quinta-feira, julho 30, 2009

Desafio fotográfico da Semana

Só para inspirar e expirar!

Na primeira hora de Sol do dia de Júpiter e de S. Rufino, S. Donaltina, S. Máxima, S. Abdonio, S. Seneno

quarta-feira, julho 29, 2009

Dear Friends

vou-me ausentar por uns dias! Quero ir até ao meio da natureza desfragmentar o disco ;) Fazer um reboot e preparar-me para o que está para vir. Estar no meio da mãe!

Isto para vos dizer que em princípio não haverá posts nem actualizações das cartas, mas não se preocupem, elas serão retiradas e haverá na mesma uma reflexão, quando regressar, pois não é por irmos de férias que o esoterismo se afasta ;)

Venham até cá, oiçam música, dancem e desfrutem dos livros que por aqui estão. Sintam-se em casa e façam o que quiserem, quando voltar ir-vos-ei visitar cheia de energia e de saudades!

Lembro-vos que sexta-feira é uma noite mágica, vejam aqui.

O DezMistificando ficará aberto com o tema do Despertar por mais um tempo, se ainda não foste lá, força aventura-te.

Beijocas grandes e uns excelentes dias de Morte rkrkrkrkrk

Na primeira hora de Saturno do dia de Mercúrio e de S. Marta, S. Olavo, S. Simplício, S. Faustino, S. Beatriz

terça-feira, julho 28, 2009

O anjo da Morte

- O homem vem, constrói, tem a esperança de que aquela obra que está a realizar seja importante - continuou ela. - Mas, de um momento para o outro, descobre que estava a exigir mais do que a terra podia dar. Então deixa tudo e segue adiante, sem se dar conta de que transportou outros para o seu sonho - outros que, por serem mais fracos, acabam por ficar para trás. Como as cidades fantasmas no deserto. (...)

- Alguém disse que a terra produz o necessário para satisfazer a necessidade, e não a cobiça - continuou a velha.

- A Senhora acredita em anjos? (...)

- Quando somos velhos, e estamos mais perto da morte, passamos a acreditar em qualquer coisa - respondeu ela. - Mas não sei se acredito em anjos.

- Eles existem.

- Você viu algum? - havia uma mistura de incredulidade e esperança nos seus olhos.

- Converso com o meu anjo da guarda.

- Ele tem asas? (...)

- Não sei, ainda não o vi. (...)

- Também sei que vou morrer - disse Chris.

- Não, não como um velho sabe. Para si a morte é uma ideia remota que pode acontecer um dia. Para nós, é algo que pode chegar amanhã. Por isso, muitos velhos passam o tempo que sobra a olhar apenas uma direcção: o passado. Não é que gostem muito das lembranças; mas sabem que ali não vão encontrar o que temem.
Poucos velhos olham para o futuro, e eu sou um deles. Quando fazemos isso, descobrimos o que o futuro realmente nos reserva: a morte. (...)

- A morte é um anjo - disse Paulo. - Eu já o vi duas vezes nesta encarnação, mas muito rapidamente, não deu para ver o seu rosto. Entretanto, conheço pessoas que já o viram, e outras que foram transportadas por ele, e me contaram depois. Essas pessoas dizem que o seu rosto é bonito, e o seu toque é suave. (...)

- Tem asas?

- É formado de luz - respondeu ele. - Assumirá a forma que for mais fácil para ser recebido, quando chegar o momento.

A velha ficou algum tempo quieta. Depois levantou-se.

- Perdi o meu medo. Rezei agora em silêncio, e pedi que o anjo da morte tivesse asas quando me viesse visitar. O meu coração diz-me que serei atendida. (...)

in, As Valquírias, Paulo Coelho, Pergaminho

Na primeiro hora de Mercúrio do dia de Marte e S. Inocêncio, S. Vitor, S. Nazário, S. Celso

segunda-feira, julho 27, 2009

Sincronias brilhantes e extasiantes

Estava a colocar a leitura em dia e fui dançando e dançando, com este e aquele, até que me sentei um pouco no Dalla Blog. Gosto muito de conversar com o Marcello ;)

Eis que descubro mais uma sincronia daquelas.

(Mandala do Marcello)


Nesta semana de transformações, regidas pela carta 13 do Caminho do Auto-Conhecimento, a Morte, o Marcelo decide presentear-nos com uma Mandala e uma Invocação para o Êxtase.

Segundo ele próprio: «Esta mandala representa o final de um ciclo e o início de outro, quando se atinge o êxtase e a iluminação.»

Demais, não é? O Universo soube que esta semana iríamos precisar de uma mandala para interiorizar melhor a experiência da Morte e oferece-nos assim, simplesmente assim, uma mandala e uma invocação poderosa.

Querem conhecê-la? Então cliquem aqui.

Na primeira hora de Vénus do dia de Lua e de S. Pantaleão, S. Cunegundes, S. Cucufate

domingo, julho 26, 2009

Melodia para a Morte

Depois da semana com o Hierofante, onde andámos em busca da nossa auto-expressão, vem a carta 13 - A Morte.



O ensinamento final da reflexão levou-nos a encarar que ainda temos algumas amarras que precisam ser soltas para podermos chegar ao nosso Graal e sofrer a Morte Iniciática que tanto desejamos.

Aproveitemos então esta semana com a Morte e soltemos as amarras, sem medos. A fé de que o que é "nosso" a nós virá deve reger as nossas acções. Cortemos o que nos impede de seguir, soltemos as amarras para que o Barco possa seguir, libertemo-nos.

Para tal aventura proponho que aqui venham ouvir e dançar esta Valsa com a Morte, abracemo-la e vivamos com ela a nosso lado, é uma Amiga poderosa quando a conhecemos e não tememos. Para as almas mais dadas às transformações, podem passar a Valsa com a Morte e seguir para as Borboletas :)

A todos uma excelente semana! Dancemos ao sabor das mudanças e das transformações.

Reflexão Semanal com o Hierofante III

A semana com o Hierofante foi para mim muito importante, creio que nunca antes ele me tinha falado tanto, apesar do Hierofante ser sempre muito especial, senão vejam. Foi com o primeiro Hierofante do ano que saí da leitura do dia-a-dia por cada carta para passar a uma leitura mais direccionada ao ensinamento geral. Verifiquem isso aqui.

Já a segunda semana do ano em que fomos acompanhados por tão ilustre presença energética, foi a IdoMind que decidiu aceder ao meu pedido e fez a sua própria interpretação das cartas da semana, podem ver aqui nos comentários dessa reflexão. Por isso, quando sai a carta 5 sei que vai ser uma semana de evoluções, nada menos.

Vamos à reflexão? Imagino que estejam como eu, inquietos por saber que ensinamento nos foi oferecido, vamos lá.

A primeira carta da semana é um nove, nove de Bastões. Esta ligação faz com que a pergunta da semana tenha a ver com a nossa auto-expressão. Como poderemos alcançá-la? Onde está o nosso Graal?

A determinação, o foco, a forma como nos lançamos aos desafios é o tema mais importante desta semana. Dia sim dia não o 9 de Bastões regressava para nos mostrar que tudo que desejamos alcançar é possível, se atingirmos a vida com força.

Numa primeira fase deveremos direccionar essa força energética para a expressão prática do nosso afecto pelas coisas que nos rodeiam. Quando as nossas emoções estão focadas e têm por base sentimentos sólidos, não haverá nada a impedir que comecemos a construir a nossa busca do Graal.

Esta etapa parte do princípio que já conhecemos e sabemos como funciona o mundo físico, que temos aquilo que necessitamos para poder crescer enquanto ser humano e espiritual. Que não tem a ver com a quantidade de materiais que temos, mas sim com a qualidade desses materiais.

Depois de compreendermos essa realidade física e emocional podemos novamente accionar a nossa determinação e seguir a busca. Confiamos que tudo nos será colocado no tempo certo e que teremos a capacidade de lidar com todos os desafios que surgirem, pois a nossa determinação é tal que nada pudera interferir. É-nos dado a compreender que um plano de acção, uma preparação prévia seria importante. Sair para Combate sem preparar as armas e as estratégias pode ser contraproducente.

Assim sendo, realizando esse caminho com determinação, foco, encontramos no fim do Caminho a Taça, o Graal, oferecida pelo Pajem. Todavia, talvez a nossa determinação não seja assim tão sólida e precisemos ainda de encontrar a Rainha de Espadas para nos libertarmos de algo que ainda prende as nossas emoções.

O que será que ainda nos impede de ver a Taça nas mãos do Rei? Seria importante compreender o percurso realizado e analisar a nossa intuição, pois todo o percurso é orientado por ela. Estaremos presos a uma intuição baseada em emoções desequilibradas ou estaremos a ser guiados por uma percepção equilibrada por emoções puras?
Esta semana a energia é a Morte, vamos aproveitá-la para transformar e até mesmo eliminar essas amarras que nos impedem de encontrar o Graal?

Foi sem dúvida uma semana peculiar. E para vós?

Na segunda hora de Vénus do dia de Sol e S. Ana, S. Sinfório, S. Olímpio, S. Teodulo, S. Rafael

quinta-feira, julho 23, 2009

Desafio fotográfico da Semana

Vêem alguma beleza aqui?


Na primeira hora de Sol do dia de Júpiter e de S. Apolinário e S. Libório

Sírio

"Her majesty Isis shines into the temple on New Year's Day, and she mingles her light with that of her father on the horizon."

O Ritual do Sírio é um momento importante, um momento que me leva ao meu passado escondido. Hoje fui recordada de um evento que passo a transcrever.

É o amanhecer e uma mulher com vestes brancas e uma pulseira no braço direito encontra-se num patamar de um templo, um terraço. Observa o horizonte e rejubila pela chegada da Estrela Cão, Sothis torna-se novamente visível, ela sorri e confia. O seu coração está sereno e, por isso, entrega-se ao seu Caminho.

Por trás de si, surge um grupo de iniciados masculinos. Vêm agitados e as suas caras revelam uma intenção. Mas a serenidade não abandona o seu coração. Ela encerra os olhos e pede à Deusa Coragem para enfrentar o seu fim.

Confiante de que tudo acontecerá como é suposto, não oferece resistência. E ali, em frente ao véu que se levanta, com um tom dourado a iluminar o seu cabelo negro como a noite, a sua viagem termina.

Entre os antigos companheiros de viagem a sua essência eleva-se e o seu corpo físico é mutilado e esvaído por bordões e foices. A Sacerdotisa do Templo cumpre a sua função e termina aquela encarnação.

quarta-feira, julho 22, 2009

Oração aos Anjos de Leão


Anjos Guardiães, portadores da Força Solar, dai-me a capacidade de manter a minha acção quotidiana no domínio da Verdade, da Utilidade, para mim e para os meus companheiros de geração nesta Terra.

Ajudai-me, vinde a mim, para eu poder forjar o meu Destino e prosperar no sentido do Bem.

Atribui-me as vossas Bênçãos Solares, Luminosas, Benfazejas.

Concedei-me o poder e a autoridade, que exercerei no vosso Santo Nome e para glória do Criador e Mestre do Universo.

ÁMEN

Na primera hora de Vénus do dia de Mercúrio e de S. Maria Madalena

terça-feira, julho 21, 2009

A Torre do Prisioneiro


Existe toda uma aura de lenda templária à volta do Castelo de Gisors, em França. A Arquitectura circular deste castelo torna-o peculiar e transmite-nos a ideia do "centro do mundo", ou seja, o lugar onde o céu comunica com a terra, espaço propício a que a alma ascenda ao nível da consciência, onde esta entra em contacto com os arquétipos espirituais. Neste castelo existe uma torre denominada a Torre do Prisioneiro.

Diz a lenda que lá esteve encarcerado Poulain, um cavaleiro amante da Rainha Branca. Deste amor nasceu uma filha que não sobreviveu. Entretanto, o rei, posto ao corrente do caso, mandou encerrar Poulai nessa torre do castelo. O cavaleiro conseguiu evadir-se, mas, ferido, só teve forças para ir morrer nos braços daquela que amava. (...)Nesta lenda do prisioneiro, encontramos, claramente, um substrato simbólico semelhante ao mito de Eros e Psiké. (...) No ciclo do rei Artur, o cavaleiro morreria no momento em que visse o Graal, pois morrer é renascer para uma outra dimensão.

(...)
Hoje em dia, existe uma pressão excessiva para a exterioridade, o que provoca as chamadas patologias do sagrado, segundo a terminologia antropológica. O homem esvazia-se espiritualmente, indo buscar nas paixões da personalidade (sexo sem amor verdadeiro, prestígio, poder material...) consolação para a profunda fome sentimental. (...)

Existe também o caso contrário das pessoas que, sentindo o profundo vazio espiritual e humano reinante na nossa sociedade, buscam o esoterismo mas não se esforçam por senti-lo e vivê-lo à sua medida, continuando a somar conhecimentos para o intelecto. Este, fica muito preenchido, mas a alma continua pobre e sem interioridade, abrindo espaço à superstição. Ora, a vivência esotérica provoca de forma natural o altruísmo e o sentimento de solidariedade para com todo o Cosmos. Por isso, os Templários que estiveram presos em Chinon, na França insculpiram na pedra um coração radiante.
Podemos perguntar-nos se o artista da cela foi mesmo um prisioneiro, ou se se trata de um trabalho realizado de forma deliberada para deixar uma mensagem. Talvez esta última seja um meio de encontrarmos a via para SAIRMOS DA NOSSA PRISÃO INTERIOR. De qualquer modo, as esculturas da Torre do Prisioneiro, em Gisors, transcendem, de longe, o simples testemunho da nostalgia de um homem, como gostariam de fazer acreditar.
Michel Lamy
in Os Templários na formação de Portugal, Paulo Alexandre Loução, Ésquilo

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Marte de S. Praxedes, S. Daniel, S. Lourenço de Brindes

segunda-feira, julho 20, 2009

Melodia para O Hierofante III

Como já devem ter reparado esta semana seremos acompanhados pelo Hierofante, carta com a energia 5. Já foi feita uma interpretação a esta lâmina, se precisarem de rever a matéria, cliquem aqui, têm também uma meditação interessante aqui.

Inevitavelmente esta carta está associada ao poder da comunicação, lembram-se como terminou a viagem do Cavaleiro com o Sol? Exactamente aqui, a decidir dominar o seu poder de expressão. Em seguimento esta semana será óptima para buscarmos esse poder, para o desenvolver, compreender ou descobrir. Podem espreitar as reflexões que ele já nos proporcionou, aqui e aqui!

Esta semana aconselho a fazerem mais meditações do que habitualmente, a estarem mais conscientes das pessoas que têm à vossa volta e observar o mundo como se fossem crianças a descobri-lo pela primeira vez.
Haverá muita comunicação esta semana, muita partilha de conhecimentos e quem sabe alguma iniciação será realizada ;)

Para uma semana que se avizinha tão profunda escolhi os Beatles com a música Inner Light acho que não precisa de apresentações, certo? Deixo-vos com a letra ...


Without going out of my door
I can know all things on earth
With out looking out of my window
I could know the ways of heaven

The farther one travels
The less one knows
The less one really knows

Without going out of my door
I can know all things on earth
With out looking out of my window
I could know the ways of heaven

The farther one travels
The less one knows
The less one really knows

Arrive without travelling
See all without looking
Do all without doing


Na primeira hora de Sol do dia de Lua de S. Elias, S. Margarida, S. Jerónimo Emiliano, S. Comba

domingo, julho 19, 2009

Reflexão Semanal com o Sol II

Desde quinta-feira que tenho estado em meditação, gostava de ter estado em jejum, mas não foi possível, bem pelo contrário, foram cometidos muitos excessos. é sempre assim, o meu amigo Le_Moon esteve cá em casa e a loucura típica aliada à saudade resultou em excessos rkrkrkrkrkr

Sinto esta reflexão muito pessoal, creio que a minha semana, mesmo se não tinha tido consciência disso até escrevê-lo, foi muito de acordo com o que aqui está. Será que tocou a mais alguém?

A semana regida pelo Sol começa com o Cavaleiro de Discos, mostrando-nos que o Cavaleiro nos traria uma prenda, algo que desejávamos há muito concretizar, mas ainda não tínhamos conseguido, ou reflectia-nos que estamos a caminhar com carga que precisa de ser libertada.

Muitas vezes torna-se confusa ou pouco clara a noção de libertar. Libertar não é sinónimo de abandonar. Libertar é tornar algo ou alguém livre, deixá-lo solto para poder ser dono de si próprio ou para poder ser utilizado por outras pessoas.

Assim, o peso com que o Cavaleiro está a Caminhar deve ser solto, deve ser libertado. Como? Através da transmutação, exercendo o nosso poder alquímico da decomposição, separar o subtil do espesso.

Durante os três primeiros dias as cartas que nos saíram foram do naipe de Discos, portanto, tudo no campo da Terra, do Material, da Construção, do Denso. Primeiro tínhamos um Cavaleiro que não sabia ainda o que fazer com o disco que trazia nas mãos, passa-o ao Rei que o decompõe nos quatro elementos e verifica, então, quais as sensações que estavam a ser incómodas ao Cavaleiro.

E durante dois dias esteve em jejum, em meditação. A transmutação foi iniciada e a destilação feita, os quatro discos transmutaram-se em 4 Taças de Água e mostraram que a nutrição, o cuidado, o carinho, o lar ainda são temas que precisamos rever. É possível que tenhamos encontrado pessoas que nos tenham transmitido uma sensação enorme de familiaridade. O Sol lançou uns quantos raios neste campo, cada um os terá aproveitado ou não.

Depois da meditação sobre os temas acima, o Cavaleiro, sente-se pleno, em completa satisfação emocional. Acredita que cresceu, pois conseguiu transmutar sensações de desconforto em emoções libertadoras. Separou o subtil do denso, encontrou a essência que o estava a perturbar.

Precisará agora de encontrar o Rei de Espadas e aprender com ele a desenvolver o seu poder de comunicação, ser capaz de exercer o mesmo processo alquímico com as ideias, os ideais, e materializá-los.
O Cavaleiro chega ao fim com a sensação de que muito foi trilhado mas que muito ainda está à frente, porém, contente com o alcançado.

Na primeira hora de Lua do dia de Sol e de S. Justa, S. Rufina, S. Agilolfo

quarta-feira, julho 15, 2009

15.ª Lição do Mago


À medida que conhecer o amor, tornar-se-á amor
O amor é mais do que uma emoção. É a força da natureza,
contendo, como tal, a verdade
Quando pronuncia a palavra amor, poderá apanhar o sentimento
mas a essência não é pronunciável
O amor mais puro reside onde menos se espera: na liberdade

in O Caminho do Mago, Deepak Chopra

Na primeira hora de Lua do dia de Mercúrio e de S. Camilo, S. Henrique Imperador, S. Boaventura e S. Vladimiro

terça-feira, julho 14, 2009

Reflexão Semanal com o Louco III

A semana com o Louco foi mesmo de loucos!!! Aconteceu de tudo um pouco, a lua cheia, mal entendidos, dificuldades em comunicar com os outros e culminou num encontro de culturas regada de loucura q.b.

Não é a primeira vez que o Louco nos sai este ano, no período de Carnaval esteve assim e na segunda semana de Maio também esteve connosco assim. Curiosamente há temas que se repetem, como o do desapego e da busca da liberdade, talvez o ensinamento do Louco esteja a ser oferecido assim.

O Louco esta semana esteve ao nosso dispor para nos relembrar que quando agimos apenas pela racionalidade, quando apenas a nossa vida é levada pelo mental, haverá sempre uma lacuna a ser preenchida em nós, haverá uma insatisfação, um vazio profundo. Pois dessa forma será difícil encontrar a voz do silêncio que nos habita e que nos guiará com tanto prazer rumo à felicidade.

Mas vamos lá à análise das cartas:

O Louco sai com o 3 de Copas e imediatamente a minha mente divaga para o facto de ainda agirmos demasiado em prol do que pensamos e que, quando regemos a nossa vida pelo mental, as dúvidas surgem.

Quando temos dúvidas sobre quem somos e como devemos agir, associamo-nos a outros, juntamo-nos a pessoas que nos possam dar respostas, esquecendo que estas se encontram no fundo do nosso ser. É importante manter em mente que este tipo de ligações são-nos muito importantes. Pedir ajuda a alguém é importante, o limite está (ou deverá estar) no ponto em que deixamos de tomar as nossas decisões e agimos apenas como nos dizem para agir. Quando deixamos de segurar as rédeas do Carro e as colocámos nas mãos de outro.

Nas relações amorosas isso acontece com frequência. Vamos cedendo e cedendo mais um pouco ao ponto de chegarmos a ficar demasiado longe da nossa essência. Mas fazemos tudo isso em prol de um bem maior, o Amor. Será mesmo assim? Será uma condição deixarmos de ser e fazer o que gostamos porque agora temos outra pessoa na nossa vida? Não me parece que isso seja Amor, pelo menos não o Amor que eu conheço e com o qual me identifico.

Infelizmente (ou felizmente) toda e qualquer relação que se baseie na necessidade, na dependência, no vampirismo, acaba por chegar a um fim. Há sempre um dos dois (ou três) que decide pegar na espada e tornar-se Cavaleiro, cortar as amarras e eliminar os espinhos da relação.

Quando somos nós o Cavaleiro, não há problema nenhum, mas quando o Cavaleiro é o outro, a coisa fica um pouco mais difícil de engolir. Sobram-nos duas atitudes ou lutamos contra o outro ou nos unimos e lutamos os dois pelo mesmo - a reconstrução. Se nos unirmos tudo passará e mais uma vez seremos ligados por boas energias de amor, numa nutrição saudável que nos levará a encontrar a Taça das Taças em conjunto, em uníssono.

Se não formos capazes de nos unir, devemos pensar no porquê? Orgulho ferido? Ego activado por atitudes passadas? Necessidade de reconhecer que todo o esforço, tempo e energia não foram em vão? Se assim é, vamos lembrar o início da semana: Pensamos demais! Essa dor que se sente é causada pela mente, encontre as razões que acha que são a causa da dor e verá que sofre por ilusões.

Que esta semana a Luz do Sol ilumine as nossas dores e nos mostre as Verdades escondidas!

Na primeira hora de Lua do dia de Marte e de S. Boaventura

segunda-feira, julho 13, 2009

Saudadinhas com A Melodia para o Sol II

É verdade...foram apenas 3 dias mas acreditem que tive muitas suadades! Foi bom poder parar um pouco, estar sem compromisso nenhum, mas achei muito bonito receber telefonemas a perguntar «Como é, ainda não tens net? Qual a carta do dia e quando sai a reflexão da semana?» rkrkrkkrk

Lamento se estiveram à espera, mas tudo tem um momento certo e a minha Net deixou de funcionar depois de ter ajudado a IdoMind a mudar o Jardim. Desde quinta à tarde que não havia sinal por aqui! Tive de esperar até hoje, e foi quase necessário zangar-me, para vir o técnico ver o que se passava.

Parece que queimou a placa na rua, apenas a que dá acesso à minha casa, à minha net, é o que dá quando se juntam duas mentes criativas à volta do computador, rebentamos com tudo! rkrkkrrk

Mas vamos lá à carta da semana e à melodia que nos inspirará! A reflexão semanal sairá amanhã, ainda não está no ponto certo!

Para esta semana sai o Sol, carta XIX na rota do Peregrino. Podem espreitar aqui para sabe um pouco mais, mas de forma resumida, esta semana será excelente para dar continuidade ao Louco. É a segunda vez, vejam o que aprendemos na primeira, aqui!

O Sol inspira-nos a viver em felicidade, ele impulsiona-nos a concretizar os nossos Sonhos, a agir em função do nosso Caminho. Ele ilumina os problemas mais difíceis e revela a sua verdadeira natureza. Esta semana contem com luz a irradiar a vossa vida, tudo será revelado!!!

Para tal inspiração, escolho pela primeira vez música clássica :) O génio Mozart, obviamente, será o convidado e tocará Piano Concerto No. 21, Andante para nos alegrar, inspirar, motivar, accionar.

Que o Sol esteja connosco e nos ilumine sempre!

Na segunda hora de Júpiter do dia de Lua e de S. Anacleto e S. Turiano

quinta-feira, julho 09, 2009

Desafio Fotográfico da Semana (actualizado)

Que vêem neste pôr-do-sol?


Este fim-de-semana deixo-vos sem palavras (impedida de usar a Net por questões técnicas), ficam com esta imagem para meditar e reencontrar o que houver para reencontrar.

Na primeira hora de Mercúrio do dia de Júpiter e de S. Cirilo e S. João da Colónia

quarta-feira, julho 08, 2009

Ritual da Lua Cheia de Caranguejo

Chega com algum atraso, mas o ritual foi criado em cima do joelho, mais especificamente ontem à tarde para ser realizado à noite. Este ritual foi inspirado no artigo da Cova do Urso sobre Metraton, vale a pena clicar no título e lê-lo.



Tem como objectivo equilibrar as emoções e tornar-nos capazes de as integrar em acções positivas. Precisamos apenas de água de uma fonte e de uma vela violeta ou azul claro.

Deverá ser realizado na noite de lua cheia com o Sol em Caranguejo.

Começamos por flectir a cabeça em saudação e dizemos:

- Nesta noite de grande poder, invoco a tua presença, Grande Deusa, para me abençoares e protegeres.
Que a luz do Deus possa encher o meu corpo físico de luz masculina, filtrada pela tua luz feminina.
Colocar a água na taça grande no centro do altar. Por imposição das mãos lançar energia sobre a água e dizer:

- Que a Força do Deus e a Sabedoria da Deusa desçam sobre esta água.

Pelos Anjos e Poderes, pelas Forças e Virtudes do Divino, que esta água seja purificada e consagrada.

Acendemos a vela e dizemos:

- Que a lua ilumine os meus pensamentos e esteja sempre presente quando houver obscuridade.
Passar a mão direita sobre a chama da vela e molhar o dedo indicador na água. Com o dedo molhado fazer um círculo e uma cruz no plexo cardíaco.
Dizer:

- As minhas emoções estão equilibradas e consigo racionalizar e agir de acordo com o meu Desejo.

O meu passado foi liberto, respondo agora apenas pelas minhas escolhas do presente.

Que assim seja!
Fazer uma pequena meditação sentado.

Quando estivermos prontos encerramos o ritual e abrimos o círculo mágico. A água deverá ser guardada e usada quando sentirmos que as nossas emoções andam descontroladas ou muito confusas!

É um ritual poderoso, que deve ser realizado com cuidado e com consciência de que se abrirão portas importantes na nossa vida. Espero que, se o realziarem, vos seja muito útil!

Na segunda hora de Júpiter do dia de Mercúrio e de S. Porcópio

terça-feira, julho 07, 2009

Prendinhas doces

A querida Essencialma decidiu ofertar ao Grimoire dois selos deliciosos, um por que ela acha o Grimoire um Amor e outro porque é um amor mágico rkrkrkrk Obrigada minha querida, esse reconhecimento pelo meu espaço é muito importante para mim!

O primeiro selo tem como regras:

Citar o nome de cinco pessoas muito especiais

OM
Manita
Mamy
Papy
Mestre

Pedir um desejo

Estabilidade profissional, é tudo o quanto neste momento desejo! Poder dar seguimento ao meu bom trabalho!

e

Passar a 10 blogs que sejam "Um amor".
O segundo selo, vem apenas a regra de repassar a 10 blogues e avisar os premiados!
Aqui vai:


A doce Adriana quando completou 1 ano no seu dimensões internas criou um selo para os amigos, não tem regras, foi prendinha mesmo.

Já o querido Mentuhenhat, regressando de um período de ausência, decide oferecer uma lembrança para que todos se lembrem do que é o Amor Incondicional. Podem ver aqui Existe Em Cada Um de Nós... .

Estas prendas são mostras do Amor Incondicional e Verdadeiro que conseguimos manter neste mundo virtual! Obrigada meus Amigos, aceito-os e coloco-os também no meu coração para que ele seja cada vez mais puro.

Na primeira hora de Vénus do dia de Marte e de S. Pulquéria e S. Cláudio

domingo, julho 05, 2009

Melodia para o Louco III

Depois de uma semana a escolher, vem o Louco a incentivar-nos para arriscar e seguir em frente com as escolhas que tomámos, desde que sejam fruto de verdadeira ponderação.

É uma semana para pensarmos e analisarmos a nossa Criança Interior, para a deixar livre e expressar-se da melhor forma que formos capazes.

Reflictamos de que forma a deixamos manifestar-se, que coisas ela faz por nós e que prisões ainda existem, no caso de sentirmos que ainda temos mais para dar!

Será uma semana para nos abrirmos ainda mais e deixar o Uno manifestar-se através de nós. Aprendam um pouco com estas refexões, esta e esta!

Assim, escolho uma música um pouco diferente das recentes, Mike Oldfield será o artista convidado para esta semana com a sua música Inner Child.

A Shinita vai ser Louca esta semana, vêm comigo?

Num dia de Sol

Reflexão Semanal com os Amantes II

Esta semana não esteve fácil rkrkrkrkrk!

Julgava eu que os Amantes nos iriam ajudar a escolher de forma sensata e corajosa, mas esqueci-me que quando as emoções estão envolvidas as escolhas tornam-se um pouco menos fáceis. Foi uma semana de regressões, surgiram situações do passado que nos obrigaram a enfrentar padrões de acção que utilizamos e libertarmo-nos para fazer escolhas sensatas. Como de costume, partimos para uma aprendizagem oferecida pelos arcanos menores que saíram ao longo da semana. Sendo que é o primeiro quem nos oferece o mote da leitura. Cá vai.

A lâmina 6 tem a ver com as escolhas que estamos prontos para fazer no Caminho, mas as escolhas podem ser de ordens diferentes, todavia, sejam elas quais for o 7 de Discos no dia de Sol indicou-nos a forma como elas devem ser levadas a cabo. Esta energia regida por Saturno em Touro, mostrou-nos que as escolhas sobre aquilo que queremos manter na nossa vida devem ser realizadas com muita ponderação, com muita análise.

Pensemos no signo de Balança para compreender que tipo de ponderação estamos a falar. Costuma-se dizer que o Balança é indeciso, mas não creio que essa seja a verdade, o Balança parece indeciso pois pondera todos os pontos da questão, aponta todos os caminhos para encontrar o equilíbrio necessária à sua escolha. Só quando o encontra ele decide, depois de avaliar todos os danos e benefícios, ele age, mantendo sempre um espaço de manobra para a correcção.

O 2 de Taças, ensina-nos que nada há a temer, que quando as coisas tem de ser, tudo flui com naturalidade para nos colocar nesse caminho.

Todavia, o 4 de Bastões mostrava-nos que devíamos estar prontos para a transformação interior que isso acarretaria. Algumas vezes acontece que desejamos muito manter algo e nos esforçamos tanto para o concretizar que quando acontece, perde a magia. Muitas vezes apoiamo-nos em fantasias e em ilusões que nos fazem caminhar um pouco mais felizes, e quando as materializamos, simplesmente perdem a sua função. É importante saber quando sair de cena, quando largar uma situação sobre a qual apenas nos estamos a apoiar para continuar o Caminho de forma facilitada.

Nessas alturas tornamo-nos no Cavaleiro de Discos e somos capaz de nos libertar de tudo o que nos prende e retém, permitindo ascender e tranformarmo-nos no Cavaleiro de Taças, onde a liberdade conseguida nos faz ser capaz de expressar quem somos, o que queremos e o que temos.

Mas para ser capaz de chegar ao Cavaleiro, nós Peregrinos, temos de ser honestos connosco e assumir o que queremos. Depois disso podemos então dirigir a nossa acção para nos libertarmos e alcançar o desprendimento e o desapego necessário para ser Cavaleiro e seguir em frente.

Não foi fácil, assumo, mas no fim fica a sensação profunda de que tudo acontece por uma razão importante e enquanto ela for para o meu crescimento e amadurecimento pessoal, já não é mau!

A vossa semana foi assim? Se tivessem de ler as cartas era isto que teriam encontrado?

Na segunda hora de Sol do dia de Sol e de S. Anastásio e de S. António Maria Zacarias

sábado, julho 04, 2009

Mercúrio em Caranguejo

Ai meus Magos, se já comecei a sentir a energia desta conjuntura!!! Desejo-vos e a mim boa sorte, vão ser tempos curiosos!

Até dia 17 de Julho poderemos contar com conversas viradas para a emoção, seremos capazes de exprimir mais fluentemente aquilo que sentimos. Todavia, a objectividade dessas conversas é questionável pois será filtrada por aspectos como a família, a segurança, a nutrição...coisas de Caranguejo!!!

O que poderemos fazer para ultrapassar este aspecto e retirar o melhor da conjunção? Manter em mente que estamos mais sensíveis do que habitualmente e que tudo será sentido pelas nossas emoções, logo, talvez consigamos passar por elas sem as reprimir, mas também sem lhes dar grande importância.

Preparem-se para um período de mergulhar nas Águas profundas de Caranguejo. Mercúrio poderia oferecer-nos um lado mais racional, mas não, irá enaltecer o mistério, aquelas sensações de percepção serão agudizadas, enfim, iremos compreender coisas que não seremos capazes de colocar em palavras.

Será um excelente período para nos deliciarmos com o silêncio e aprender de uma vez a ouvir os outros de verdade. Sendo Mercúrio o planeta da comunicação e encontrando no signo das emoções, da nutrição, do acolhimento, será um excelente período para aprendermos também a ouvir os outros, não esperando que eles se calem para falarmos de nós, mas ouvindo com o coração e aceitando as suas palavras.

Para mim está a ser um período mais desafiador, pois as emoções estão à flor da pele, o nó na garganta desfaz-se seja onde for, na praia, no cinema, em casa, na rua. Ir-me-ei entregar e aceitar estas emoções, pois quanto mais as reprimir, mais se intensificam. No entretanto, dedicar-me-ei a cozinhar ou a tratar do meu jardim-varanda!

Na primeira hora de Marte do dia de Saturno e de S. Isabel Rainha de Portugal, S. Ulrico e S. Procópio da Boémia

sexta-feira, julho 03, 2009

14.ª Lição do Mago

Os magos não choram as perdas, pois só se perde as coisas irreais
Mesmo quando perde tudo, o real permanecerá
Na devastação e no desastre estão enterrados tesouros escondidos
Quando olhar para as cinzas, esteja atento



in O Caminho do Mago, Deepak Chopra

Na primeira hora de Saturno do dia de Vénus e de S. Jacinto, S. Heliodoro, S. Tomé e S. Anatólio

quinta-feira, julho 02, 2009

Desafio fotográfico Semanal

Porque o nosso Verão ainda está tímido, retiro da gaveta uma foto de Inverno, para refrescar a alma! O que sentem ao vê-la?



Na primeira hora de Sol do dia de Júpiter e de Santa Márcia, São Bernardino, São Otão e São Deodato

quarta-feira, julho 01, 2009

Desejo-vos, comigo e contigo será mais fácil

Doces amigos, hoje venho fazer-vos um convite especial. Já não é novidade para quem esteve ontem na festa no Cova do Urso, onde a doce Isa foi a ilustre entrevistada, pois larguei lá abomba, mas as notícias são acabadinhas de sair!

Há uns tempos atrás, no encontro das Luas proporcionado pelo António Rosa, falávamos do esoterismo e dos conceitos esotéricos. A simplicidade e a forma descomplicada com que ele se expressava impressionou-me, pela positiva, claro. Na altura surgiu-me esta ideia, mas como gosto de contraria e energia fogosa do Carneiro e esperar pelo menos um mês a ver se as vontades que tenho ainda se mantém, não a realizei. Porém, ontem, ela cresceu e cresceu e cresceu até se concretizar.
Foi criado um espaço que não é um espaço para eu escrever, é um espaço para eu aprender com o que todos iremos escrever. Foi criado um tempo que não será um tempo comum, pois não haverá obrigatoriedade no tempo em que cada tema esatrá no ar, os temas estarão lá pelo tempo que precisarem de estar.

Claro, que este projecto serve em primeiro lugar para eu aprender, mas também para ajudar os "novatos", quem me derá na altura em que fui construindo este modelo de regras espirituais ter tido alguém para me ajudar a descomplicar, mas cada um tem as etapas necessárias no seu percurso.

Neste espaço será possível colocar dúvidas, partilhar experiências de vida, sabedoria, conhecimento, informação e expôr as vossas verdades! No fim será feito um apanhado sobre o que foi dito sobre o tema e teremos à nossa disposição um texto onde a verdade de cada um foi agarrada e criada uma Verdade! Que vos parece? Alinhas? Posso contar convosco?

Todos estão convidados para participar num projecto que será para todos nós. Afinal, o caminho faz-se com mais facilidade quando acompanhado de boas energias!

Posso contar convosco? Então venham comigo, aqui está a boleia, vou adorar a vossa companhia, subam!
(clicar na imagem para ir na boleia, mas se alguém tiver medo de voar toque aqui)

Na primeira hora de Saturno do dia de Mercúrio e de São Teodorico, São Júlio e de São Teobalto
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...