domingo, janeiro 27, 2013

O fim dos dias...

Chegou o Juízo Final, o Julgamento, o Aeon, ou seja, chegou Plutão, o Fogo purificador. Esta semana, preparemo-nos para uma nova etapa, um renascimento, mesmo. Como a Dorothy, preparemo-nos para deixar a segurança do Lar e rumar pelo caminho de tijolo amarelo rumo ao Feiticeiro, Kansas ficou para trás há muito tempo...
Dorothy and the Tornado de Adam Baron

Esta carta representa as mudanças que ocorrem quando mudamos de Era, são as transformações que ocorrem no universo, as transmutações, isto quer dizer, uma transmutação ao nível energético. Dessa forma, a nível pessoal também vamos sentir essas mudanças. Como Plutão, o planeta, esta carta não pede licença para transformar o velho e dar espaço ao novo. Ela simplesmente entra na nossa vida e actua.

Esta mudança que se propõe tem, mesmo se já não é necessário dizê-lo, de começar de dentro. Não é a mudança súbita que a Torre, por exemplo, oferece. É uma mudança de mentalidade, não é a destruição do construído no Mundo Físico, mas sim no Espiritual. Preparem-se para sentir a casca a quebrar, já não se poderão esconder e proteger nesse lugar frágil, é preciso deixar a criança sair de dentro e deixá-la tornar-se adulta, responsável, autónoma.

Chegou a hora de nos libertarmos, de soltar as amarras do passado, de largar esses pensamentos que nos puxam para trás, esse vício que impede de conseguir subir a montanha, de sermos nós, de descobrirmos o Espírito. E esta semana oferece um energia muito boa para conseguirmos abandonar de vez o peso do passado e seguir por um caminho que não seja a sua continuidade.

Aconselho que cada um de nós faça uma introspecção para encontrar o ponto fulcral do seu aprisionamento. Será esse negócio de família que o impede de mudar de carreira e fazer o que a sua essência pede? Será essa relação com a mãe que o impede de crescer, de se tornar adulto? Será esse desejo ou essa relação? Uma resposta verdadeira à proposta do Aeon trar-nos-á uma oportunidade única de crescer física, emocional e espiritualmente. Não a desperdicemos.


Na primeira hora de Lua do dia de Sol, S. João Crisóstomo, S. Ângela Merici, Julião Hospitalário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...