quarta-feira, abril 29, 2009

Ritual da Fecundidade

A noite de 30 de Abril para dia 1 de Maio é noite de celebração, é noite de festa. A Mãe está cada vez mais em manifestação viva da sua Força, o Sol está cada vez mais forte e vai poder fecundá-la de forma mais eficiente.


Reza a lenda que uma criança gerada neste noite terá o poder de unir os povos, diz-se que o Rei Artur e Morgana geraram Mordred nessa mesma noite, se é verdade ou não pouca relevância terá, o importante é a lição sobre o poder que esta noite tem e que está ao dispor de cada um para a usar ou não.
Para nós, será uma noite onde além da celebração de gratidão por tudo o que a Mãe e o Pai nos dão, poderemos aproveitar para direccionar a sua energia nos assuntos da nossa vida que mais precisem. É um ritual dedicado ao Fogo, à nossa Vontade de actuar, dirigir o Carro para aproveitar as energias da Roda da Vida.


Precisaremos para realizar este ritual de um Pau de Maio (uma estaca ou vara com rebentos, colocada num vaso com terra), uma vela verde dentro de uma taça, uma taça com carvão acesso, pão e um cálice com vinho. Deverá ser realizado na noite de 30 para 1 de Maio.
No centro do Círculo Mágico coloca-se o Pau de Maio, a Sul o Fogo e a Norte a taça com a vela no seu interior.
Depois de fechar o Círculo Mágico e de realizar o ritual de abertura, dizer:

- Acendamos, com a nossa Arte, o Fogo Sagrado, para que a chama da União arda de novo.
Invoquemos o Grande Deus, para que fecunde toda a Terra e desterre o frio, tornando a Natureza de novo fértil.

Acender a vela da taça e dizer:

- A Força do Fogo está entre nós.


Saudação para Oriente de braços erguidos.
- Tu és o Fogo das Sete Energias que envias o vento sobre a terra inundada. Desces sobre a Terra na forma de orvalho e elevas-te no Ar no voo do falcão. És o carvalho e o raio que o destrói. Floresces entre as flores mais belas, animas o guerreiro, ensinas aos sacerdotes a sua sabedoria e inspiras os poetas. Corres os montes como o javali, gritas como o mar no Inverno, voas como as águias e conheces os segredos das pedras antigas.
Todos desejam a tua chegada.
Consagrar o pão e o vinho pela imposição da vara, passando-os em seguida sobre o fogo.
Dizer:

- Hoje é o dia do amor universal. O Grande Deus uniu-se à Grande Mãe, para que a Terra seja mais próspera e feliz.
Benditos os que se uniram em nome do Grande Deus para celebrar a vida. É o Amor que faz mover as marés, faz girar a Grande Roda do Universo e origina a Vida.
O Amor é o Fogo da Taça e a Força da Vida.
O Sol renascerá no Oriente e iluminará de novo o carvalho, o freixo e o espinheiro.
Pelo Amor invocamos o Verão. Que o Grande Deus traga a fecundidade à Terra e a riqueza às gentes.
Antes de encerrar o Ritual, recordemos as palavras dos Irmãos da Arte "Não fales a ninguém dos nossos trabalhos porque lhes chamariam de pecado."

Realizar o ritual de encerramento e abrir o Círculo Mágico.
O Ritual está terminado.

in Rituais Antigos para um Mundo Novo - Manual de Magia, José Medeiros

Espero que vos seja útil! É mais um dos rituais mágicos que se encontram ao nosso dispor, ajudando-nos a entrar em sintonia com a Terra e com o Divino.

terça-feira, abril 28, 2009

Meditação com o Papa

Esta semana decidi colocar as coisas de outra forma, estamos já habituados a que primeiro saia a minha reflexão sobre a carta e depois a meditação, certo? Pois apetece-me fazer diferente! Para o Hierofante decidi colocar primeiro a meditação, que desta vez também é diferente do esperado, e só depois a minha visão pessoal sobre a aprendizagem a fazer com esta lâmina.

Para o Hierofante decidi escolher um exercício que aprendi com a Salomé (para os novos, é a minha mestre de meditação). Sabem quando estamos sem forças e que precisamos de uma ajuda para sair do estado em que nos colocámos? Sabem quando estamos numa conversa que gostávamos de ver terminada, mas não queremos ser mal-educados (se bem que eu sou)? Sabem quando precisam de enviar energia a alguém, mas estão em público e não dá jeito? Para todas essas ocasiões, podemos criar um gesto de poder, podemos criar um gesto com a mão, os dedos ou até com os pés, para cada intenção que desejarmos. Esse gesto de poder, que iremos aprender a carregar com energia, servirá para abrir, desbloquear situações do dia-a-dia. Eu comecei a usá-los para as minhas aulas, carreguei um gesto com paz e tranquilidade, lembrando-me de momentos em que usufrui dessa energia, e quando quero esses sentimentos na aula, faço o gesto, acreditem, toda a agitação é dissipada e a tranquilidade regressa de forma natural. Estes gestos podem funcionar como uma corrente de ar que vem renovar as energias numa sala, tão simples quanto isso.

Vamos lá então aprender a carregar os nossos gestos.

Para a sensação que desejarem, deverão evocar na vossa mente situações em que tenham sentido isso. A utilização da mente, em meditação, será suficiente, mas podem, à medida que forem utilizando o gesto de poder, carregá-lo na hora em estiverem a vivenciar essa sensação, por exemplo, no fim de uma meditação ficamos sempre com uma paz profunda, esse momento será excelente para carregar gesto de paz.

Para meditarem já sabem que podem usar as mais diversas técnicas, o importante é que consigam aceder às vossas recordações, imprimindo uma energia forte no gesto. Quando tiverem conseguido visualizar as imagens na vossa mente e sentirem a sensação como se a estivessem a viver novamente, façam o gesto de poder que escolheram e, nesse momento, estão a carregá-lo.

Este gesto de poder poderá ser ampliado se feito com a carta de Tarot o Imperador, pois ele é o mestre nessa técnica, olhem para as suas mãos e vejam o sinal que ele faz, dá-nos a bênção através do seu gesto de poder.

Espero que esta técnica vos seja útil, não se esqueçam, mesmo que não tenham os resultados imediatos, nada que um pouco de perseverança não consiga combater.
Divirtam-se a criar gestos de poder, mas não se esqueçam, usem-nos para coisas boas, para elevar a Terra e não para aumentar o nível de escuridão. Gestos como estes são conhecidos pelas várias representações das mãos dos Budas, mas também da saudação nazi, em particular de Hitler, tudo depende do uso que lhe damos.

segunda-feira, abril 27, 2009

Reflexão Semanal com a Imperatriz II

A semana que passou foi algo interessante, regida pela Imperatriz e pela emoções, pois retirando a quinta-feira e a sexta-feira, todos os dias saíram cartas de Copas. O que nos terá desejado a Imperatriz transmitir? Que aprendizagem nos reservou?

Teremos em nós a capacidade de perdoar? Perdoamos o outro porque o compreendemos ou porque o não compreendemos? Ao perdoar o outro, não me estarei eu a desculpar para me perdoar a mim mesma? E depois de perdoar, serei capaz de aceitar essa pessoa novamente no meu coração? Todas estas perguntas me surgiram na mente quando a Rainha de Copas se manifestou no domingo passado e ao longo da semana. Como que por magia, as respostas foram surgindo.
Perdoar o outro, mas acima de tudo a nós próprios, pelos erros, enganos, ilusões que criamos na nossa vida, é uma das melhores formas de experimentar o Amor Incondicional, tornando possível a troca de energias puras, limpas e de melhor qualidade possível. Ao fazermos isso, vamos compreendendo que à nossa volta apenas se juntam as pessoas com quem temos uma grande sensação de familiaridade e intimidade, as outras acabam por seguir outros rumos, e ficamos apenas com quem necessitamos no momento. Cada um está na nossa vida pelo tempo necessário e não deve ser prolongado mais do que o necessário, pois as vidas mudam. Como conseguimos ver quando chegou o tempo final da relação? Fácil, assim que as disputas começarem. Perdoar é algo muito importante, e devemos fazê-lo sempre, mas estar sempre a permitir que algo de menos bom aconteça, é estupidez. Todos sabemos quando algo já não dá mais, os sinais começam a aparecer, ora porque o outro só tem a capacidade de despertar o que de menos bom há em nós, ora porque não desperta absolutamente nada. Perdoamos mas não temos obrigatoriamente de manter essa relação, caduca, no nosso coração. A busca de novidade é algo que devemos manter sempre na nossa vida, o que não quer dizer que andemos a procurar outras pessoas para substituir outras, mas simplesmente buscar coisas novas nas pessoas, vê-las de forma diferente todos os dias.
Há uns tempos aprendi algo interessante, imaginem que todas as noites ao adormecerem, a vossa memória é apagada. Na manhã seguinte não têm a menor recordação das pessoas que amam, será que as amariam novamente. Experimentem, não imaginar como o vosso marido/mulher vai reagir perante o telefonema, como a filha vai reagir perante a surpresa, deixem que cada um se revele aos vossos olhos, acreditem que descobrirão coisas maravilhosas. Mas não só, eu fiz isso e descobri coisas horríveis também, as ilusões acabam-se, caberá a cada um decidir se querem a Verdade ou a ilusão.

E assim, chegamos novamente à voz do nosso silêncio. Perdoando, mas garantindo que não voltará a acontecer. Respeitando, mas nem sempre compreendendo. Enfim, escolhendo o Amor Incondicional, mas não o caminho do Mártir.

Melodia para o Papa II

Este fim-de-semana estive ausente, fui para fora, para casa de uns amigos, matar as saudades! Por isso, este fim-de-semana nada correu com normalidade por aqui, não houve carta no domingo, nem reflexão, nem melodia da semana.
Hoje coloco tudo em dia, pois apesar de ter estado ausente, continuei a tirar as cartas. Para ontem saiu o Hierofante, carta seguinte ao Imperador na Rota, como arcano menor saiu o 7 de copas.
Portanto, esta semana cá me espera a tarefa de dar continuidade à partilha dos Arcanos Maiores, à minha visão pessoal sobre como poderemos usar estas Lâminas para desenvolver o nosso Auto-Conhecimento.

Para já, oferece-vos uma música mais festiva do que o habitual, esta música, High Priest é retirada de álbum de música étnica e fica a cargo do grupo Africa, pretende inspirar-nos na nossa ligação com o nosso Mago Interior, pois o Hierofante relembra-nos isso, a ligação ao Divino que há em nós. Revejam a reflexão anterior, aqui!

Espero que gostem da música e que possam desfrutar dela, para mim é sempre um enigma, nunca sei se ela vai ser partilhada na totalidade ou se terão apenas direito a 30 segundos.

Desejo-vos uma óptima semana, não se esqueçam que na quinta-feira há celebração.

sábado, abril 25, 2009

Prémio Caminho de Luz

Já estou como o Mentuhenhat, os Óscares não se cuidem e a Blogosfera passa-lhe à frente, mas pensando bem, depois de uma cerimónia com o Hugh Jackman nos ofereceu a dançar, cantar, pular e sorrir, talvez não seja assim tão fácil! rkrkrkrrkr
Pois é meus doces amigos, a generosidade não pára e a Roda da Vida colocou-me nas mãos um outro prémio, para vos poder provar que, afinal, todos me são muito queridos e cada blogue que descobri tem um encanto importante para mim. Mais uma vez, nesta semana recheada de Água, posso nutrir, através de gestos e palavras, o Amor que sinto por todos os Amigos que reencontrei, encontrei e encontrarei nesta Realidade Virtual.
Vêem, basta pedir e acreditar e o Universo dá! As simple as that!

Este maravilhoso selo vem da Pirâmide do Conhecimento - Sabedoria, foi criado para o seu autor, o amigo Mentuhenhat, com o intuito de ser um símbolo de encorajamento e agradecimento a outros blogues. Fiquei muito emocionada com o que ele disse sobre mim e, claro, por receber um prémio tão lindo. É com essa mesma emoção e por ela que o vos ofereço.
Este selo deverá ser entregue a 5 blogues (aí estes números mágicos!). A minha escolha vai para os blogues que ficaram de fora nas outras atribuições e vou deixar uma menção especial para todos os que ganharam os selos anteriores, pois apesar de ficarem de fora, este selo dever-vos-á ir parar às mãos, acreditem.

Para receber o prémio deverão copiar a imagem e depois colocá-la de forma pública, ou não, no vosso blogue. Como para mim os prémios são uma forma de demonstrar a amizade e o Amor que é possível gerar através deste espaço, publico-os sempre, pelo menos sempre que acho que vêm do coração.
Ariadne do Castelo de Asgard pela oferta e disponibilidade de nos dar feito aquilo que seria difícil de conseguir neste selva de betão. Por ser um exemplo de que tudo é possível, por ser criativa e mágica! Mas acima de tudo pela sua amizade livre! Que o Amor incondicional brote sempre entre nós!

Hazel da Casa Claridade, pois o seu espaço irradia Luz, os seus olhos irradiam Amor e, as suas palavras irradiam Alegria, ler uma posta dela é mais útil que ir fazer ioga do riso (rkrkrkrrkrkrk). Também ela uma amizade mágica descoberta na blogosfera!

IdoMind do Jardim e comentadora número um do Grimoire (rkrkrkrrkrk), pois é, foi e sempre será a minha Luz! Para ela não há palavras pois dizer algo a uma das melhores escritoras que conheço é uma tarefa ingrata! Arrisco a um simples Amo-te!

Le_Mon do Jardim, um doce poeta, agora adormecido, porque se dedica à sua luta diária de instaurar um mundo melhor. A um dos melhores profissionais que conheço que dá, dá e dá sem nunca pensar em receber de volta. Para ele que caminha na Luz e para a Luz, o prémio não poderia escapar.

Marise Catrine do Momentos Recortados, para a incentivar a lutar sempre contra o que ela acha que está errado! Para lhe agradecer a sua coragem e a sua escrita e forma de ser eternamente romântica! Porque ela é um exemplo de que o Amor é possível e muito maior que Egos feridos!

A todos vós o meu reconhecimento pelo que fazem diariamente, mesmo que isso não se veja no blogue, a minha alegria por vos ter como amigos e, claro, a minha energia para poderem continuar, sois um exemplo de que por mais longe ou mais perto, que por mais ou menos contacto, o Amor da Amizade é eterno!
Mentuhenhat, obrigada por me ter permitido terminar a semana com a demonstração do meu Amor Incondicional, por me ter dado um instrumento para que a Ísis se mostrasse ainda mais.

Amo-vos a todos e com a Liberdade que este dia encerra para nós portugueses!

sexta-feira, abril 24, 2009

Oração aos Anjos de Touro

Na segunda-feira passada, embrenhada na ginástica mental de responder à pergunta do selo Lemniscata, acabei por deixar passar a entrada do Sol em Touro, além da entrada de Marte em Carneiro.
Como vem sendo habitual coloco nesse dia a Oração, que Haziel nos oferece, para entrarmos em sintonia com essa energia. Sol em Touro poderá ser benéfico para quem deseja cultivar a responsabilidade, a seriedade, a capacidade de iniciar e se dedicar a projectos concretos. Se estas capacidades vos forem necessárias, façam esta Oração aos Seis Anjos de Touro, mesmo que não sejam necessárias, façam-na para agradecer o que já conquistaram.

Anjos Criadores das riquezas da Terra, ajudai-me a construir a minha Vontade com Amor e Sabedoria.
Da mesma maneira que das entranhas da Terra, fazeis subir o ouro e a riqueza, que são LUZ, fazei sair de mim obras úteis, férteis, claras e portadoras de luz, para que o meu caminho seja iluminado, assim como o caminho dos meus companheiros de Vida.

Apagai as consequências dos meus erros passados, pois prometo nunca mais tropeças nos meus obstáculos.
Concedei-me abundância de Bens Espirituais e Materiais.

ÁMEN

quinta-feira, abril 23, 2009

Dia de São Jorge

Hoje é um dia muito especial para mim, além de ser o aniversário do Papá, o meu eterno Gordinho, é um dia onde sinto que a minha comunicação com o Mundo Não Manifestado se encontra em êxtase. Por isso, e dando continuidade às partilhas das Fadas, deixo-vos a oração que costumo usar para pedir ajuda e protecção, ou apenas para agradecer pois nem sempre precisamos de pedir algo, a esta energia poderosa!

Oração a São Jorge


Ó Deus omnipotente,
Que nos proteges,
Pelos méritos e as bênçãos
De São Jorge.
Fazei que este grande mártir,
Com sua couraça,
Sua espada,
E seu escudo,
Que representam a fé,
A esperança,
E a inteligência,
Ilumine os nossos caminhos...
Fortaleça o nosso ânimo...
Nas lutas da vida.
Dê firmeza
À nossa vontade,
Contra as tramas do maligno,
Para que,
Vencendo na terra,
Como São Jorge venceu,
Possamos triunfar no céu
Convosco,
E participar
Das eternas alegrias.
Amém!

Desafio Fotográfico

E porque ontem foi dia da mãe Terra, hoje ofereço-vos esta paisagem do Gerês!

Que brota de vós?

Um feliz dia de Júpiter que ele vos encha de bênçãos!

quarta-feira, abril 22, 2009

Prémio para partilhar

O Universo funciona de maneira muito bonita. Estava eu meio triste por apenas ter podido nomear 7 blogueiros para o prémio Lemniscata quando outro prémio me veio para às mãos, mas continuo sem poder oferecê-lo ao Momentos Recortados.
A doce Marise Catrine é uma amiga maravilhosa que tive o prazer de conhecer na faculdade, uma alma, como eu, complexa mas Verdadeira na sua essência, uma alma que busca com toda a sua força o seu Eu Interior, que assume sem problemas os seus erros e que se esforça para ser melhor cada dia que passa. Nas correntes naturais da evolução social, acabámos por perder contacto, mas novamente pelas correntes naturais do Universo, nos voltámos a ligar, afinal a blogosfera tem destas coisas maravilhosas! Foi então esta alma magnífica que me ofereceu este prémio lindo, segundo as suas palavras por ser um lugar que a inspira e onde ela gosta de passar um bocadinho. (eternamente grata pela tua presença, constante!)

Este prémio não tem armadilha, é apenas uma oferta de reconhecimento da amizade que se cria e das partilhas que se fazem neste mundo Virtual. Porém, apenas posso nomear 5 blogues.
A escolha teve o seguinte critério: primeiro, não nomear os vencerdores do Lemniscata; segundo, ser um blogue onde eu passo todos os dias para relembrar ou aprender algo e, por último, estar cuidado, isto é, ser um blogue onde eu vejo o Amor que o(a) "dono(a)" sente por esse projecto, onde a sua dedicação salta à vista. Para todos eles, é com muito amor e com desejos de força para continuarem estes projectos que nos levam muita energia, mas que valem muito a pena.

Posto isto, os vencedores deste prémio são:







Todos os outros que desta vez ficaram de fora, não pensem que não acho o mesmo, estas tarefas são difícieis, mas serão contemplados numa próxima! Mesmo sem selo, se eu comento e vos deixo a minha energia é porque me dizem algo!

Marise thank you very, very much!!! Love ya!!!

terça-feira, abril 21, 2009

Pedido às Fadas

Hoje dia de Marte, o meu adorado regente Marte, partilho a advocação às fadas do Fogo e às Salamandras.
De todos os Elementais, estas são as que mais rapidamente nos podem ajudar, basta fazer a advocação, direccionar a nossa Vontade para o problema que queremos resolver e já está, tão fácil como acender um fósforo!
A Rainha destas Fadas chama-se Paradis, Morgane é a Princesa e Glastig a Dama. Usem-nas bem pois com efeitos tão imediatos não dá para reverter o efeito.

Advocação às Fadas do Fogo:

Fadas Senhoras do Fogo criador Divino!
Senhoras das impulsões energéticas!
Trazei ao meu pensamento e ao meu coração
um vivo desejo de agir e vencer.
Fazei com que os meus desejos sejam vossos desejos
os desejos da alma da Natureza.
Fadas do Fogo! Eu também quero ser cheia
de calor humano e bondade activa.
Eu serei vossa espada no mundo material.
Eu serei o construtor dos vossos desígnios
poderosos e benfazejos.

Às Salamandras:

Eu vos saúdo, a vós, Salamandras
que constituís a trama material do elemento Fogo.
Vós, que com o vosso trabalho, forneceis o poder
e a energia à nossa vontade humana.
Peço-vos para alimentar constantemente
o meu fogo interior
para que possa realizar sem desfalecimento
a pesada tarefa de trazer nos meus ombros
o Novo Universo em formação.
Senhoras flamejantes do brilhante domínio do fogo!
Desde o meu nível humano
eu vos envio muito cordialmente
a minha fraterna saudação.
in Natureza Viva, Haziel

segunda-feira, abril 20, 2009

Selo Lemniscata

A doce, criativa, linda e amiga Lemniscata, no meio dos seus processos criativos, decidiu criar um Selo Blogueiro, e em boa hora o fez, pois o seu desafio é bastante interessante. Este selo que se intitula Selo Lemniscata visa destacar os blogues que demonstram talento.
Fui seleccionada para ganhar este selo por vos pôr a pensar (risos), não sei se isso é um talento, mas se ela achou não vou discutir! Cumpre-me agora a tarefa de nomear 7 blogues (Ó Lemniscata porque não são 8? rkrkrkrkrk) e responder à árdua pergunta: “O que é para ti ser um Homo sapiens?”

Eu disse que isto ia dar pano para mangas, mesmo se deixei de lado a questão da Igreja! Por que será tão difícil para a Igreja aceitar que viemos dos macacos? E não me venha com a história da Bíblia, pois é sempre possível de dar a volta ao texto! Mas bom...essa hoje fica de lado, hoje o tema é: O que significa para mim ser Homo Sapiens?

Antes de mais é apenas uma classificação, mas uma classificação que nos chama a atenção para o facto de que antes de sermos como somos, seres pensantes, passámos por vários estádios de evolução. O desconhecimento desses estados faz com que muitas vezes não compreendamos os comportamentos que temos ao longo do dia-a-dia e que outros seres da mesma espécie têm.
Por exemplo: o estudo genético do ser humano, revelou-nos recentemente que há uma quantidade de comportamentos que advém das primeiras fases do Homo, que ainda temos o input desses tempos. (Oh, Meu Deus! - dizem vós! Ah pois é! – digo eu.)
Os famosos sonhos dos quais acordamos sobressaltados porque estamos a cair (quem não teve já um desses?) vêm do nosso tempo em que nos tornámos Homo Erectus. Ainda não completamente adaptados a esse estado, dormíamos nas árvores e inevitavelmente muitos dos nossos antepassados caíram das árvores enquanto dormiam, tendo o famosa morte santa, durante o sono. Este acontecimento relaciona-se com os nossos sonhos de quedas, ainda existe em nós essa informação de que podemos cair durante o sono e morrer. Ou, ainda, descobriu-se porque reagimos tão mal quando ouvimos um “Shiuuu!” As nossas maiores inimigas eram as cobras que viviam connosco escondidas nas cavernas, o som Shiu assemelha-se aos sibilar que as cobras fazem, por isso, ainda hoje temos medo ou reagimos na defensiva perante esse som, curioso, não é?
O que nos leva, então, de volta ao tema. Ser um Homo Spaiens é ser um herdeiro de uma história evolucionária gigantesca, de biliões de ano de existência enquanto unidade celular, de biliões de mudanças e de mais não-sei-quantas gerações, enfim, se compreender a minha família já é complicado, imagino o que será compreender os ancestrais!!!
Todavia, pelo menos uma coisa temos de aprender com a nossa história e essa parece-me que cada vez está mais fácil de compreender, pois todas as crianças nos chamam a atenção para ela. Ao longo da nossa evolução levámos, por várias vezes, várias espécies de animais à extinção, somos uma praga para todos, onde chegamos destruímos, nunca nos integramos com a vida que já existe, impomos a nossa forma e achamos que tudo e todos são uma ameaça. E, infelizmente, isso ainda não acabou pois, mesmo sendo Homo Sapiens, continuamos a fazer o mesmo com tudo e todos. O que me fez pensar que se calhar ainda não estamos na fase final desta família, que se calhar depois do Sapiens virá outra categoria de Homo. Digo isto porque parece que a sabedoria ainda não foi fundida na totalidade, falta aqui algo para nos fazer o clique, ainda não desenvolvemos tudo o que há para desenvolver, aliás basta pensar na massa cinzenta e na percentagem que é utilizada.
Creio que esta fase do Homo estará em vias de extinção (não se riam) não tarda muito e uma nova fase se iniciará, onde poderemos juntar à Sapientia o Cognoscere, claro este dará um novo tipo de Homo, o Homo Cognoscus ou para os amigos o Cogno, aquele que além de pensar, sabe agir, com o coração, pois está claro! Que vos parece? Absurdo? Talvez! Visionário? Talvez!
Mas agora quero ouvir as vossas próprias teorias, pois já chega de falar sozinha! Ó Lemniscata, a culpa é tua, puseste-me para aqui a pensar e olha no que deu!

Ahhh ... não me esqueci....and the winners are:

Adriana das Dimensões Internas, pela forma como coloca questões tão fundamentais de forma simples e Bela, ajudando-nos a relembrar!

António Rosa da Cova do Urso, pelo seu Conhecimento e pelo Talento de pôr toda a gente a falar sobre Astrologia, mas não só!

Medusa do Nodo Ascendente, pelo Rigor e Profundidade dos seus textos! Pela sua genorosidade em nos oferecer a sua Sabedoria!

Mr. Hand do O Movie, Where Art Thou?, pela sua Paixão pelo cinema, por as suas críticas e notícias importantes! Além do seu inigualável talento de nos pôr a ver o Cinema como uma Verdadeira Arte!

Velho dO Velho, pela linda forma de escrever e de nos contar a História do Naró, simplesmente deslumbrante! E pela forma como torna possível o nosso despertar!

Viajante do Café e Bolos, pela diversidade de temas que nos oferece e pela sua infinita capacidade de Compreensão!

Whesley Fagliari dos Santos do Amigo da Sofia, pelos seus Poemas Mágicos que nos falam tanto, que penetram em nós ora com Raios que nos acordam, ora como suaves brisas que nos embalam!

Deixei de fora, a Hazel e a Caillean pois já receberam e, por isso, não voltei a mencioná-las mas elas sabem que o receberiam da minha parte. A Lemniscata está implícita, mas se não estivesse seria com certeza uma das contempladas, pois o seu Talento é imenso! Ficam outros três jovens blogues também de fora apesar de já terem provado ser criativos e muito mais, mas as regras...as malditas regras!!! Ahhh porque não eram 9??? Ou 10??? Rkrkrkrrkrrkrkrkkr

Obrigada Lemniscata, it was fun!

Agora estes 7 talentosos deverão também respeitar as regras deste Selo:

1 - O premiado deverá expor o selo no seu blog e atribuí-lo a 7 outros blogs que considere merecedores.

2 - O premiado deverá responder à seguinte pergunta: O que significa para si ser um Homo sapiens?

Divirtam-se!

domingo, abril 19, 2009

Melodia para a Imperatriz II

A melodia para esta semana será escolhida de um filme, não de um filme qualquer, mas sim de um filme lindo, belo, imensamente romântico e profundo, falo do remake de King Kong pelas mãos do Mestre Peter Jackson, sim, mais uma vez um filme seu a inspirar-me no Tarot.

Neste filme, que todos conhecem a história, a Beleza é uma constante, a plenitude está presente em cada imagem que nos é transmitida, a fatalidade e o impossível também, mas apesar de tudo isso, quando acabamos de assistir a este lindo conto de amor, ficamos com uma certeza, tudo é possível, somos capazes das proezas mais maravilhosas, se o nosso coração estiver no lugar certo.

Como esta semana teremos o prazer de ser acompanhados pela Imperatriz, em que a sua lição é ensinar-nos a ver a Beleza que há no Mundo, que tudo deve ser feito com prazer e alegria, pode ver a meditação aqui e se quiser espreite o meu texto, ou tentativa de texto, poético sobre ela. Podem também espreitar a reflexão com a carta, aqui! Ficamos com a música de James Newton Howard Beautiful, para ouvir e nos inspirar a encontrar as coisas que amamos e dedicarmo-nos a elas, cultivá-las e ter prazer com isso.

A todos uma excelente semana na companhia da mulher mais rica do Tarot, que ela nos consiga ensinar a confiar em nós próprios!

Reflexão Semanal com a Temperança II

Esta semana regida pela Temperança foi uma semana calma, onde as decisões foram feitas com muita ponderação, com muita reflexão, mas principalmente com muita flexibilidade.
Saíram umas cartas interessantes, espero que a lição faça sentido para vós, para mim foi ouro sobre azul. Aqui vem:

Encontrar a nossa Vocação, o nosso Caminho, nunca é uma tarefa fácil, principalmente porque temos imensos anseios, expectativas, apegos e ideias preconcebidas. A palavra-chave, para podermos encontrar o que Queremos, é Liberdade. O Cavaleiro de Discos ajuda-nos a compreender que libertarmo-nos das amarras que criamos neste Plano Manifestado é o início do Caminho para podermos encontrar o nosso 5 de Espadas. Libertarmo-nos é difícil, pois a primeira coisa em que pensamos é que vamos perder o que amamos e quem amamos, mas isso são apenas os receios que o nosso Ego nos impõe para nos manter agarrados a um Marte defensivo. Quando nos libertamos, as nossas acções para com quem amamos tornam-se mais verdadeiras, pois a entrega é plena sem expectativas, quem comanda é o coração livre de desejos de retorno do que fazemos, numa expressão pura e simples de Amor Incondicional. Para podermos encontrar a nossa Vocação precisamos de acreditar que temos em nós a força da criação, que, tudo o que desejamos, podemos tornar real neste Plano Manifestado, o caminho do Ar à Terra.
O segundo passo nesta caminhada, depois da libertação, é a cura. Nessa realização de quem somos na verdade, nem sempre é fácil de transmitir aos outros quem somos e como somos na essência, pois, inevitavelmente, os outros criaram expectativas quanto à nossa forma de actuar e elas agarram-nos a essa acção, causando a dor e todas as emoções negativas a que estamos sujeitos nas relações. O Tarot alerta-nos a todos para reduzirmos as nossas expectativas em relação a tudo, para mantermos a mente aberta às novidades do caminho e às reacções que as pessoas podem ter, ao fazermos isso estamos a dar espaço para que a Liberdade de cada um possa ser uma realidade, onde não há cobranças, dedos apontados, zangas feias. Durante este processo de cura, esta destruição de modo de agir, teremos acesso ao nosso potencial máximo de realização, teremos o caminho aberto para concretizar o nosso Caminho. Todavia, não nos podemos esquecer, por vezes, as palavras podem ser duras, a nossa expressão nem sempre tem de ser com base na doçura e no afago, a Rainha de Bastões dá-nos o choque para acordar, que nem sempre é fácil de ouvir, pois quem não conhece a máxima “A verdade é dura de ouvir”. Se queremos aprender e conquistar a Liberdade devemos estar abertos para todas as formas de libertação, aprender com tudo, mesmo com o que nos dói.
Se assim for, se este for o percurso que escolhemos para que a Temperança nos ajudasse a encontrar a nossa vocação, o nosso caminho, encontramos o 9 de Espadas no fim, reafirmando que a busca dos nossos desejos deve ser traçada com clareza, com objectividade, mas também com muita flexibilidade.
Foi esta a lição da semana com a Temperança e os Arcanos Menores. Concordam, aceitam que esta forma nos poderá ajudar a encontrarmo-nos?

Aguardo as vossas anotações!

sábado, abril 18, 2009

Pedidos às Fadas

Continuando com a partilha dos meus truques para alcançar resultados positivos nesta vida, usando os Elementais, hoje, dia de Saturno, coloco ao vosso dispor a informação das Fadas da Terra e dos Gnomos.

A Rainha é Mab, a Princesa Viviane e a Dama Urgania, actuam sobre o campo material criando uma energia vital natural que regula o nosso corpo. Podemos e devemos usá-las para a aquisição rápida de bens materiais, para nos levarem pela mão até à Prosperidade.

Para a felicidade podemos dedicar, às Fadas da Terra, esta advocação:

Oh! Mães serenas da felicidade na Terra!
Fadas das Florestas e dos campos
fazei-me bom acolhimento.
Vós sois a alma da Terra,
da Natureza Viva onde eu vivo.
Abri-me as portas de ouro do Paraíso.
Enchei-me de Prosperidade
pois a pobreza não é uma virtude
nem a riqueza um vício.
Acordai-me talentos em ouro
e os farei frutificar ao centuplo
para que a abundância chege àqueles que a desejarem.
Eu sei que Vós, divinas Fadas,
desejais ardentemente dar-me
tudo o que desejo receber.
Fazei-me a surpresa
da chegada súbita de uma grande riqueza!
Para entrar em sintonia com os Gnomos e pedir-lhes a sua ajuda, temos esta oração:

Eu vos saudo Gnomos, meus bem-amados
espíritos regentes da Terra.
Vós que constituís a trama do tecido do mundo
sede-me propícios.
Gnomos, meus muito queridos Irmãos Naturais
ajudai-me a construir um novo reino
ajudai-me a transformar a nossa terra comum
num Paraíso terrestre.
Ajudai-me, Irmãos!
Vós que formais a estrutura material;
vós que trabalhais nas profundezas
do negro rochedo primeiro
e que possuis os segredos dos Tesouros
que a nossa mãe Terra
esconde nas suas entranhas,
recebei e aceitai a minha fraterna afeição.
Também eu desejo ajudar-vos
para que através de mim
possais debruçar-vos
no mundo da divina Luz.
Pedir-vos-ei em contrapartida,
para organizar os átomos do meu corpo
de maneira perfeita
a fim de que os cometas vitais
aí possam circular sem dificuldade.
Eu quero que organizeis à minha volta a matéria
afastando qualquer elemento prejudicial.
Eu quero que me pegueis na mão
e que me conduzais até aos tesouros
que apenas vós conheceis.
Eu quero estabelecer convosco um pacto, uma aliança,
entre o vosso mundo e o meu mundo
a fim de podermos beneficiar mutuamente das
delícias e das vantagens dos nossos reinos respectivos.
Encontreis em mim a luz
e eu, em vós, a riqueza de os ganhar.
Espíritos da Terra!
Recebei e aceitai o meu pensamento cheio de Amor!
in Natureza Viva, Haziel

sexta-feira, abril 17, 2009

Pedidos às Fadas

Hoje, dia de Vénus, do Amor, vem mais uma advocação às Fadas, desta vez às da Água, as Ondinas.

A Rainha é Melusine, a Princesa é Estrella e a Dama é Selkie, qualquer uma delas está ao nosso dispor para projectar no nosso coração uma onda de energia que persistirá durante meses, permitindo-nos ter confiança em nós, sentirmo-nos bem na nossa pele e em plena força. Este trabalho que as Ondinas realizarão será a médio prazo, não veremos os efeitos imediatamente, mas acreditem que nos ajudará a resolver as nossas emoções, permitindo-nos ter melhor desempenho quando as mostrarmos aos outros.
Que a força da Água das Ondinas limpe os nossos corações e nos libertem das águas estanques, lodosas de acontecimentos passados, que a nossa Taça seja limpa, renovada.

Às Fadas:
Oh! Fadas Transparentes!
Que viveis nas águas límpidas
Das fontes, dos rios e dos lagos!
Eu também quero tornar-me chuva fecundante e
Lágrima de alegria!, recebendo o Amor humano.
Fazei cair sobre mim
Uma chuva abundante de pérolas e flores
De Amor!
Às Ondinas:

Eu vos saúdo, Ondinas deliciosas!
vós que constituis o
elemento Água,
conservai a pureza das nossas águas interiores.
Zelai
também pela pureza
das nossas nascentes, rios, lagos e mares!
Bem-hajam
pelo vosso trabalho milenar
De formação desse elemento precioso
A Água.
Guardai a frescura paradisíaca
Dos nossos campos, das nossas florestas
Assim como a pela força das nossas plantas.
Desde o meu nível humano,
desde o meu sangue,
Eu vos saúdo fraternal e amorosamente.
in Natureza Viva, Haziel

quinta-feira, abril 16, 2009

Desafio fotográfico

Prontos para mais um desafio à vossa Criatividade? Preparados para procurar a Beleza? Então aqui vai!!!
Que sensações vos percorrem o corpo, a mente, a alma ao ver esta paisagem?

Beijocas grandes para TODOS!

quarta-feira, abril 15, 2009

Pedidos às Fadas

Andava cá por casa a pensar no que havia de colocar aqui e não me ocorria nada...então, pensei imediatamente em pedir ajuda às Sílfides para me inspirarem. Eis senão quando, obtive a minha resposta.
Há uns tempos atrás encontrei um livro que me fascinou, podem ler sobre ele aqui. Nesse livro encontrei uma forma simples de fazer pedidos aos Elementais, de lhes pedir ajuda de forma prática, decidi partilhá-la convosco.
Hoje dia de Mercúrio, regente do Ar, decidi expor o que podemos pedir às Sílfides, as Fadas do Ar, durante os próximos dias colocarei as outras.

A Rainha dá pelo nome de Holda, a Princesa é Aril e a Dama é Melior. Qualquer uma destas entidades age a longo prazo e os nossos pedidos devem ser para soluções de bem-estar e felicidade duradouros. São particularmente úteis para a resolução de questões antigas, aquelas que julgávamos irremediáveis, mas que gostávamos de ver solucionadas.
Porém, se a nossa intenção ao fazer a advocação for apenas para adquirir as qualidades do Elemento, são extremamente eficazes para nos dar vivacidade e rapidez mental, logo, estaremos mais preparados para aproveitar efectivamente as oportunidades da vida.
Espero que usem e abusem desta pérola, que ela vos coloque em contacto com as Sílfides, ara que os vossos pensamentos sejam mais velozes e mais práticos, em sintonia com a Natureza Viva.

Às Fadas:

Fadas mágicas, aladas é para vós que eu elevo a minha Advocação:
Insuflai em mim o Ar do Espírito (chamado em grego pleuma e em hebraico rhua) para que o saber, o conhecimento e a ciência penetrem em meu foro interior.
Fadas da inteligência prática, ajudai-me a agir, em todo o momento, em todo o lugar com bondade e com discernimento; utilmente com sabedoria.

Às Sílfides:

Eu vos saúdo, Sílfides,
vós que haveis dado um corpo
tangível
ao Ar e ao Vento
e que percorreis constantemente toda a Terra,
portadoras de mensagens de pureza e de sabedoria.
É sobre os vossos
ombros que deponho
as minhas ideias, os meus projectos de felicidade.
Peço-vos para os difundir sobre toda a Terra
e para os ofereceres a
todos os que desejarem
beneficiar deles.
E, ao mesmo tempo, trazei-me
Sílfides, minhas Irmãs!
Trazei-me os pensamentos de ordem prática
que as vossas Fadas e os vossos Anjos criaram
a fim de que o meu
pensamento possa tornar-se
cada vez mais útil, cada vez mais
em Harmonia
com a Natureza Viva.
Recebei os meus melhores pensamentos,
Irmãos da
Sabedoria e do Saber,
lanço-os ao vento para vós!
in Natureza Viva, Haziel

terça-feira, abril 14, 2009

11.ª Lição do Mago

O mago é o mestre de alquimia
Alquimia é transformação
Através da alquimia, começará a sua busca pela perfeição
Cada um de nós é o mundo. Quando nos transformamos,
o mundo em que vivemos também se transforma
Os objectivos da busca - heroísmo, esperança, graça
e amor - são a herança do intemporal
Para pedir a ajuda de um mago, deverá ser forte na verdade,
e não obstinado no julgamento

Deepak Chopra in, O Caminho do Mago

segunda-feira, abril 13, 2009

Acontecimentos insólitos

Andava eu um pouco indecisa sobre o que fazer em relação a algo que me anda a acontecer quando recebi a minha resposta através da carta do dia. Hoje saiu o Cavaleiro de Discos, os Cavaleiros representam o Ar e os Discos o físico, o material, compreendi a mensagem como haver a necessidade de me libertar de algo que me ocupa a mente e que me aprisiona nesta condição física, que não me deixa construir algo que pretendo. Assim sendo, aqui vem.

Hoje peço a vossa ajuda para compreender algo que se passa na minha vida.

Imaginem que estão em casa, descansados da vossa vida, com uma certa paz de espírito, pois tudo corre bem, e, de repente, o telefone de casa toca. Param de fazer o que estão a fazer e atendem. Reconhecem o número é de um amigo com quem já não falam há algum tempo.
Bom dia!- dizem vocês com um tom de admiração.
...
Sim. Estou...
...
Nada, do outro lado não há nada, ninguém fala, ninguém responde, apenas um silêncio! Pensam que deveria ter sido engano. Mas assim que desligam o telefone e começam a pensar que raio foi aquilo, o telefone toca outra vez...e a cena repete-se. E repete-se mais uma vez e outra e outra e outra ...

Uma situação destas não é normal e primeiro que a pessoa tome uma acção precisa de ponderar sobre as possibilidades do que está a acontecer. Depois de reflectir, mas continuam a receber os mesmo telefonemas, chega-se à conclusão que aquela pessoa quer falar connosco mas não consegue, então tomamos a medida necessária. Telefonamos nós e esperamos que a pessoa atenda. Porém, não foi isto que aconteceu, telefonaram e ninguém atendeu, uma, duas, três vezes. Pode não estar em casa e decidimos deixar uma mensagem:
Sei que me tens telefonado e não dizes nada, precisas de alguma coisa, posso ajudar em algo? Independentemente do que aconteceu estou aqui para o que for preciso.
E passa um dia, dois dias, três dias e nada de haver resposta, mas, pelo menos, os telefonemas terminaram, o que significa que ouviu a mensagem. Fica um enorme ponto de interrogação na vossa cabeça, certo? Mas que raio!?!

Pois meus queridos, isto aconteceu-me, mais ou menos, pois foram alterados os meios de comunicação, mas a essência do insólito é esse. Que raio hei-de pensar? O que quer esta pessoa de mim? Ou não é de mim que quer mas da minha casa? É um pedido de ajuda? Mas se sim, porque fica mudo perante a minha entrega?

A minha cabeça ficou um pouco confusa, mas o meu coração está tranquilo.

Contudo, este insólito fez com que algumas coisas que costumava fazer deixasse de as fazer, por exemplo, já não posso fazer meditação descansada sem que pense que o telefone pode tocar ou pelo simples facto de que durante um tempo me tirou a tranquilidade necessária para o fazer.

Haverá direito para fazer isto a alguém? Que tipo de jogo é este? Nunca tive isto na minha vida e a pergunta é exactamente esta: O que posso fazer? Isto para mim não é saudável, ronda o doentio.

Peço-vos mais uma vez uns conselhos, pois bem sei que quando estamos dentro da situação, por vezes, torna-se difícil de conseguir ver todos os ângulos. Já alguma vez vos aconteceu isto com alguém? O que será que quer de mim?

Desde já um muito obrigada, as vossas palavras serão todas ouvidas e apreciadas.

Melodia para a Temperança II

Para esta semana regida pela Temperança escolho novamente uma música do fabuloso filme, melhoria seria chamá-lo obra-prima, O Senhor dos Anéis.
Para esta lâmina escolho a música que serve o momento em que Galadriel vai mostrar o espelho a Frodo, esse momento lembra-me a mulher da carta com as suas duas ânforas.

Fiquemos então com a música Lothlorien da banda sonora da Irmandade do Anel de Howard Shore.

Além da música deixo-vos com a cena do filme, enjoy.


Que esta semana utilizem bem a carta, saibam que têm a segurança, o autocontrolo e a disciplina perante todas as situações da vossa Vida e que a ansiedade é deixada de fora nas decisões que tiverem de tomar.
Espreitem aqui a reflexão anterior com esta lâmina, pode ser que ajude em algo!

sábado, abril 11, 2009

Reflexão Semanal com a Estrela II

Esta semana regida pela Estrela teve umas cartas diárias bem interessantes, houve repetições de cartas, ou andámos em círculos ou esta mensagem foi muito importante. Vamos lá ver o que sai daqui:

A Estrela trouxe-nos a indicação de que era necessário, neste período de recolhimento, elevar a nossa consciência. A carta 10 de bastões, no dia de Sol, indicou-nos que precisávamos de lutar para conseguir alcançar essa elevação, mas que deveríamos estar cientes de algumas dificuldades.
A primeira questão que se coloca é que tipo de dificuldades? Quando a questão tem a ver connosco as dificuldades terão também a ver connosco. Quantas vezes os nossos desejos estão lá, mas depois não fomos capazes de planear com cuidado toda a nossa acção? Os impedimentos na nossa busca pessoal, são sempre criados por nós.
Assim, o Rei de Espadas relembrou-nos que a o poder está em nós, o poder de criar a nossa realidade, o poder de concretizar os nossos objectivos, 10 de discos. Para tal, é necessário visualizar na nossa mente o que desejamos, planear o que consideramos importante na nossa vida, para que possa haver uma concretização objectiva. O poder da mente é infinito!
Ao fazermos este plano do dia-a-dia conseguimos cria também um certo espaço de manobra para que o Divino se manifeste, colocamo-nos num estado adequado para receber mensagens, pois quando algo sai diferente daquilo que planeámos, é o Uno a manifestar a sua protecção a nossa favor, 3 de Copas.
E quando conseguimos aplicar isto na nossa vida, como rotina, conseguimos uma confança em nós inacreditáveis, tornamo-nos num líder magnético que sabe onde vai, como vai e porque vai!
Esta Estrela neste momento tão importante, mostrou-nos, mais uma vez, que quem tem as rédeas do Carro somos nós, quanto mais soubermos sobre o condutor e o carro, mais fácil se torna a viagem.

É de notar que o Rei de Espadas saiu no dia de Lua e de Júpiter e o 5 de Bastões no dia de Vénus e de Saturno, curioso não?

Posto isto, resta-me desejar-vos uma Páscoa serena e cheia de bênçãos!

sexta-feira, abril 10, 2009

Mercúrio em Touro

Há já algum tempo que não colocava aqui as mudanças que ocorrem por cima de nós, sem que por isso dêmos conta, mas pelas quais somos profundamente influenciados.

Ontem, Mercúrio, o planeta da comunicação, das viagens, da cura e dos negócios, entrou em Touro, o signo da teimosia, da inflexibilidade, mas também moralmente correcto e ideologista.

O que poderemos esperar de tão bombástica conjuntura?

Primeiro será um excelente momento para construir os nossos projectos, agarrando a energia Terra de Touro e a capacidade de gestão de Mercúrio. As ideias sólidas, os projectos pragmáticos e os valores morais serão mais vincados e defendidos por todos nós. Mas dada a teimosia do signo em questão, o melhor é mesmo estarmos atentos e abrirmos a nossa mente para outras visões, diferentes das nossas, não nos tornando obtusos e agarrados a velhas formas de pensamento como é típico de Touro.
Uma última boa energia que poderemos aproveitar é que Touro torna Mercúrio um pouco menos conversador e fanfarrão, dando assim oportunidade a que as nossas conversas sejam mais calmas, menos entusiastas e mais realistas, podendo alcançar grandes objectivos nisso.

Posto isto, aproveitemos esta fase que durará até ao fim do mês, para falar sobre assuntos importantes, para orientar os projectos de vida de forma mais realista e para se darem aos outros de forma mais real. Quem alinha nisso?

quinta-feira, abril 09, 2009

Desafio fotográfico

Mais um pôr-do-sol mágico!!!

O que vêem nesta foto? Onde se encontram e para onde olham? Abram o vosso coração e deixem sair o que ele disser!
Obrigada!

quarta-feira, abril 08, 2009

A Lua das Vozes do Mundo - Lua Cheia de Abril

Abril começa com um dia poderoso o "Dia das Mentiras" que eu prefiro chamar o "Dia do Louco" derivado do Inglês "April's Fool". É um dia em que podemos fazer tudo, criar uma nova realidade no exterior para uma nova pessoa. Depois temos o chegar da Primavera, da Vida, anunciadora de um novo ciclo e, claro, a Páscoa, representante de toda esta fase de renovação. Além disso, esta lua cheia é no signo de Carneiro, o ígneo, o que age, o que impulsiona!
Durante este princípio de ano, estivemos a homenagear os nossos Antepassados e a ligar-nos ao nosso Inconsciente, pedindo em Fevereiro as bênçãos e o equilíbrio necessários para percorrer o Caminho do Meio.

Estes dois meses foram dedicados ao nosso Interior. Mas com a chegada de Março, prenúncio da Primavera, começámos a realizar um trabalho mais virado para o exterior, assim, na lua cheia de Março pudemos pedir que a nossa 3ª visão fosse desperta para poder ligar o que há dentro com o que há fora. E agora??? Este mês que faremos?


Já desenvolvemos a nossa sensibilidade e o dom de "ver", então, bruxa que é bruxa tem de ter uma audição fora do vulgar, para poder aprender a ouvir as vozes dos Mestres Antigos, dos Elementais e de todas as coisas que habitam este Plano Manifestado. É a hora de ouvir as "Vozes do Mundo".

Durante estes meses fomos recebendo mensagens de como encontrar o nosso silêncio interior, talvez fosse para nos prepararmos para este ritual, para esta nova fase. Para podermos encontrar os sons do mundo devemos estar tranquilos, por isso, ao longo de todo o mês vamos ingerir chás relaxantes, tomar banhos-de-imersão, comer mais verduras e menos animais, temperar a comida com temperos calmos, nada de picantes ou outros estimulantes (não há gengibre nesta casa este mês), oiçamos música calma, enfim, façamos o que habitualmente fazemos quando precisamos de paz interior. Talvez aquela dança nos possa ajudar, uma dança de roda dá sempre direito à paz, mas também à energia necessária para começar algo.

Apenas fica uma chamada de atenção, preparem-se para ouvir o que tiverem de ouvir e não apenas aquilo que querem ouvir. Em tudo o que rotularmos de mau, haverá uma valiosa aprendizagem a retirar, lembrem-se da Temperança e usem a vossa capacidade de transmutar o negativo em positivo, tudo são conceitos deste Plano, não se esqueçam disso!
Quanto ao ritual, não o preparei ainda, mas com o que vos deixo aqui, quem sabe não se inspiram e criam o vosso próprio!?!

Que a Lua Cheia de Carneiro vos seja propícia!

terça-feira, abril 07, 2009

As relações

A querida amiga Marise Catrine perguntou na reflexão da semana como poderia "retirar" da sua vida alguém mas de quem não se consegue libertar. São as dependências energéticas que criamos, as amarras que ganhamos a este Plano, mas nada que uma meditação não resolva, clica aqui.

Ora, pois bem, por ser de facto um dos maiores dilemas do Peregrino, as relações, decidi abrir o tema ao debate.

É preciso colocar de lado questões obtusas, que não entram se quer em linha de conta, argumentos caducos das vezes que foram utilizados, é preciso colocar uns óculos novos e dar uma hipótese ao que vão ler.
Todos precisam de pessoas na sua vida, é certo, e isso nem entra na equação, mas a qualidade da relação é aquilo que conta, ter amigos, marido, filhos, apenas para não nos sentirmos sós, será uma razão como outra qualquer, porém se calhar não é aquela que mais luz emana.
O que nos leva ao ponto da questão. Todas as relações que estabelecemos com o exterior são de puro interesse. Eu tenho alguém como amigo por ele ter gostos parecidos comigo, logo para poder falar com alguém sobre isso, ou pelo contrário para poder aprender com ele. Tenho amigos no ginásio, para não me sentir só quando lá vou, tenho amigos no trabalho para não almoçar sozinha, tenho um filho para me tornar imortal, tenho um marido para ser como todas as outras mulheres....e por aí fora. Será que não é possível ter uma relação sem que ela tenha uma segunda intenção? Sim, claro que é, mas essas são raras, essas são aquelas que eu vejo como relações antigas, já vêm de há muito tempo, aquelas que existem livres para serem apenas desfrutadas, mas mesmo essas existem para nos dar prazer ;)
Será que é assim que queremos que a nossa vida seja? Com interesses escondidos? Não, certo!

Então vamos lá fazer um exercício de libertação dessas relações todas que mantemos, pois elas agarram-nos a este plano e acabamos por entrar em esquemas energéticos que nem sempre são o que queremos.
Há quase um ano atrás estava eu a fazer uma longa dissertação sobre O Caminho e o Desapego, para quem estiver interessado, clique aqui também está lá o exercício de libertação das relações de dependência.
Agora aguardo as vossas anotações, mesmo que elas sejam contrárias à minha. Só peço que pensem mesmo no assunto, que deixem essa hipótese entrar dentro de vós e, apenas se ela não fizer sentido lá dentro, a deitem fora. Estamos em tempos de começar a mudar a nossa forma de pensar e de agir, compreender que tipo de relações temos com o exterior é meio caminho andado para compreender as limitações do nosso Caminho.
Beijinhos encantados

segunda-feira, abril 06, 2009

Reflexão Semanal com o Dependurado

A semana que passou, regida pelo Dependurado, deu-nos muito em que pensar. Foram questionadas algumas estruturas mentais, algumas crenças, alguns modos de operar, enfim, foi uma semana de análise consciente. O que nos ensinou, ou pelo menos tentou ensinar, o Universo?

Para haver um questionamento é urgente haver silêncio interior, para se encontrar a Verdade temos de estar serenos. Essa paz interior só nós sabemos qual é, pois cada um tem uma forma diferente de a encontrar e dialogar com ela.
O Dependurado, nessa posição incómoda e de auto-sacrifício, e o início da semana enviou-nos para dentro de nós numa acção sem acção, um recolhimento em direcção à solidão, que é tão importante.
Este tipo de não-acção exige um tempo, não é algo que se consiga de um dia para o outro e, por isso, foi-nos ensinado que precisavamos esperar. Esta tarefa deve ser levada a cabo com muita paciência, a separação do joio e do trigo que germinam em nós, não é algo fácil de compreender e, assim, pediam-nos calma. Mas acima de tudo uma análise verdadeira ao que encontrassemos dentro de nós.
Quando uma situação destas acontece, é inevitável que nos ausentemos mais do mundo exterior, pois é impossível até, muitas vezes de dialogar seja com quem for. Por isso, quando se decide mergulhar dentro de nós durante um período, é importante dizê-lo aos outros com quem convivemos, para que o nosso espaço seja respeitado e as nossas energias não sejam dispersas em discussões inúteis ou explicações vãs. Nestas alturas o melhor é mesmo rodearmo-nos apenas das pessoas que já nos conhecem bem e que por haver uma tal sintonia nem precisa de haver diálogo.
Quando estas condições estão reunidas, surge uma vontade dentro de nós, a de buscar novos horizontes, quando conseguimos o que desejávamos conseguimos também dar aos outros aquilo que eles nos deram. Isto é, se nos ajudaramrespeitando-nos e permitindo-nos encontrar o que procurávamos sozinhos, quando essa tarefa terminar seremos muito mais calorosos e conseguiremos dar o que encontrámos. Porém, se houve pessoas que durante o processo não nos respeitaram e condicionaram até, essas serão daquelas que deveremos eliminar da nossa Vida. Quem não nos respeita não deve estar connosco no Caminho, somos uns quantos biliões, haverá de certo outras pesssoas que estejam na mesma sintonia que aquelas que não estão na nossa, por isso, acreditem, elas serão mais felizes e conseguirão melhores resultados se não estiverem connosco. Faz sentido para vós?
E novamente se repete o ciclo, introspecção, silêncio, procura, rodearmo-nos de pessoas com a mesma sintonia e dar, dar um Amor Incondicional Total!
E é nesta Roda de Vida que vamos melhorando e, por conseguinte, melhorando o espaço onde estamos e qui ça melhorando os outros que se cruzam connosco.
Foi esta a reflexão semanal do Dependurado. Deixo apenas uma indicação, o Ás de Copas que iniciou a semana repetiu-se na sexta-feira, fechando um ciclo de introspecção, de busca de algo que apenas reside em nós.

E esta semana como será?

domingo, abril 05, 2009

Melodia para a Estrela II

Eis uma carta que já nos saiu este ano no início de Março - A Estrela, veja aqui! Para mim ela é sempre bem-vinda! Será uma semana de recolher o que semeámos, para estar atento ao que o Céu nos vai enviar! Para saberem um pouco mais podem consultar aqui ou a meditação aqui.

Como melodia para nos acompanhar nesta viagem à Estrela seleccionei Dead Can Dance, uma banda que me leva para o meio da Natureza mesmo no meio do betão, que me leva a ouvir os espíritos e os elementais com uma facilidade incrível. So álbum Spiritchaser fiquemos com a música Song of the Stars.

Tenham todos uma semana abençoada pela energia positiva da Estrela!

Encontros mágicos

Estes últimos dias têm sido uma azafama...mas boa! Entre compromissos de trabalho, rituais, encontros com as bruxinhas lindas, saidas com amigos e reencontros de outros amigos, não tenho tido muito tempo para me dedicar ao blogue, além do problema do vírus ainda não ter sido resolvido e a net estar l...e...e...e...n...t..a.
Todavia, hoje venho deixar aqui registado mais um encontro do Chá das Bruxas, desta vez aproveitámos o bom tempo e estivemos na natureza, próximas do mar, mas envolvidas nas árvores, sentadas em pedras que formavam um círculo.
Desta vez Cronos foi mais generoso e o tempo não nos escorregou por entre as mãos como areia. Porém, fica sempre na boca aquele sabor de pouco, mas o que é bom, pois faz crescer em nós o desejo de repetir estes encontros maravilhosos. É tão reconfortante encontrar almas no Caminho que mesmo que não pratiquem as mesmas ciências, conseguem respeitar-se e amar-se na diferença. Isto é raro!
Desta vez já estávamos todas mais descontraidas, a conversa fluiu sem dificuldade, não foram preciso os desbloqueadores de conversa que a Lemniscata tão bem arranja :) o que não a impediu de falar...falar...falar... (ai que vou apanhar) Ah...mas como é bom ouvi-la falar!
A HAZEL estava como eu sempre a imagino, luminosa e com uma leveza que me fez acreditar que ela já levitou :) de verdade (não que não tivesse acreditado à primeira).
A Sílvia, com o seu termo com chá de gengibre forte, a contrastar com a sua voz doce, animou a malta com as suas histórias e com o seu sorriso :) relaxante.
A luna... hum... a luna tem uma paz interior tão grande, uma serenidade que me deixou contagiada. Creio que lhe aconteceu o que nos aconteceu na primeira vez...para a próxima acredito que a língua se vai desenrolar :d

Foi um fim de tarde tão bom, fiquei tão descontraida, que assim que cheguei a casa fui fazer o ritual para o Amor e a Criatividade. Quando dizia as palavras estas eram mais sussuros do que habitual, foi algo fenomenal! Para terminar esse dia, fui jantar fora com um casal amigo e a diversão e o amor rodaram a nossa mesa de tal forma que, não havia ninguém que por lá passasse, não sorrisse.
É bom...deixar-nos invadir pelo Amor, mas é tão mais fácil quando nos rodeamos de pessoas bonitas interiormente (neste caso até são todas bonitas também exteriormente).

Fica apenas uma curiosidade, como seríamos todas juntas num círculo mágico?

Ontem, foi dia de outro encontro mágico. A minha amiga Salomé, convidou as pessoas que por casa dela passaram, em cursos de meditação ou em rituais, para se encontrarem e colocarem a conversa em dia. Alegremente lá fui, mas antes preparei o meu coração de forma a que não houvesse pedras a impedir que eu me desse por inteiro.
Foi bom rever algumas pessoas, pôr a conversa em dia, o que há mais de um ano não acontecia, e redescobri almas que me são tão queridas. Mas o mais interessante, e a razão principal porque aqui deixo registado, foi a Beleza que ali se encontrou. A meditação não aconteceu pois estavamos tão numa onda de deixar fluir e de nos ouvirmos atentamente e partilhar que acabou por ser deixada de lado e não houve tempo.
Para vos dar uma ideia do que ali aconteceu, imaginem que chegam a um espaço e podem escolher, leitura de cartas, limpeza energética e do famoso mau-olhado ou uma cura de reiki. Onde começavam? A esolha era vossa, mas o percurso que fariam a seguir...já não era!
Passei toda a tarde a ler cartas a outras pessoas e tão envolvida naquilo que nem me apeteceu ir aos outros espaços para mim. A sensação bonita que ali tive foi que éramos uma clínica da alma, onde cada cliente entrava e se sentia em casa, acolhido, cuidado e amado. Que depois de passar pelas minhas cartas eu conseguia indicar qual o tratamento que precisava a seguir...e assim foi. Houve uma em particular que foi arrepiante!
Foi tão bonito que acreditem, surgiu uma certeza no meu coração, e além disso....no coração de quase todos.
Esta noite também terminou com um jantar entre amigos...empolgante e embriagante, onde a Alegria e o Prazer fizeram as honras da mesa.

Mais uma vez, só posso manifestar a minha gratidão por o Universo me dar as pessoas certas nos momentos certos, e me firmar que não importa o que escolhes no momento, quem tem de estar ao teu lado estará sempre, por me abençoar constantemente com um coração Puro que consegue ver a Alma de quem está à minha frente sem preconceitos ou expectativas. É tão bom quando assim é!

Foi uma semana atarefada mas muito abençoada. Que assim seja SEMPRE!

sexta-feira, abril 03, 2009

Desafio fotográfico

Mudemos as formas...que vos parece esta árvore da serra de Sintra? Lembra-vos algo? Relembra algo? Inspira-vos a algo?

quinta-feira, abril 02, 2009

Ritual para o Amor e a Criatividade

Hoje era suposto haver um desafio fotográfico, mas como amanhã há a possibilidade de se realizar um ritual maravilhoso por a lua estar em crescente e o Sol em Carneiro, optei por colocar este ritual a partilhar hoje, assim dando tempo para se prepararem para o fazer, se quiserem.

Este ritual também foi retirado do livro de José Medeiros Rituais Antigos para um Mundo Novo - Manual de Magia e tem como objectivo pedir para atrair o amor. Podendo ser utilizado para introduzir aspectos belos na nossa vida, para potencializar a criatividade artística ou para tudo o que implique nascimento e beleza.

Precisaremos de alguns materiais mais difíceis de arranjar, como sete flores (uma branca, amarela, azul ou violeta, verde, creme ou acastanhada e laranja), três velas (rosa, vermelha e verde), um fio ou linha verde, incenso e aparas de madeira. Com as flores, a linha e as aparas é suposto criarmos uma corrente, fazendo um anel ou uma coroa, este é um ritual onde os nossos dons artísticos serão necessários.

Sobre o altar, fazendo um triângulo com as três velas, colocar os materiais no seu interior.
Acender as três velas e o incenso. Fechar os olhos e visualizar um campo verde salpicado de flores.
Iniciar com uma suadação para o Oriente. Dizer:

- Poderes da Deusa da Primavera, forças da vida que ressurgis depois da morte do Inverno, respondei à minha chamada e fazei com que o Amor venha até mim, fazendo florescer o meu coração tal como a Deusa faz florescer o sei verde manto em múltiplas cores.

Pegar na flor branca. Dizer:

- Uma flor branca pela Lua. Viajantes dos Céus no teu carro de prata, faz com que o amor e a sensibilidade forjem a minha coroa.

Pegar na segunda flor, vermelha, atando-a ao caule da primeira. Dizer:

- Uma flor por Marte. Dama celeste do manto verde, junta à minha coroa a paixão e o desejo.

Pegar na terceira flor, amarela, atando-a ao caule da segunda. Dizer:

- Uma flor por Mercúrio. Senhora das profundidades da mente, junta à minha coroa a comunicação e o diálogo.

Pegar na quarta flor, azul ou violeta, atando-a ao caule da terceira. Dizer:

- Uma flor por Júpiter. Supremo Juiz que brilhas na noite, dá ao meu desejo de amor a justiça e o equilíbrio.

Pegar na quinta flor, verde, atando-a ao caule da quarta. Dizer:

- Uma flor por Vénus. Poderosa Deusa do Amor, junta à minha coroa a beleza e o prazer.

Pegar na sexta flor, castanha, atando-a ao caule da quinta. Dizer:

- Uma flor por Saturno. Senhora do Oculto, concede à minha coroa de amor a sabedoria para ser e fazer os outros felizes.

Pegar na sétima flor, laranja, atando-a ao caule da sexta. Dizer:

- Uma flor pelo Sol. Senhora dos Céus que acolhes o rosto do Astro-Rei em cada novo dia, concede à minha coroa de amor o brilho, o calor e a força para que perdure.

Amarrar o caule da sétima flor à primeira, formando um anel ou uma coroa.
Erguer a coroa imaginando ver a Lua no seu interior.

- Poderosa Dama resplandecente que diriges os corações humanos. Faz com que o Amor que está destinado chegue até mim através deste anel e me ajude a encerrar o círculo para que o aor permaneça na minha vida com toda a sua beleza e me traga a felicidade.
Que assim seja.
A coroa será guardada até secar e, em seguida, lançada ao mar ou a um curso de água.
As três velas e o incenso deverão arder até a fim.
Este ritual é muito bonito e acreditem que se direccionarem bem a vossa energia e Vontade conseguirão desbloquear zonas dentro de vós que brilharão de tal forma que todos conseguirão ver.
Espero que aproveitem esta sexta-feira para o fazer!

quarta-feira, abril 01, 2009

Ritual para a Prosperidade

O ritual que hoje partilho convosco foi retirado do livro de José Medeiros Rituais Antigos para um Mundo Novo - Manual de Magia e tem como objectivo pedir para melhorar a situação financeira. Há uns dias falei por aqui sobre o pedirmos coisas para o caminho e como isso pode ser um pau de dois bicos, mas uma coisa é certa, sem as condições financeiras necessárias o caminho espiritual pode ser mais difícil. Ao realizarem este ritual devem ter em mente que estão a pedir o necessário para que possam ter um percurso mais natural e menos perturbado, ele serve de protecção no caminho. Este ritual deve ser feito numa quinta-feira ou domingo com a lua em crescente.
Precisamos de uma vela laranja ou branca, 9 pedaços de pão e flores.

Acender a vela, colocando as flores em volta. O pão ficará à direita.
Saudar o Oriente, fectindo a cabeça.
Consagrar o pão, tocando-lhe com a vara e erguendo-o sobre o altar.
Comer um primeiro pedaço de pão e dar em seguida uma volta ao altar, começando pela esquerda. Ao terminar, saudar o Oriente, flectindo a cabeça.
Comer o segundo pedaço de pão, dando de novo uma volta ao altar e fazendo a saudação.
Repetir até comer o oitavo pedaço de pão e dizer:

- Forças da Luz, fazei germinar em mim a semente da prosperidade, para que ela cresça e dê frutos, trazendo-me o equilíbrio financeiro necessário para a continuação dos meus trabalhos e a realização do meu destino.

Em frente ao Oriente, erguer sobre o altar, com as duas mãos, o nono pedaço de pão e dizer:

- Agradecendo o vosso auxílio, ofereço-vos a nona parte da minha colheita, em sinal de reconhecimento. Que a vossa força multiplique as minhas colheitas e as garanta nos anos vindouros. Dou-vos graças pelos auxílios recebidos e peço-vos que me conduzam pelos caminhos do êxito e da fertilidade.
A vela deverá arder até ao fim. O nono pedaço de pão será enterrado, no campo, com as flores usadas no ritual, quando a cerimónia terminar.
Não se esqueçam, sempre que fazemos um ritual para pedir algo, devemos no final visualizar a energia a ser bem dirigida para o objectivo com que realizámos o ritual. Que ele vos sirva para melhorar a vossa situação financeira, é tudo quanto desejo!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...