sábado, dezembro 05, 2009

O Juízo Final trouxe a Renovação

Esta semana tivemos direito a uma quantidade de experiências novas, foi uma panóplia grande de emoções e revelações. Houve muito questionamento, o que provocou uma montanha russa de sensações.

Vamos ver o que nos diz a história do Tarot e de Alegria.

Depois de ter abandonado a Sacerdotisa e de ter compreendido que há muito andava a recusar ouvir os seus desejos mais íntimos, Alegria começou a ficar desiludido consigo próprio. Afinal porque se reservava ele esse direito, o direito de experienciar novas emoções. Estaria tão determinado a seguir um caminho recto que se esquecera que é importante aproveitar as curvas, os solavancos ou os buracos do caminho?

Na sua frente surge a ajuda que precisava. O Rei de Bastões, uma pessoa querida, calorosa e pró-activa.
«Se queres atingir o alvo, que seja com as mais afiadas das espadas! Para trazer a cura é preciso coragem e uma mão firme. Retira o veneno com a chama da cura.»
Dito isto desapareceu.

De facto para seguir um caminho como esse é preciso muita coragem, mas antes de mais assumir que são esses os meus desejos. Purifico-me de todas as vontades mundanas e confio que apenas seguirei as Paixões que me fizerem evoluir. Liberto os meus quereres!

O seu coração encheu-se de felicidade e o seu corpo entrou em celebração. E foi nessa sensação de prestar reconhecimento e alegria a alguém que se lembrou de onde conhecia a Sacerdotisa. Era ela que guiava os rituais que ele presenciara, como não se havia lembrado disso antes.

«Eu sou a mãe do amor que derrama o seu copo para o bem de todos. O meu carregamento é ilimitado como o mar. Abre o coração de boa vontade e recebe.» Estas foram as palavras que a Rainha de Copas pronunciou na sua aparição. Alegria sorriu e pensou:

«És a Mãe que venerámos naqueles rituais. Eu te agradeço pela tua fonte inesgotável de Amor. Contigo e por ti aprenderei o que é o Amor. Em ti aprenderei a reconhecer os desejos do meu coração. Grato, eternamente grato!»

A Confiança e Segurança voltaram a invadir a alma de Alegria, que seguia completamente entregue aos seus pés e caminho. Sabia que agora havia aberto uma porta nas hipóteses de aprendizagens que lhe poderiam surgir. O Infinito era uma certeza agora. A renovação da sua alma e das suas certezas havia sido iniciada!

E no fim desse percurso Alegria compreendeu que um novo ciclo se iniciava, estava agora pronto para começar a receber no sue trilho os karmas anteriores. A Sacerdotisa havia sido o início desse novo trilho. O que surgiria agora?

Foi um percurso algo interessante. Alegria teve dois encontros que lhe deram palavras sábias. E essas palavras que nos disseram a nós?

Na primeira hora de Júpiter do dia de Saturno, S. Geraldo, S. Martinho de Dume, S. Sabeu
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...