – esteticistas, floristas, roupa, beleza e perfumes

Rege: dos 14 aos21 anos

Na segunda hora de Marte de um dia de Vénus e de Nossa Senhora dos Remédios, S. Firmino, S. Quirino, S. Nicásio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...