quarta-feira, outubro 01, 2014

Ele Impera(dor)

Há um mês e uns dias que não venho aqui, no entanto, a energia esteve presente, foi, sem sombra de dúvida, a Torre que andou a fazer das suas.

Setembro terminou e com ele uma quantidade de assuntos pendentes, de atitudes e valores caducos. Para outubro temos o Imperador a energizar-nos, a dar-nos força para reconstruir o que a Torre derrubou.

Esta energia não é das que mais sai, uma busca pelo espaço e facilmente se chega a essa conclusão. Ao fazê-lo descobri uma situação muito curiosa, não é que esta configuração já aconteceu uma vez!!! No início do ano 2011, mais precisamente de 18 de janeiro de 2011, semana em que apareceu a Torre, a 31 de janeiro, fim da semana com o Imperador. Tal sincronia e aparente repetição não pode deixar de ser notada. Será prudente ir atrás no tempo e ver se alguma situação dessa altura está pendente na nossa vida ou simplesmente verificar que passámos um ciclo, que fechámos o círculo.


Para outubro a energia é forte, é uma energia de inícios, uma força de construção muito benéfica, principalmente quando sai depois da destruição da Torre. Será importante questionarmo-nos sobre até que ponto mandamos na nossa vida. Se somos capazes de traçar objectivos e levá-los a bom termo. Como está a nossa energia de liderança? Há alguma força masculina que nos impede de ser quem somos, que nos inflige ainda dor? Há alguma acção que está por concretizar?

Outubro chegou e o Imperador também. Vamos lá construir, pôr ordem ao caos que a Torre deixou e sentir esse ímpeto do fogo do Carneiro para fazer acontecer.

Na primeira hora de Marte de um dia de Mercúrio e de S. Veríssimo, Santa Máxima e S. Remígio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...