segunda-feira, março 23, 2015

O Fogo

O tempo vai passando, as horas constroem dias, os dias semanas, as semanas meses e o tempo vai passando. Contudo, não passa ao de leve, imperceptível, invisível. O tempo vai deixando as suas marcas, vai cravando na pele as horas, os dias, as semanas, os meses; vai esculpindo na alma os seus ensinamentos, as aprendizagens, as marcas das experiências.
O tempo desenrola-se e a estrada constrói-se e percorre-se.
A bagagem aumenta...

Mas a primavera chegou. A Roda deu mais uma volta e cá estamos novamente num início.
Anunciada por um eclipse solar, a primavera chegou. e com ela o tempo de nos mostrarmos ao mundo, de nos desnudarmos e deixarmo-nos inundar pela força do Sol, pela luz do Fogo, pela energia Divina.
foto de Rochelle Riva Bargo
Rendamos graças ao Fogo, o Transformador, que destrói o velho para abrir as portas ao novo. Que regenera e purifica quem quer que o busque e deseje. Rendamos graças ao Fogo, saudando-o e acolhendo-o, permitindo-lhe operar a limpeza necessária para este reinício tão cheio de força, graça e luz.
Libertemo-nos na dança divina do Fogo ou do arcano XX - O Juízo Final.

Na primeira hora de Marte de um dia de Lua e de S. Félix, S. Turíbio e S. Emídio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...