terça-feira, agosto 26, 2008

Como saber quando é preciso fazer uma limpeza à casa?

A pedido de um dos leitores venho partilhar aquilo que sei sobre como podemos saber se a nossa casa está a precisar ou não de uma limpeza espiritual. Como já me conhecem, sabem que não é possível dar uma resposta simples e vou divagar um pouco sobre o assunto, aliás por que eu própria preciso de reflectir melhor sobre isto. Desde já um obrigada pelo despertar que me proporcionou esta pergunta.

Eu costumo fazer, como já referi, uma vez por mês no sentido de evitar essa dúvida de saber quando é que devemos ou não fazer uma limpeza. Mas se reflectirmos um pouco vamos chegar a uma conclusão simples, a energia é como a sujidade, entra todos os dias em nossa casa connosco. Todos os dias arrumamos as coisas à nossa volta, aspiramos a cozinha, fazemos a cama, limpamos o pó e aspiramos a casa pelo menos uma vez por semana, porque razão não fazemos o mesmo com a energia? Eu sei, torna-se demasiado exigente fazer tudo e há sempre algo que fica para depois. Mas ... e se conseguíssemos juntar as duas e fazê-las ao mesmo tempo? Acho que vou começar a fazer isso, sempre que limpar a sujidade vou-me relembrar que não é só pó e lixo, mas também más energias que deito fora. Obrigada!

Ao longo deste meu percurso tenho percebido que a energia da casa é um dos aspectos mais importantes na nossa vida, a nossa casa é o nosso santuário, é nele que encontramos o refúgio, a paz, a harmonia necessárias para no dia seguinte continuar a Batalha. É nele que o nosso Anjo Guardião permanece, é nele que nos confessamos e é nele que amamos aquela pessoa especial. É nele que rimos, choramos, falamos com os amigos e bebemos os problemas. É nele que fazemos tudo!!! Tudo!!!

Como poderemos então saber se esse santuário está contaminado, foi a pergunta que me foi feita.
Primeiro analisando as nossas reacções dentro de casa, sentimo-nos bem ou mal? Há muitas zangas? Os convidados gostam de permanecer em nossa casa? As plantas ou os animais, que por vezes são mais sensíveis do que nós, revelam comportamentos diferentes do habitual? As plantas morrem apesar de terem o mesmo cuidado de sempre? Todos estes sinais são indicadores da movimentação da energia na nossa casa e ajudam-nos a ler essa energia que por vezes se torna tão difícil de compreender. Se tudo corre bem, não será necessário, mas se as coisas não estiverem muito bem, é sempre bom uma limpeza.

Se formos mais aventureiros podemos também utilizar o pêndulo para nos dar a informação que necessitamos. Escrevemos num papel a pergunta «A minha casa precisa de uma limpeza espiritual?» e esperamos que o pêndulo responda. Depois pode-se ir ainda mais longe e perguntar sobre a energia em cada divisão para saber se há mudanças que devemos ou não fazer em determinado lugar, perguntar se fulano ou beltrano deixou más energias em nossa casa, enfim, não há limites para o pêndulo. Correcção: há apenas um, as perguntas só podem ser feitas de forma a receber uma resposta - Sim/Não/ Talvez.

Mas, podemos ir ainda mais longe e tentar ficar na mesma sintonia que a casa e esperar que seja ela a responder, dito assim parece ridículo, mas não é. Passo a explicar melhor: eu gosto de andar por casa de olhos meio cerrados, depois de me ter sintonizado com a energia divina, ou seja, visualizando um tubo de luz a descer do Universo e um a subir do centro da Terra, a procurar qual o lugar da minha casa que precisa de atenção. Coloco a mão direita à frente e faço entrar em mim a energia da casa, sinto-a no meu coração e faço-a sair pela mão esquerda de volta à casa. Nas primeiras vezes, não acontece muita coisa, mas estamos a sintonizarmo-nos com a energia que habita a nossa casa, mas com a prática, começamos a receber respostas interessantes.Apesar de existir tanta técnica, acho que o melhor é prevenir as situações e para tal há uma quantidade de pequenas coisas que podemos fazer no dia-a-dia que nos ajudam a manter o nosso Lar em paz e limpo de energias negativas para nós.

Quando entramos em casa limpamos os pés, certo? E que tal ao fazê-lo visualizar toda a energia que não lhe é benéfica, ou às restantes pessoas que habitam a casa, a sair pelos seus pés, a ser varrida no tapete? Claro, isto para mim é possível, porque tenho à porta de casa uma fogueira energética onde arde todo o mal que dele se aproxime, essa fogueira é criada e reforçada no ritual de limpeza da casa mensalmente. Mas podemos visualizar a energia que sai dos nossos pés a entrar num saco do lixo e no fim a subir para o sol, onde será consumido e transformado, alguma coisa temos de fazer senão é uma energia negativa que fica à porta à nossa espera para o dia seguinte. Quando limpo a casa visualizo novamente a energia negativa a desaparecer, acendo uma vela diariamente para o meu Guardião, apenas 5 minutos quando chego a casa, de forma a agradecer a sua protecção, quando me zango dentro de casa, depois de tudo voltar ao normal, vou aspergir os cantos da casa com água consagrada, enfim, há uma quantidade de rotinas que nos ajudam a manter durante mais tempo a harmonia.

Depois, não acumular coisas que não usamos, por exemplo, é também importante pois é uma energia que está estagnada, ter coisas estragadas ou por arranjar, projectos por acabar, tudo isso são acumulações de energia que não está a ser utilizada e por isso torna-se agressiva para nós. Todos os meses é aconselhável fazer uma limpeza aos armários e livrar-se de tudo o que já não usa ou não precisa.Existe ainda uma técnica, que me foi transmitida, muito simples. Colocando numa taça de vidro transparente redonda um punhado de sal com vinagre de vinho branco durante 13 dias essa mistura deve permanecer dentro da nossa casa e ficar intacta, se houver mudanças é sinal de que a casa precisa de ser limpa. Esta técnica é interessante pois com ela podemos constatar coisas diferentes, mas por vezes considero-a difícil de compreender, pois já me aconteceu sentir que está tudo mal em casa e o sal não ter mutações, ou vice-versa. Por isso faço também as minhas técnicas.

A partilha está feita, agora é a vossa vez de experimentar e ver qual das técnicas melhor se adequa a vós e à vossa casa. Estejam sempre à vontade para colocar questões, enquanto for possível responderei, senão for, direi honestamente que não sei.


Num dia de Marte e de Samael, de São Zeferino e de São Liberato
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...