sexta-feira, março 13, 2009

Despertar a consciência mágica

Nesta lua cheia não criei um ritual pois encontrei um no livro Rituais Antigos para um Mundo Novo de José Medeiros que se adequa para esta intenção. Além disso, já faz muito tempo que realizei este ritual e decide renová-lo, hum...ainda me lembro da primeira vez que o fiz em São Miguel de Odrinhas! Mais um local mágico mas que devido aos abusos de alguns pagamos todos, agora está cercado, para lá realizar rituais é preciso infringir a lei! Mas isso não interessa, pelo menos não agora.

Vamos precisar de uma vela branca apenas.
Depois de fechar o círculo e de realizar o ritual de abertura, acendemos a vela branca. Fechar os olhos e controlar a respiração até sentir tranquilidade. Em frente ao altar, erguer os braços, em invocação, para Oriente.
Juntar as mãos, palma com palma, com os polegares encostados à testa. Dizer:

- Energia Primordial, Pai/Mãe do Universo, faz com que o Poder da Coroa...

(Tocar com os dedos indicadores e médios de ambas as mãos sobre o plexo solar.)

- … desça ao Reino...

(Colocar os dedos indicador e médio da mão direita sobre o ombro esquerdo.)

- ... e me transmita a Força...

(Colocar os dedos indicador e médio da mão esquerda sobre o ombro direito, ficando com os braços cruzados sobre o peito.)

- ... e a Sabedoria necessárias ...

(Cruzar os braços sobre o peito.)

- ... para que a Emoção desperte e o Amor se manifeste.Que a tua Luz me guie no Bom Caminho, activando em mim a percepção mágica que me permita o contacto entre os Planos.
Que assim seja.

Visualizar um feixe de Energia branca entrando sobre a cabeça e descendo até ao coração e um feixe de Energia vermelha saindo da Terra e subindo pelas pernas até se misturar com a Energia branca.
Dizer:

- Senhor da Luz, permite que eu seja um canal de comunicação entre os Planos. O meu coração é o ponto de encontro das Energias Cósmicas e Telúricas. Que aí se realize o seu casamento.

Apontar a vara para Oriente, à altura do coração, visualizando um feixe e Energia que se projecta. Rodas pela direita, imaginando que se forma um anel de luz dourada, reforçando o Círculo Mágico. Esse anel vai expandir-se, até formar uma esfera protectora que envolve toda a sala. Dizer:

- Que o meu corpo físico seja o forno alquímico em que a razão, a expressão e a emoção se equilibrem para que eu me domine e atinja o Conhecimento.

Imaginar quatro portas abertas para além da esfera de Energia dourada: a Oriente a Porta do Ar ou da Energia amarela, a Sul a Porta do Fogo ou da Energia vermelha, a Ocidente a Porta do Água ou da Energia azul e a Norte a Porta da Terra ou da Energia verde.
Erguer os braços para Oriente, flectindo a cabeça. Dizer:

- Que os Guardiães das Quatro Portas se manifestem e me auxiliem a despertar a minha consciência mágica.Rafael, Regente da Porta do Ar, Miguel, Regente da Porta do Fogo, Gabriel, Regente da Porta da Água e Uriel, Regente da Porta da Terra, auxiliai-me a dominar e a purificar em mim os Quatro Elementos que constituem o meu corpo físico e que mantém ligada a este Plano.

Estender os braços para Oriente e, em seguida, cruzar as mãos sobre o coração, a esquerda sobre a direita, recebendo a Energia amarela.
Repetir para Sul, recebendo a Energia vermelha, para Ocidente, recebendo a Energia azul e para Norte, recebendo a energia verde.

De novo para Oriente, com as mãos cruzadas sobre o peito, dizer:

- O Um manifestou-se em mim nas suas duas Polaridades, nas suas três Essências e nos seus Quatro elementos. Que a energia Primordial se conserve no meu coração.

Imaginar que a esfera de Energia dourada se contrai, concentrando-se em nós, até ser um ponto de luz brilhante no coração. Dizer:

- Regentes das Quatro Portas, bem hajam pelo auxílio que me deram durante este ritual. Que as vossas Energias me acompanhem sempre, iluminando o meu caminho, despertando a minha consciência e aumentando a minha percepção.

Erguer os braços, saudando o Oriente. Dizer:

- Energia Primordial, Pai/mãe do Universo, Tu que és a Coroa...

(Tocar com os dedos indicadores e médios de ambas as mãos no meio da testa.)

- ... o Reino...

(Tocar com os dedos indicadores e médios de ambas as mãos no plexo solar.)

- ... o Poder...

(Tocar com os dedos indicadores e médios da mão direita no ombro esquerdo.)

- ... a Glória...

(Tocar com os dedos indicadores e médios da mão esquerda no ombro direito.)

-... e a Lei Eterna...

(Cruzar as mãos sobre o coração, a esquerda sobre a direita.)

- ... desperta em mim a consciência mágica....

(Juntas as mãos, tocando com os polegares na testa.)

- ... e protege-me ao longo do caminho.

A vela do ritual deve arder até ao fim.
Realizar o ritual de encerramento, agradecendo a todas as entidades que estiveram presentes e abrir o Círculo Mágico.

Num dia de São Rodrigo, Santa Sancha, Santa Eufrásia e Anael, Regente da Energia de Vénus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...