terça-feira, maio 31, 2011

Ai Ai a Torre

Depois de uma semana tão boa, tão intensa, onde o Mundo nos ensinou onde era preciso curar, chega uma inesperada Torre.


Bom, há, pelo menos, duas formas de a entender. 

Primeiro, depois de um alinhamento energético forte, uma iniciação, é preciso libertar o que está velho, para dar espaço ao novo. Depois de termos conhecido uma visão diferente do Mundo, como podemos voltar atrás? Sim, podemo-nos contentar com algo que sabemos ser menos aceitável para nós. Todavia, será que o conseguiremos, depois de ver o Paraíso, regressar à frivolidade desta vida? Bom, cada um saberá a sua resposta.


A segunda forma de encarar isto é através de uma forma menos consciente. Se as transformações ocorreram sem que tivéssemos tido algum tipo de intervenção, sem a nossa Vontade agir para que elas acontecessem, é provável que esta Torre seja repentina e nos leve coisas que, aparentemente, não estamos prontos para largar.


Seja qual for a forma que ela vai operar em nós, estejamos abertos à mudança, pois com a Torre ela é inevitável. Se não a aceitamos a bem, ela chega à força. Não temos escolha a não ser na forma como optamos que ela aconteça, entendido?

Posto isto, escolho como melodia inspiradora Blindsided, do álbum For Emma, Forever Ago de Bon Iver. Que a sua voz mágica nos leve a aceitar docemente o que está para vir, que o calor que sai das suas notas nos mime e preencha os buracos dentro de nós.

A todos uma semana cheia de mudanças positivas, ou seja, que todos aceitemos as mudanças rapidamente e, assim, elas actuam onde têm de actuar, tornando a nossa caminha mais leve e harmoniosa.

Na primeira hora de Lua do dia de Marte, Visitação de Nossa Senhora, S. Petronilha, S. Ubaldo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...