sexta-feira, junho 12, 2009

Ritual da Lua dos Labirintos

Já vem tarde esta partilha, mas talvez não devesse ser uma partilha mas apenas um registo. Criei um ritual para esta Lua cheia de Gémeos, pois senti essa vontade, não tive tempo de conformar se estava tudo correcto, pois foi um acto compulsivo. Realizei-o e senti-me bem depois, agora terei de esperar para ver os seus resultados.

Este ritual foi criado com o objectivo de integrar em mim as qualidades da Mulher de forma equilibrada, por isso escolhi a Deusa Juno. Para o realizar precisamos de coisas simples, aliás, acho que este ritual tem essa característica, é simples. Uma vela branca, incenso de sândalo e flores silvestres.

Começamos por saudar o Oriente depois de termos fechado o Círculo Mágico e de realizar o ritual de abertura. Dizemos:

- Grande Deusa, nesta noite de poder invoco a tua presença neste ritual para protecção e auxílio.
Colocar as flores no Caldeirão com água e dizer:

- Trago-te estas flores, símbolo da tua Força e junto-as à Água, símbolo das tuas Qualidades. Que a Beleza, a Força e a Sabedoria acompanhem os nossos passos, agora e sempre.
Saudar o Oriente com os braços cruzados, o direito sobre o esquerdo. Acender a vela brana e dizer:

- Que a Luz desta vela ilumine a nossa Ligação, que a Deusa esteja sempre presente nas nossas decisões e acções.
Que assim seja!
Acender o incenso e dizer:
- Que este Ar eleve os nossos desejos e que o seu odor te seja prazeroso.
Grande Deusa, humildemente te peço que me guies no Bom Caminho. Que as tuas qualidades e virtudes sejam as minhas virtudes e qualidades.
Agora e sempre!
Realizar o ritual de encerramento e abrir o Círculo Mágico. A vela deverá arder até ao fim e as flores, depois de secas, lançadas ao Mar com a água.

Num dia de São João Facundo e de Anael, Regente da Energia de Vénus
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...