segunda-feira, fevereiro 05, 2018

a história de uma reconexão

gosto de experimentar coisas. e há uns anitos atrás surgiu a ideia de que o último grito no mundo das energias era a reconexão de Eric Pearl. uma amiga fez e sugeriu e, pois bem, fui fazer também.

este foi um ponto fulcral que me levou onde hoje me encontro - a terapeuta de reiki.

a reconexão teve em mim um efeito diferente do esperado. aos poucos deixei de sentir que as técnicas que usava antes faziam sentido. os rituais simplesmente não os conseguia realizar, não faziam sentido. o tarot deixei de o usar, não fazia sentido.
o dilema era que a reconexão e a sua energia também não me faziam sentido. Não o sentia como uma coisa muito diferente do que antes sentia. não aceitava também com grande facilidade as suas "regras".
era como se eu estivesse despida das velhas roupas mas as novas também não me deixavam confortável.

ainda andei assim desorientada durante quase um ano. um ano sem animo.


e num repente decidi que devia fazer qualquer coisa em relação a isso. lembro-me que foi numa lua cheia em capricórnio, que decidi usar a sua energia, e realizar um pequeno ritual para recuperar o meu poder. e depois desse ato de determinação, tudo mudou. eu mudei.

reencontrei o reiki, pois já o tinha conhecido em 2009, mas não me tinha rendido a ele. achava que as pessoas que eram reikianas eram todas estranhas, com os seus:

está tudo bem
por hoje sou grata
tudo é como é
só por hoje, não me zango, nem critico...

sim, ok! muitos espelhos, mas a verdade é que o meu caminho não era por ali naquele momento e nem com aqueles espelhos, portanto, afastei-me do reiki. mas em 2016 encontrei a Escola Portuguesa de Reiki e Terapias Complementares e tudo se encaixou num momento perfeito.

e aos poucos comecei a perceber que tudo o que eu tinha recusado como ferramentas de auto-conhecimento e de trabalho estava a ser posto à minha frente para eu  perceber que é tudo a mesma coisa. outro exemplo para além do reiki foi os pêndulos. sempre me recusei a usar o pêndulo, até com algum desdém, mas lá fui fazer o curso de mesa radiónica com Régia Prado e arranjei uma ferramenta para os usar.

têm sido anos curiosos estes. e tudo com uma reconexão por início. talvez tenha sido esta a forma desta energia atuar em mim: fazer-me perder as roupas e encontrar aquelas que afinal faziam verdadeiramente sentido. ah! e por falar nisso, também há um curso de tarot e cartomancia pelo caminho, pois até naquilo que considero ser a minha essência eu mexi.

por todos estes anos e por todas estas veredas que me levaram a lugares mais profundos e próximos de mim mesma, eu sou grata!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...