terça-feira, outubro 14, 2008

O Elemento Terra

O elemento Terra é o mais denso de todos, aquele que está mais ligado ao mundo físico. Este elemento é feminino e está associado ao crescimento, é a base da matéria, as raízes que sustentam o nosso corpo. Os rituais que tenham a ver com prosperidade, crescimento de qualquer ordem, estabilidade ou crianças deverão ter como elemento predominante a Terra.
Está também relacionado ao ponto cardeal Norte, ao Arcanjo Uriel, às cores verde e castanho, ao Disco utilizado no altar e ao Sal, os elementais são os gnomos, os duende e os trolles, a carta de Tarot é a Imperatriz, a sephira Malkut, a árvore o freixo e o chakra o Raíz (vermelho). O animal que representa este elemento é o Touro.
Estarmos ligados à Terra é de uma importância vital, uma vez que sem esta ligação as nossas raízes apodrecem, não alimentamos as nossas energia para as actividades do dia-a-dia, somos considerados aéreos pelos outros, somos inseguros, as nossas energias ficam dispersas, podemos ter sensações de assombramentos e ainda sentimo-nos sós.
O símbolo alquímico do triângulo invertido com um traço ao meio, representando a Terra, pode ser utilizado para uma meditação de ligação com o elemento onde a visualização deste símbolo nos leva ao reino do elemento e lá encontraremos a nossa ligação, ou também pode ser utilizado o Touro. Porém, no dia-a-dia podemos realizar algumas actividades mais simples para recarregarmos este elemento, como por exemplo, dançar ou tocar tambores, ouvir sons de repercussão, tratar de animais domésticos ou de jardins ou tocar na terra, de verdade ou apenas mentalmente.
A nossa alimentação também pode incluir alimentos específicos para esse efeito, assim, a batata, a cenoura, o nabo, o milho, a abóbora, a carne vermelha, as sementes, o pão, a massa, o sal e as romãs, são alguns dos alimentos que carregam a energia da Terra necessárias para o nosso organismo.
Seja qual for a acção que escolhamos para nos ligar ao elemento Terra, não nos podemos esquecer de verificar sempre se estamos ou não com falta dele, pois um excesso de Terra também não será prudente. Eu costumo utilizar o mapa astral para contabilizar os elementos que tenho em excesso ou em falta, depois no dia-a-dia vou verificando como me sinto e sempre que estou dispersa, sem concentração, ou a sentir-me isolada, já sei que as minhas baterias estão fracas relativamente a este elemento e faço o que sinto necessário para remediar a situação.

Num dia de Marte e de Samael, de São Calisto e de São Gaudêncio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...