quinta-feira, outubro 03, 2013

Vénus ou a Imperatriz

O texto que se segue não é da minha autoria, foram textos que me foram parar às mãos há tanto tempo que já nem sei quem mos deu e quem os escreveu. Se alguém reconhecer a autoria, agradeço que me informe para poder pôr os devidos créditos. No entretanto, vamos aprendendo astrologia em conjunto.
«Vénus representa os relacionamentos, a atracção, a sensualidade, o amor, a beleza, a estética, a aparência física (e a sua preocupação com esta), a harmonia, a generosidade, o conforto, os desejos e a expressão das emoções. Vénus é conhecido como o planeta do Amor e da Arte. 
Na mitologia Vénus é a deusa da beleza e do amor. O amor é essa poderosa energia de atracção que se expressa na necessidade de união. À medida que aprendemos com as experiências, criamos os nossos valores pessoais a partir de escolhas que nos possam satisfazer plenamente. Escolher valores é exercer a energia magnética amorosa, pois para que haja satisfação dos nossos desejos, precisamos buscar a união com os objectos que nos permitem a nossa realização. Sendo assim, no mapa astral, Vénus representa o impulso para a realização do prazer, as nossas escolhas e os nossos valores. É a necessidade de estabelecer relacionamentos, de desenvolver a cooperação e de conviver com beleza e harmonia. 
Podemos perceber, portanto, que a função de Vénus é escolher, procurar a qualidade, aquilo que tem valor. Vénus representa a capacidade humana de procurar o que tem valor, o que tem qualidade, discriminar através do senso o que vale do que não vale, o que é bom do que não é bom.
Em Vénus surgem os primeiros valores, sejam valores sociais (balança) ou materiais (touro). São atribuídas a Vénus as noções de amor, expressão afectiva, harmonia, cooperação, paz, humanitarismo, justiça, senso estético, e também de segurança, riqueza, dinheiro e prosperidade.

Em relação ao desenvolvimento humano, Vénus representa um processo conhecido como princípio do prazer, que se dá desde os primeiros meses até aos 3, 4 ou 5 anos de idade (formação do superego - Saturno - principio da realidade).

O princípio do prazer funciona inicialmente como manutenção da sobrevivência. Representa o rejeitar a dor, a fome, o frio, tudo que ameaça a vida e leva à morte, física e simbólica, e portanto é também o procurar a satisfação imediata, o prazer, a alegria e a vida.»
Todo este texto se pode aplicar também à interpretação da carta A Imperatriz. 

Na primeira hora de Sol de um dia de Júpiter e de S. Cândido, S. Maximiano e S. Francisco de Borja
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...