terça-feira, abril 13, 2010

De Úrano

Úrano, deus grego que representa o céu, responsável pela criação de vida sobre Geia (Gaia ou a Mãe Terra), vinha todas as noites cobri-la. Porém, odiava as crianças que Geia gerava, com medo que a história se repetisse, isto é, que os seus filhos o destronassem como Caos fora destronado por Érebo e este pelos seus filhos.

Geia não gostava da forma como este os tratava, por mais assustadores e disformes que os seus filhos fossem, não mereciam ser aprisionados no seu ventre impossibilitados de ver a luz do dia. Desta forma, começou a incitá-los à revolta. De todos, apenas Cronos (Saturno, o mais novo)achou boa ideia e com uma foice atacou o pai, castrando-o.

Todavia, mesmo na sua morte, Úrano continuou a ser um criador e do seu sangue derramado sobre Geia nasceram os Gigantes, as três Erínias, as Melíades e, segundo alguns, os Telquines.
A partir dos testículos lançados ao mar nasceu Afrodite - a deusa do Amor e da Sexualidade.

Esta pequena história sobre este deus tem como objectivo levar-nos a reflectir sobre o nosso Úrano pessoal, falo, é claro, de astrologia.
(imagem daqui)

Aquilo que sobressai desta aventura mitológica é a força de criação que Úrano reservava, pois mesmo num momento de ataque ele continuou a gerar criaturas. Assim é com o planeta.

Úrano no nosso mapa representa o nosso lado criativo, a excentricidade, a originalidade e a capacidade que temos ou não de a colocar em prática. É muitas vezes sinónimo de pessoas revolucionárias, anarcas, regula todos aqueles que se oponham às formas estabilizadas e preconcebidas que toldem a visão única e pessoal do indivíduo.

Creio que Úrano é um planeta de alerta pois num mapa ele pode assinalar alguns dos campos em que temos de batalhar, campos importantes como a individualidade e as nossas necessidades amorosas que nos levam para o outro. Representante também da nossa liberdade, coisa que o deus não conseguia dar aos seus filhos e de certa forma das nossas capacidades inatas para resolver karmas.

Úrano é, porém, um planeta transpessoal e, por isso mesmo, não terá muita importância para cada pessoa a análise perante o signo onde se encontra, mais importante será a sua casa. O signo que recebe este planeta tem a ver com uma geração de pessoas e não apenas com a fulana que nasceu no ano tal, dia tal, às tantas horas. Pessoas com a mesma idade ou com diferenças entre os sete anos, poderão ter Úrano no mesmo signo, uma vez que este planeta leva por volta de 7 anos a completar a sua transição num signo.
(imagem daqui)

Sendo o planeta regente de Aquário, torna-se mais fácil de compreender a função que ele tem no nosso mapa. Além de romper com as amarras e todas as restrições à possibilidade de manifestação da nossa essência criadora e individual, Úrano age perante o inesperado, as mudanças bruscas, os rompimentos rápidos de forma célere, para que o indivíduo possa rumar para o colectivo.

Se Úrano tivesse compreendido que aprisionar os seus filhos por medo que a história se repetisse era apenas uma forma de estar a dar terreno para que ela acontecesse de facto, teria oferecido a liberdade e mantido a sua capacidade criadora. Que sirva de lição a quem deseja ter algo na sua vida, o medo e a posse apenas nos mantém aprisionados à eterna roda cármica.

Resumindo, Úrano pode guiar-nos a uma personalidade mais livre e única, pronta para ser entregue nos braços da onda cósmica, despertar a centelha divina que habita em nós. Para isso, deveremos largar os medos e actuar nos campos onde Úrano nos indica pois é lá que reside a nossa capacidade para aceitar as mudanças súbitas, para dar ouvido às necessidades espirituais e para desenvolver o SER.

Em guisa de conclusão, Úrano está para nós como a estrela esteve para os Reis Magos. Peço agora aos meus queridos amigos astrólogos que corrijam, complementem ou aprovem estes dados, pois como sabem, a minha iniciação é recente e posso estar a interpretar menos correctamente.

Em breve espero colocar textos de interpretação de Úrano nas casas. Até lá, beijocas!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...