sábado, fevereiro 13, 2010

O medo vencido com a Força

Esta partilha vem com um grande atraso, pois ela refere-se à primeira semana de Fevereiro. Espero que ainda se lembrem o que andaram a fazer para poderem colocar em correspondência com a viagem do Alegria.

Vamos ver o que a Força nos trouxe!

Alegria regressou então atrás no espaço, regressou à porta da Mulher e bateu.

«Eis-me aqui humildemente pronto para a tua prova. Tenho andado errante pelo caminho do desejo, mas a marca de sangue na neve levou-me a compreender que és tu quem me deve recolocar no trilho correcto.
Aceito o caminho, leve-me ele onde levar. Por ele morrerei, pois sem ele não há sentido!»

«Entra, mas presta atenção. O chão é composto por quadrados brancos e pretos. Escolhe qual deles deves pisar primeiro, mas escolhe atentamente pois só um te recolocará no trilho certo.»

Alegria olhou para o chão e analisou os tons. Desfocou a sua vista e observou o preto com os olhos da mente.

«Este esconde os prazeres da vida. A busca incessante de prazer que nos leva a negar a integridade interior. Por este tom farei a escolha da vida mundana e nela serei aprisionado. Se a pisar a missão será falhada!»

Interiorizou a experiência no silêncio absoluto do seu ser. Fechou os olhos e contemplou o branco.

«Aqui reside o sossego. Se pisar este quadrado entrarei para um templo de repouso, onde posso desfrutar os prazeres merecidos, sem que estes me aprisionem. O caminho através da luz leva-me ao descanso merecido. É este que piso.»

Alegria elevou o seu olhar e enfrentou a Mulher.

«Seguirei sempre o Graal, por ele estou disposto a morrer, mas se assim for, escolho morrer em integridade e liberdade. Este é o quadrado que escolho pisar!»

E com estas palavras, hirto e de cabeça erguida ao céu, deu um passo e pisou o quadrado branco.

«És sensato Homem! Tens bons treinos e usas as tuas técnicas correctamente. És merecedor de entrar na minha casa e descansar, sem tentações ou ilusões. Não mais temas a Força das Mulheres pois a tua lição foi aprendida! Entra se assim quiseres e descansa, não me temas pois mal algum exercerei.»

Num suspiro que pareceu descarregar toda a ansiedade e preocupações que o abatiam, Alegria entrou e a paz restaurou-se.

Bom, espero que todos aqueles que tenham aceite ir ao passado recente resolver uma situação tenha passado a lição com a mesma distinção com que Alegria o fez.
Compreendamos que nada de errado há em dar um ou dois passos atrás, pois a experiência trar-nos-á aprendizagens importantes para redefinirmos a nossa caminhada.

A todos um excelente dia!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...