segunda-feira, outubro 27, 2008

Kether - a Coroa

Depois de finalmente ter escrito uma introdução à Cabala, eis que hoje vem a continuação.
A primeira esfera, aquela de onde descemos e para onde pretendemos retornar, chama-se Kether - a Coroa e situa-se no topo da árvore na coluna do meio e faz parte do triângulo superior.

Kether significa o Princípio fundamental, Deus, se assim lhe quisermos chamar ou simplesmente a Origem, a Energia Primordial. Antes de Kether há o Ain Soph Aur, a Luz Ilimitada, o Nada Absoluto e foi daí que surgiu esta esfera, que engloba em si todas as possibilidades de acontecimentos. Kether é a compilação bruta de todas as qualidades do Nada, no entanto, tudo é apenas possibilidade, isto é, nesta esfera não há forma, não há tempo, nem espaço, há apenas a potencialidade das coisas.
Ela representa a perfeição absoluta de Deus e como para Deus foi necessário criar o Homem para que a Obra fosse possível, para Kether foi necessário construir as restantes esferas para que Deus se pudesse manifestar.

A experiência que poderemos encontrar nesta esfera, a aprendizagem que aqui deveremos realizar, é a de união com o divino, quer seja quando descemos, quer seja quando subimos a Árvore. Nela deveremos meditar sobre a Energia de Deus, é aqui que poderemos encontrar as respostas, é neste esfera que nos Iluminamos.

O Planeta que se lhe associa é Úrano por ser o deus criador do céu, aquele que mantinha os seus filhos enclausurados na terra e que tornou possível a iniciação do mundo, a criação dos deuses e dos reinos. Poderemos ainda fazer várias outras associações a Kether que nos podem ajudar a melhor a compreender, porém, creio que quanto mais elementos associarmos, mais confuso se tornará compreender a essência simples desta Sephira.

No meu dia-a-dia utilizo a energia de Kether quando pretendo invocar Luz. Sempre que vou realizar uma meditação envolvo-me numa bolha de luz protectora, esta luz visualizo-a a ser emanada de Kether directamente para mim. Durante os meus trabalhos de magia, sempre que invoco a Energia Primordial é de lá que a vejo sair, sempre que preciso de me energizar invoco a luz de Kether, a Luz mais neutra que poderemos algum dia experimentar. Em verdade, nesta esfera, sendo que ainda não há materialização, não existe qualquer aspecto negativo, Kether é a única esfera que não tem os opostos, ali reside energia andrógina, ainda não manifestada e por isso pura.

Para quem considerar mais fácil trabalhar com a energia dos anjos, Metraton é o Regente desta esfera, que tem como legião os Serafins. Deixo aqui uma oração que se pode realizar para este Anjo e, claramente, para esta esfera se manifestar para nós.

Anjo Metraton, que formas, com os serafins, a sublime esfera de Luz e de Fogo primordial, dá poder e brilho à chama do meu ser espiritual e mantém vivo o meu desejo ardente de prosseguir na busca da Verdade, e de não me cansar jamais, pois sei que és tu que sopras o alento para manter viva esta chama. Anjo Metraton, que o Fogo Divino possa fazer com que eu nunca seja indiferente aos que vivem junto de mim. Mantém vivo o Fogo, Anjo Metraton e Serafins, nas minhas ideias, nos meus projectos, no meu desejo de prestar serviço, de ser útil a meu próximo. Queimem, Serafins de Kether, todas as escórias, todas as impurezas que meu desejo me atrai, para que nos meus sentimentos não fique nada senão o desejo ardente de me afastar da maldade e da mediocridade dos insensatos. E também, Príncipe do Mundo, dá ao meu corpo o calor necessário para uma boa saúde, pois quero ser útil no trabalho humano que tu me hás-de indicar (ou indicaste). Príncipe Metraton, Serafins de Kether, Senhores e Mestres do domínio infinito do fogo celeste: Aqui, do meu nível Humano, eu vos envio as minhas saudações cheias de AMOR.

Num dia de São Elesbão, São Gonçalo de Lagos e de Gabriel, energia de Lua
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...